Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
WORDNET a internet de última geração de Itamarandiba, agora conta com 100% de Fibra Ótica no bairro Fazendinha

..............................................

A Wordnet é um provedor local de Itamarandiba e trouxe a novidade de internet de última geração para a cidade com um crescente número de localidades atendidas. Agora o bairro Fazendinha conta com 100% de Fibra em todo o bairro.

Lançada este ano na cidade, a Fibra Ótica FTTH (Fiber to the Home) já atende clientes e espera um crescimento grande. O provedor consegue levar a fibra até a casa do cliente, levando mais rapidez e estabilidade na conexão.

Um mercado bastante promissor e com rede de ultra velocidade e estabilidade devido à tecnologia adotada. A tecnologia consiste em um feixe de luz que transmite informações de uma ponta a outra e que diferente do cabo metálico não sofre interferências causando instabilidades na conexão com a internet.

Planos 

Os planos oferecidos vão de 10 Megas até 100 Megas de velocidade. Todos os planos incluem Equipamento e Instalação Gratuita e não precisam de linha telefônica.

Para aproveitar a experiência de ter uma tecnologia de internet de ultra velocidade basta entrar em contato com a Wordnet pelo WhatsApp ou Telefone: (38) 99941-5115 ou acesse o Facebook: fb.com/wordnetitamarandiba ou Instagram: instagram.com/wordnetita.

Avalie este item
(0 votos)
Governo de Minas cria Comitê Gestor contra novo coronavírus e suspende aulas da rede estadual

O governador Romeu Zema publicou decreto, neste domingo (15/3), que cria o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do COVID-19 e amplia as ações de prevenção e combate ao coronavírus em órgãos e entidades da administração estadual.

O Executivo decidiu implementar recesso escolar para a próxima quarta-feira (18/3) em todas as escolas da rede estadual. A medida vale até o dia 22 de março. Sendo assim, as unidades de ensino estarão com suas atividades paralisadas até o dia 22 de março.

 

Já existe movimento de paralisação, em decorrência do coronavírus, em unidades federais e particulares.

 

O intuito da paralisação de atividades é o de concentrar esforços no diálogo com as unidades e na elaboração de medidas adicionais, sempre monitorando a evolução da transmissão. A retomada das aulas será no dia 23 de março, conforme orientação da Secretaria de Saúde. O Governo ressalta que não existe situação de contágio comunitário em Minas Gerais até o momento e todas as medidas são no sentido de minimizar os impactos futuros da pandemia.

 

A medida está em sintonia com as determinações do Ministério da Saúde para combater a disseminação do Covid-19 no país.

 

Decreto

 

Foi publicado neste domingo decreto do governador Romeu Zema, contendo medidas adicionais para lidar com a pandemia. Entre as medidas estão o impedimento de retorno ao trabalho de servidores que estiveram em localidades com alto índice de transmissão comunitária do vírus. O impedimento vale por 14 dias, caso o servidor apresente sintomas da doença, ou por sete dias, caso não haja sintomas. Nesse período, recomenda-se que o profissional permaneça em casa e em trabalho remoto, se houver condições. Se não for possível, as faltas serão abonadas. Em ambos os casos, não haverá perda no auxílio-refeição ou alimentação. 

 

O governador Romeu Zema ressalta que não há motivo para pânico e que as medidas adotadas até o momento são preventivas.

"Tudo isso faz parte de um conjunto de ações para resguardar a saúde de todos os mineiros e proteger nossos cidadãos. Prevenção sempre será o melhor remédio", disse.

 

No último sábado (14/3), o governador já havia decretado a suspensão de eventos oficiais com mais de cem pessoas pelos próximos 30 dias. A recomendação é que a medida, que será revista semanalmente, também seja adotada por organizações da iniciativa privada.

 

"Evitando aglomerações, conseguimos conter a propagação do vírus de forma mais eficiente, com o objetivo de que a epidemia não se alastre em Minas Gerais e contamine, principalmente, quem está no grupo de risco", afirmou.

 

A gestão estadual esclarece que continuará empenhando todos os esforços para evitar que a pandemia do Covid-19 atinja a população mineira e conta com a contribuição e compreensão de todos.

