Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Aperam conclui entrega de cerca de 10 toneladas de alimentos e produtos de limpeza no Vale do Jequitinhonha

Para ajudar a amenizar os impactos causados pela pandemia na região do Vale do Jequitinhonha o projeto Aperam Bem Maior, realizado através da Fundação Aperam Acesita, entregou nos últimos dias aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Fundações Hospitalares de cinco municípios do Vale do Jequitinhonha a doação de 10 toneladas de cestas básicas e produtos de limpeza. Os itens estão sendo direcionados a mais de 500 famílias que vivem em Capelinha, Itamarandiba, Minas Novas, Turmalina e Veredinha, e se encontram em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com Carlinhos Barbosa, Prefeito da cidade de Turmalina, a ajuda veio em boa hora. “Os municípios da região vem enfrentando situação delicada há algum tempo e com a pandemia isso se agravou. Poder contar com a ajuda e aproximação de empresas como a Aperam, que atuam na região, é extremamente importante para levar um alento às famílias mais carentes”, ressalta Barbosa.

O prefeito de Itamarandiba, Luiz Fernando Alves, também agradeceu o apoio e reforçou a importância das parcerias público-privadas, principalmente no cenário atual. “Esse tipo de apoio é o melhor caminho para vencermos a crise atual e saltarmos para um futuro mais promissor. Agradecemos as doações e elas serão de grande valia para as pessoas que mais precisam em nosso município”, disse o prefeito.

As entregas das cestas se somaram a outras ajudas emergenciais oferecidas pela Aperam como a doação de cerca de 1,6 mil máscaras confeccionadas por uma rede de voluntárias, kits de higiene, testes rápidos de Covid-19, termômetros digitais e álcool em gel.

Sobre o Aperam Bem Maior

Criado pela Aperam, juntamente com a Fundação Aperam Acesita, o projeto atua em frentes distintas, contribuindo com a arrecadação de recursos para ajudar no atendimento das necessidades emergenciais da comunidade, ações voluntárias, geração e disponibilização de conteúdo cultural para o público e outras ações internas que motivem a solidariedade. Os esforços serão direcionados ao atendimento de instituições de saúde, sociais, e até mesmo de empregados da empresa e seus familiares. O objetivo é criar regionalmente uma corrente do bem, buscando formas para amenizar as dificuldades causadas pelo Coronavírus (Covid-19), estimulando internamente os empregados, assim como outros membros da comunidade, a contribuírem com aquilo que estiver ao alcance.

Para acompanhar as iniciativas e campanhas do projeto “Aperam Bem Maior” basta acompanhar as redes sociais da Aperam: Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube @aperamnobrasil e no site brasil.aperam.com 

Avalie este item
(0 votos)
Diagnóstico laboratorial da Covid-19

A covid-19 é uma doença causada pelo vírus SARS-COV-2, mais conhecido por novo Coronavírus. Surgiu na província de Wuhan, na China, e logo se espalhou pelo mundo, tomando proporções pandêmicas, infectando milhões de pessoas causando a morte de outras milhares, por insuficiência respiratória aguda.

De acordo com o Dr. Helton Gonçalves, Bioquímico e Diretor do Laboratório Biocenter, “o diagnóstico atualmente se baseia em dois tipos de exames. O RT-PCR é um teste molecular que pesquisa o RNA viral, em amostras da nasofaringe e orofaringe e que deve ser feito nos primeiros dias de sintomas (idealmente entre o 2º e 5º dias). Este exame é considerado o padrão ouro no diagnóstico da doença. A desvantagem é que é um exame de custo elevado e de execução mais demorada.

