Vigilância em Saúde Ambiental apresenta resultado do 3º Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti - LIRAa em Itamarandiba

Nov 16, 2021 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A Secretaria de Saúde de Itamarandiba, por meio da Vigilância em Saúde Ambiental, divulgou, na primeira quinzena de novembro, o resultado do 3º Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 18 e 28 de outubro. Para aplicação do estudo foram analisadas 302 amostras; coletadas em 1.403 imóveis dos bairros da sede municipal. Os números apresentaram que muitas amostras deram positivas para Aedes aegypti.

Se comparado com o levantamento anterior, o resultado apresentou leve melhora; porém a situação, ainda, inspira cuidados com o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. O índice que era de alta infestação em março, última medição do tipo, regrediu para média infestação em outubro. Contudo, ainda, distante do recomendado pelo Ministério da Saúde, que é baixa infestação.

Os bairros que apresentaram maior número de foco foram Fazendinha, São Geraldo e Nossa Senhora de Lourdes (Quebra Tigela); sendo baldes, bebedouros, tambores, vasilhas com água, pneus, tanques, caixas d’água, lixo doméstico, dentre outros, os locais com maior incidência de focos/criadouros do mosquito.

Combater o mosquito da Dengue é responsabilidade de todos... Faça sua parte! Elimine os criadouros do Aedes aegypti. 

*LIRAa = Metodologia que permite o conhecimento de forma rápida, por amostragem, da quantidade de imóveis com a presença de recipientes com larvas de Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Febre pelo vírus Zika e Febre Amarela.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itamarandiba

Redação

O Vale Hoje - A mesma qualidade para diversas realidades!

Website.: www.ovalehoje.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da RegiãoAperam BioEnergia, Senar Minas e parceiros capacitam mais de 170 pessoas em 2 meses