 

Veja abaixo outros pontos do decreto publicado neste domingo:

 

- Órgãos e entidades implementarão ações recomendadas por órgãos de Saúde pública, como medidas de profilaxia, assepsia, sanitárias e de informação em relação ao coronavírus;

 

- Recomendação de realização de reuniões virtuais ou, não sendo possível, que estas sejam realizadas exclusivamente com a participação das pessoas indispensáveis;

 

- Suspensão por 30 dias de atividades de capacitação, treinamento ou outros eventos realizados pelos órgãos, autarquias e fundações que impliquem aglomeração de mais de 100 pessoas. Esse prazo poderá ser prorrogado;

 

– Suspensão por 30 dias de viagens oficiais de servidores do Poder Executivo estadual que tenham como origem ou destino localidade com caso confirmado de infecção pelo coronavírus (COVID-19). Esse prazo poderá ser prorrogado;

 

- O servidor que apresentar sintomas característicos da doença fica dispensado de comparecer à unidade pericial, hipótese em que a licença para tratamento de saúde poderá ser concedida mediante homologação, ou seja, envio de documentação comprobatória para análise e deferimento pela perícia médica;

 

- O prazo para recadastramento anual de inativos e pensionistas do Poder Executivo do Estado fica suspenso, enquanto perdurar a Situação de Emergência em virtude do coronavírus, sem implicar na suspensão da remuneração durante esse período.

 

Veja íntegra do decreto clicando aqui.

 

Situação de emergência

 

Na última sexta-feira (13/3), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) decretou Situação de Emergência em Saúde Pública no estado como uma das ações de preparação para assistência a pacientes com coronavírus. Entre as medidas previstas está a dispensa de licitação para compra de insumos, medicamentos e aparatos médicos, além da contratação de profissionais.

 

O decreto também oficializa a instalação do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes-Minas), coordenado pela SES-MG, para monitoramento e estudo dos casos, além da atuação na tomada de decisões e organização das ações de enfrentamento.

Avalie este item
(0 votos)
Direito em destaque: Sucessão empresarial familiar: Como planejar?

A  confusão patrimonial entre pessoas físicas e jurídicas é realidade no âmbito empresarial gerando, após morte de um dos sócios, seja ele fundador ou não, as mais variadas disputas de ordem jurídica, inclusive, com desgastes e abalos nas relações familiares dos envolvidos.

Tais desgastes e disputas podem prejudicar a continuidade das atividades empresariais com repercussão no patrimônio pessoal dos sócios remanescentes e na manutenção dos laços familiares.

Quem nunca ouviu falar de irmãos que entraram em atrito em virtude da herança deixada pelos pais?

Mas a final, qual a utilidade do empresário realizar um Planejamento Sucessório? Bem a resposta para essa pergunta, como dito linhas atrás é permitir que a morte como um fato natural da vida não impeça a continuidade dos vínculos afetivos e não abale a estrutura societária das empresas familiares.
O planejamento sucessório é um instrumento essencial para organização e divisão de patrimônio, seja pessoal ou da empresa, estabelecendo-se de antemão regras de transição e de continuidade da gestão de empresas e do patrimônio familiar.

Estratégias de planejamento tributário podem, inclusive, reduzir, excluir ou postergar a obrigatoriedade do recolhimento de tributos através de estratégias licitas que envolvam, mas não se limitem, por exemplo: (a) criação de holding familiar; (b) contratação de planos de previdência privada cujos beneficiários sejam os sucessores legais; (c) contratação de seguro de vida ou resgatáveis em vida; (d) elaboração de testamentos; (e) antecipação da sucessão hereditária com a transferência de patrimônio aos sucessores legais (f) instituição de usufrutos, clausulas de inalienabilidade de bens ou de impenhorabilidade, dentre outras, etc…

Tudo   a   depender da necessidade e utilidade de cada estratégia diante do caso concreto.

Assim, o planejamento sucessório empresarial resulta em redução dos custos, eficiência administrativa e de gestão, eliminação de desgastes e conflitos jurídicos e familiares.

Thiago Andrade

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.      

Avalie este item
(0 votos)
Senar-MG em parceria com a Aperam, levam curso de Recuperação de Áreas Degradadas, na Comunidade de Bonfim em Itamarandiba

Aconteceu entre os dias 09/03 a 11/03 na Comunidade de Bonfim em Itamarandiba, um curso com viés ambiental além de ter como objetivo principal capacitar produtores e demais interessados a aplicar técnicas para fornecer ao ambiente degradado/alterado, condições favoráveis a reestruturação da vida (vegetal).