Temos também os exames sorológicos, que pesquisam os anticorpos produzidos pelo organismo no decorrer da doença, as Imunoglobulinas IgM e IgG. Podem ser feitos pelo método de Quimioluminescência ou Imunocromatografia (teste rápido).  Estes exames só devem ser realizados por profissional habilitado, em ambiente laboratorial, para garantir a segurança do resultado. A pesquisa de anticorpos deve ser feita a partir do 10º dia em diante após o início dos sintomas, que é o tempo médio em que os mesmos começam a ser detectados no sangue, mesmo assim com diferenças individuais importantes. Um resultado negativo não exclui a possibilidade de infecção, na vigência dos sintomas. Portanto, somente seu médico ou outro profissional de saúde saberá o momento correto da realização do mesmo, bem como a interpretação dos resultados”.

“É importante destacar que a pesquisa de anticorpos deve ser usada principalmente para fins epidemiológicos, quando poderemos identificar se determinada pessoa teve ou não contato com o vírus, tendo em vista que a maioria das infecções são assintomáticas, e, dessa forma verificar o perfil de imunização da população. Infelizmente, ainda conhecemos pouco dessa doença, e não dá para afirmar se essa imunidade será duradoura e eficaz” , finaliza.

 

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba tem 01 caso em investigação por coronavírus, 05 em monitoramento e 14 que já evoluíram para cura dos sintomas

O Comitê Municipal de Prevenção e Contingenciamento de Saúde da Covid-19 torna público o Boletim Epidemiológico do dia 27/04/20, segunda-feira.

Itamarandiba/MG:
• CASOS NOTIFICADOS: 21 (vinte e um) = Total de casos recebidos pela Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 17/03/20.
• CASOS EM INVESTIGAÇÃO: 01 (um) = Pacientes que coletaram o teste seguindo os critérios do Ministério da Saúde e aguardam o resultado.
CASOS EM MONITORAMENTO: 05 (cinco) = Pacientes com sintomas que estão sendo monitorados pela equipe de saúde de Itamarandiba. Estes não realizaram o teste; pois não atendem os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde
• CASOS DESCARTADOS: 01 (um) = Pacientes que testaram negativos para a Covid-19.
• CASOS CONFIRMADOS: 00 (zero) = Pacientes que testaram positivos para a Covid-19.
• CASOS QUE EVOLUÍRAM PARA CURA: 14 (quatorze) = Pacientes que apresentaram sintomas, porém não realizaram o teste; pois não atendem os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Estes foram monitorados pela equipe de saúde por 14 dias e se encontram sem sintomas.

Por determinações da Secretaria de Estado de Saúde agora TODOS os pacientes com febre mais sintomas gripais serão notificados como suspeitos, independentemente de terem tido ou não contato com pacientes sob suspeita, ou virem de cidades com casos confirmados. 

 

Avalie este item
(0 votos)
Governo de Minas Gerais inicia pagamento do Bolsa Merenda

Estudantes da rede pública estadual de ensino começam a receber o Bolsa Merenda, no valor de R$ 50 para compra de alimentos, a partir desta segunda-feira (27/04).

 

Para viabilizar a entrega do benefício, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), conta com a parceria da instituição PagSeguro PagBank. 

O benefício, exclusivo para alunos da rede estadual de ensino inscritos no CadÚnico, tem objetivo de reduzir os impactos da suspensão das aulas em função da pandemia do novo coronavírus e garantir a segurança alimentar de aproximadamente 380 mil crianças e adolescentes. Os estudantes que serão beneficiados atendem ao critério de extrema pobreza, de famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa.

Serão contemplados todos alunos da família. Se uma família tiver três estudantes matriculados na rede estadual de Educação, terá o direito de receber um benefício no valor de R$150,00 (R$ 50 x 3 alunos). Participantes do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) também poderão receber o benefício.

O Bolsa Merenda terá duração inicial de quatro meses - de abril a julho - e poderá ser estendido de acordo com o calendário das aulas. Do valor total de R$ 50 do tíquete, R$ 30 serão custeados pelo Governo de Minas, e os outros R$ 20 são fruto de uma parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que destinou R$ 30 milhões para os quatro meses de programa. Além disso, o PagBank irá depositar R$ 20 extras a todos os beneficiários do Bolsa Merenda no primeiro mês.