As atividades foram teóricas e práticas, porém boa parte foram desenvolvidas no campo. Os temas abordados foram os seguintes:

Informações sobre Normas Ambientais

Diagnóstico da Área Degradada ou da Área Alterada

Identificação de áreas degradadas e alteradas em campo

Determinação da Técnica a ser Aplicado

Confecção de instrumento para marcar ponto em nível

Marcação de ponto em nível no terreno

Seleção das mudas para plantio

Transportes dos materiais

Identificação de Árvores Matrizes da Região

Sistematização do Plantio das Mudas

 

O curso teve a realização Senar-MG, através do seu mobilizador Sind. dos Produtores Rurais de Itamarandiba e contou com a parceria da Aperam BioEnergia e Parque Estadual Serra Negra.

 

Avalie este item
(0 votos)
OMS declara pandemia de coronavírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou nesta quarta-feira (11) a pandemia de Covid-19.

Segundo o órgão, o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas. Apesar disso, os diretores ressaltaram que a declaração não muda as orientações, e que os governos devem manter o foco na contenção da circulação do vírus.

O ministro da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a declaração de pandemia não muda a situação do país.

Na prática, o termo pandemia se refere ao momento em que uma doença já está espalhada por diversos continentes com transmissão sustentada entre as pessoas. Nesta quarta, o mostrou-se que cresceu o ritmo de disseminação do vírus e que metade dos países atingidos registraram os primeiros casos de Covid-19 nos últimos dez dias.

Nas últimas duas semanas, segundo a OMS, o número de casos fora da China aumentou 13 vezes e o número de países afetados triplicou. São mais de 118 mil casos ao redor do mundo e 4.291 mortes. Fonte G1

Avalie este item
(0 votos)
Distrito de Padre João Afonso, no Município de Itamarandiba, comemora mais uma aprovação no vestibular em Medicina

O ano começou com uma ótima notícia que encheu de orgulho toda a comunidade escolar da E.E.Padre João Afonso, que enxerga na universidade mais uma possibilidade de emancipação para os sujeitos do campo. A escola trabalha sob a perspectiva da Educação do Campo e tem como princípio a valoração dos povos do campo e de seus saberes, não negligenciando os saberes científicos e globais, mas partindo do local e de tudo o que se pode aprender no meio onde se vive, para compreender o contexto socioambiental como um todo.

A escola procura adequar as propostas curriculares à realidade dos estudantes e incentiva o acesso à universidade ou a permanência no campo, mas em ambas, enfatiza a necessidade de darem o melhor de si.

No início deste ano escola comemorou a nota excelente no ENEM do estudante Arison Danilo Ferreira Ribeiro, que concluiu o Ensino Médio em 2019. E mais ainda o fato de que ele foi aprovado para cursar Medicina na Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL, no sul de Minas, onde ele já se encontra matriculado e cursando o primeiro período. A escola salienta que o estudante sempre se destacou por ser responsável, estudioso e muito determinado. Dono de um bom humor contagiante, quem via o Danilo sempre sorrindo nas aulas, nem imaginava o quanto estava estudando durante todo o período, inclusive nos finais de semana. Sua irmã Natália Ribeiro, professora na escola, relata que ele estabeleceu metas de estudo para todos os dias da semana e renunciou a festinhas, companhia de amigos e familiares, sempre centrado em seus objetivos de estudo.