A autorização para que o Estado pudesse fazer o repasse dos recursos em dinheiro aos alunos deve-se à Lei 23.631/2020, de autoria da Assembleia Legislativa, que dispõe sobre medidas emergenciais de proteção social para o público vulnerável no contexto de enfrentamento ao novo coronavírus.

Pagamento

Para verificar se tem direito ao benefício, o responsável pela família cadastrada no CadÚnico deverá consultar o site http://social.mg.gov.br/bolsa-merenda e digitar o CPF. Caso a consulta aponte positivamente para o benefício, a pessoa deverá baixar o aplicativo PagBank PagSeguro - disponível no Google Play e App Store - ou acessar o site https://cadastro.pagseguro.uol.com.br/ ou fazer o cadastro de uma conta digital e terminar o cadastro no app. Com a confirmação do cadastro e envio do documento, o beneficiário receberá a informação do pagamento no segundo dia útil após o cadastro, no primeiro mês. Nos demais meses o benefício será pago todo dia 18.  

Os beneficiários podem usar o dinheiro de duas formas: utilizando apenas o aplicativo no seu smartphone, para pagar boletos, fazer transferências ou realizar compras usando QR Code. Esta modalidade pode ser utilizada em qualquer estabelecimento que tiver uma máquina PagSeguro (Moderninha Pro, Moderninha X, Moderninha Plus e Moderninha Smart).

A outra opção é com o cartão, que será entregue na casa dos beneficiários em até 20 dias úteis após a criação da conta. Com o cartão, as compras podem ser feitas em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Visa, e o dinheiro pode ser sacado em bancos da Rede 24 horas.

Se a solicitação do benefício for feita no segundo, terceiro ou quarto mês, o responsável pelo cadastro terá o direito de requerer os valores não recebidos dos meses anteriores. No caso de não ocorrer movimentação na conta em até 30 dias após a disponibilidade do auxílio, o dinheiro será recolhido e devolvido ao Estado.

Benefícios e extras

A conta digital do PagBank é o meio para as famílias receberem o Bolsa Merenda. Por isso, não serão cobradas taxas de manutenção nem mensalidade. O beneficiário poderá fazer todas as transações pelo celular: pagamento de contas, TEDs ilimitadas grátis e recarga de celular. Todos os beneficiários irão receber um cartão de débito grátis. Outro benefício é o CashBack (dinheiro de volta). Quem fizer pagamentos por QR code através do app do PagBank receberá 10% do valor pago de volta, que poderá ser gasto em qualquer local que aceite esta opção de pagamento.

Saiba mais sobre a conta PagBank: pagseguro.com.br/campanha/bolsa-merenda-mg/

Como tirar dúvidas

Para tirar dúvidas ou resolver dificuldades no cadastro, o público pode acessar o link http://social.mg.gov.br/bolsa-merenda. Também para dúvidas em relação ao Pag Seguro estão disponíveis os telefones:

0800-728- 2174, para o público do interior e demais regiões, a partir de telefone fixo;

0+OPERADORA +11 4003-1775 (exemplo. 015 11 4003-1775), para o público do interior e demais regiões, a partir de celular.

 

Avalie este item
(0 votos)
WORDNET a internet de última geração de Itamarandiba, agora conta com 100% de fibra ótica no bairro Florestal

...................

 

A Wordnet é um provedor local de Itamarandiba e trouxe a novidade de internet de última geração para a cidade com um crescente número de localidades atendidas. Agora o bairro Florestal conta com 100% de Fibra em todo o bairro.

Lançada este ano na cidade, a Fibra Ótica FTTH (Fiber to the Home) já atende clientes e espera um crescimento grande. O provedor consegue levar a fibra até a casa do cliente, levando mais rapidez e estabilidade na conexão.

Um mercado bastante promissor e com rede de ultra velocidade e estabilidade devido à tecnologia adotada. A tecnologia consiste em um feixe de luz que transmite informações de uma ponta a outra e que diferente do cabo metálico não sofre interferências causando instabilidades na conexão com a internet.

Planos 

Os planos oferecidos vão de 10 Megas até 100 Megas de velocidade. Todos os planos incluem Equipamento e Instalação Gratuita e não precisam de linha telefônica.

Para aproveitar a experiência de ter uma tecnologia de internet de ultra velocidade basta entrar em contato com a Wordnet pelo WhatsApp ou Telefone: (38) 99941-5115 ou acesse o Facebook: fb.com/wordnetitamarandiba ou Instagram: instagram.com/wordnetita.

Avalie este item
(0 votos)
Aperam distribui mais de 240 mil máscaras e reforça medidas de saúde entre empregados

As máscaras se tornaram um item indispensável no combate ao novo coronavírus. Como forma de ampliar as medidas de segurança e saúde entre seus empregados a Aperam adquiriu mais de 240 mil unidades de máscaras, entre descartáveis, tecido e industriais, que começam a ser distribuídas nesta semana entre os empregados para utilização dentro e fora da empresa.

A ação segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e também do Ministério da Saúde brasileiro, com base em estudos que mostram que a ampla utilização de máscaras, desde que da forma correta, pode ajudar a reduzir os índices de transmissão do vírus entre os indivíduos. As máscaras adquiridas pela Aperam serão distribuídas entre os mais de 5 mil empregados, e seus dependentes, que atuam nas cidades de Timóteo, Vale do Jequitinhonha (BioEnergia), Belo Horizonte e São Paulo. A empresa estabeleceu que a partir do dia 27 a utilização do item pelos colaboradores será obrigatória.

Desde o início da pandemia a Aperam vem adotando uma série de medidas para garantir a saúde, segurança e bem estar de seus empregados. A utilização das máscaras individuais se soma a essas iniciativas preventivas, porém, não anula outros cuidados com limpeza e afastamento social que são orientados pela empresa. “Estamos acompanhando de perto os direcionamentos das autoridades para aplicar internamente as medidas de saúde e segurança recomendadas. Uma cartilha digital com instruções de uso também foi elaborada para orientar de forma didática sobre os cuidados com o item de forma que sejam utilizados e higienizados corretamente pelos empregados e seus dependentes” ressalta Robson Machado, gerente executivo de Saúde, Segurança e Meio Ambiente.

Através do projeto Aperam Bem Maior parte desse montante será direcionado para o Hospital e Maternidade Vital Brasil, localizado em Timóteo, e a órgãos de saúde dos municípios onde a empresa atua no Vale do Jequitinhonha.

Vacinação H1N1

Outra medida de saúde que será realizada pela empresa junto aos empregados nas próximas semanas é a vacinação contra gripe. A empresa adquiriu 6 mil doses de vacinas que serão aplicadas nos empregados das quatro regiões – Timóteo, Vale do Jequitinhonha, Belo Horizonte e São Paulo. Será disponibilizado sistema “drive thru” em todas as cidades, com a vacinação sem descer dos veículos, como forma de evitar aglomerações e contato entre os empregados. A ação começa no dia 27 de abril, em Timóteo e termina no dia 08 de maio, em São Paulo. Cada unidade tem datas específicas.

Sobre a Aperam South America

A Aperam South America é produtora integrada de aços planos inoxidáveis, elétricos e carbono. A partir de uma gestão baseada nos valores liderança, inovação e agilidade, a Aperam South America consolida-se como líder no mercado brasileiro em seu segmento. Sua planta industrial, localizada em Timóteo-MG, possui capacidade produtiva total de 900 mil toneladas de aço líquido por ano. Utiliza carvão vegetal produzido por sua subsidiária no Vale do Jequitinhonha: a Aperam BioEnergia. A BioEnergia produz e comercializa carvão vegetal, tecnologia, mudas e sementes, a partir de florestas renováveis de eucalipto em Minas Gerais. Desde 2011, integra o Grupo Aperam, segundo maior da Europa, composto de outras cinco plantas industriais

Pagina 5 de 141

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região