E ainda assim, os professores comentam que cumpria as tarefas da escola com precisão e dedicação. Seu irmão Jessé Ribeiro, habilitado em Educação Física, fala com orgulho da aprovação e diz da consciência que a família tem do desafio que é, e que estão orgulhosos do esforço do irmão, sabem o quanto ele se esforçou e merece essa oportunidade única. O próprio Danilo menciona a surpresa dos colegas de classe quando ele diz ser filho de lavradores. Alguns perguntam se ele é filho de médico ou médica e ele diz com muito orgulho das suas origens e da sua história. Ele conta que se preparou para tirar nota boa na redação do ENEM, ao descobrir um site (Imaginie Redações) que fazia correção de redações com base nas competências do ENEM. Isso já pro final, porque antes ele já estava produzindo cerca de três redações por semana, aproveitando as correções oferecidas e melhorando suas técnicas de escrita. Ele escolhia um tema, pesquisava tudo o que podia sobre, lia muito acerca do assunto e produzia seus próprios textos, o que contribuiu para que fizesse 980 pontos na redação. Ele indica pesquisar no próprio site do ENEM para se preparar melhor. A decisão por Medicina nem estava clara em sua cabeça, mas ao realizar a prova, mesmo sem saber do resultado, decidiu que realmente queria ser médico. Ele também relata que assistiu muitas videoaulas que baixava quando estava na casa de sua irmã nos dias de chuva, já que em São Miguel, comunidade onde seus pais moram, não há sinal de internet. Danilo se diz grato a cada professor que passou por sua vida. Reconhece que a escola incentiva seus estudantes e diz que, mesmo com todas as limitações da escola pública, todos dão o melhor de si. Essa fala é reforçada pelo professor Luciano Soares Pedroso, da UFVJM, que parabeniza os professores da E.E.Padre João Afonso pelo trabalho relevante que realizam.

A professora Ângela comenta que dá pra reconhecer o estudante que enxerga além do que a escola pode oferecer. Ela recorda que a estudante Mariany Lima fazia perguntas que ela não tinha condições de responder, porque era uma menina que lia muito (ainda não tinha internet) e queria saber o porquê de tudo. Já Danilo, quando a professora apresentou um livro do italiano prof. Pierluiggi Piazzi, que ensina métodos eficientes de resolução intensiva de exercícios para estudar, surpreendeu a professora baixando todos os livros da coleção e trazendo para ela em PDF. Ela lembra que a estudante Nayara do 2º ano, chegou a comprar o livro, adotando também técnicas para estudar. “Dicas são dadas o tempo inteiro, mas poucos estudantes percebem e adotam. Há aqueles que agarram as oportunidades com unhas e dentes. Estabelecem metas e vão atrás dos seus objetivos. Precisa se dedicar, pois nada é de graça na vida.”, completa a professora.

A aprovação de Danilo, pela nota do ENEM, os esforços dele em estudar por conta própria e o trabalho sério da equipe escolar, são motivos de orgulho para Padre João Afonso. No meio do semestre passado, formou-se em Medicina, Mariany Lima, pela Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF. A estudante cursou os primeiros anos aqui e até os anos finais do Ensino Fundamental também estudou nesta escola, sendo transferida para uma escola em Belo Horizonte, dado o seu nível de raciocínio e inteligência. Era sempre muito estudiosa e se destacava pela curiosidade aguçada e por ser dedicada.

Muitos estudantes da comunidade estão nas universidades. Formando-se para contribuírem para um mundo melhor. A escola destaca o importante papel da Universidade dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM na comunidade. Pela pedagogia da alternância, quando estudantes vão para o Tempo Universidade no período de seis semanas, em julho e em janeiro, e retornam para continuar seus estudos e desenvolver projetos na comunidade, a Licenciatura em Educação do Campo tem tornado possível, para o jovem trabalhador do campo, estar numa universidade e ter uma formação superior. Muitos professores da escola também cursaram ou cursam a LEC, fortalecendo esse diálogo e atuando em projetos de formação de graduandos da UFVJM dentro da escola.

Segundo o diretor Cristiano Fernandes, a presença da UFVJM e da LEC dentro da escola é um incentivo para que mais estudantes percebam que é possível o campesino estar na universidade, apesar de todas as limitações a que as escolas do campo estão submetidas. O trajeto por estradas de difícil acesso, a distância, a falta de recursos e investimentos na educação, não são fatores que intimidam esses jovens camponeses de correrem atrás dos seus sonhos.

 

E a escola afirma que poderia citar muitos outros nomes, motivos de orgulho, que, independente de terem ido pra faculdade ou não, independente do curso escolhido, tem traçado trajetórias brilhantes, de forma crítica e atuante onde estão inseridos, no campo ou na cidade. Reafirma a necessidade de que a educação seja priorizada pela garantia das políticas públicas específicas, sobretudo no campo, e acredita que a escola pode até não ser o melhor lugar do mundo, mas com certeza é um espaço de transformação social e possibilidade de um futuro melhor. Que nenhum jovem do campo ou da cidade sinta-se incapaz e perceba que com determinação e persistência, tudo é possível.

Por Ângela Rita Teixeira


 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região