Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Na semana do Meio Ambiente, a Aperam BioEnergia apresenta as iniciativas da empresa em prol da preservação e recuperação ambiental

Na semana do Meio Ambiente, a Aperam BioEnergia apresenta as iniciativas da empresa em prol da preservação e recuperação ambiental como construção de piscinões para acúmulo de água da chuva, plantio de mudas realizado no período chuvoso entre outras ações

 

 

A preocupação com os processos que respeitam o meio ambiente é uma das frentes abraçadas pela Aperam BioEnergia. A empresa, ao longo de seu desenvolvimento integrado, tem realizado ações em prol de um futuro mais sustentável. Adotar práticas sustentáveis diárias que colaboram com a preservação dos recursos naturais e contribuem para um futuro melhor são agendas da empresa que se tornou referência na adoção de modelos de gestão sustentável. A Aperam BioEnergia tem a certificação internacional FSC® – Forest Stewardship Council®, que preconiza o manejo florestal economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto. Também é certificada na norma ISO 14001 de Gestão Ambiental e tem todas as licenças ambientais necessárias à execução das atividades produtivas expedidas pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente, inclusive com vistorias regulares dos órgãos ambientais.

 

Viabilizando a sustentabilidade por meio do Aço Verde Aperam 

 

Preservar o meio ambiente é uma premissa para a produção do aço inox Aperam. Antes mesmo de se pensar na qualidade do produto, a empresa tem se empenhado em tornar sua linha de produção o mais sustentável possível. 

 

O eucalipto, matéria-prima plantada pela Aperam BioEnergia, é utilizado para a produção de carvão vegetal, assim formando as florestas renováveis que colaboram para o processo de produção do aço inox, tornando-se uma linha de fabricação por meio de uma fonte de energia 100% limpa e renovável. Esse processo, realizado desde 2011, gera benefícios na produção, quando se trata de meio ambiente. Um deles é a absorção de grande quantidade de CO2 da atmosfera, contribuindo no combate ao efeito dos gases estufa e conseqüentemente ao aquecimento global. 

 

A Aperam BioEnergia atua também com responsabilidade social no uso dos recursos naturais, pois entende que é um bem comum, necessário à manutenção da vida. A Empresa utiliza os recursos hídricos de forma consciente, sendo que o consumo de água é regulado do início ao final do processo produtivo do carvão vegetal. 

 

Diversas ações integram o planejamento da empresa em prol de um consumo hídrico mais consciente, como: plantio de mudas realizado no período chuvoso; Construção de caixas de contenção nas florestas, a fim de de contribuir para a infiltração de água das chuvas e evitar erosões nas estradas; Recirculação e otimização de água no viveiro de mudas; Construção de piscinões para acúmulo de água da chuva e utilização nos processos; Desenvolvimento de cursos com parceiros para capacitação em construção de fossa séptica, recuperação de áreas degradadas e recuperação e proteção de nascentes.

 

Como parte das ações em favor do meio ambiente, a Aperam BioEnergia vem realizando o trabalho de monitoramento de fauna e flora. A iniciativa consiste em realizar estudos de classificação e monitoramento da flora, bem como diagnóstico e monitoramento da fauna. Desde 2006, o monitoramento de fauna possibilitou o registro de diversas espécies. Já foram identificadas 250 espécies de aves, sendo três ameacadas de extincao e 21 endêmicas; 33 espécies de mamíferos de médio e grande porte, sendo sete ameacadas de extincao e duas endêmicas. 

 

Referência na realização do resíduo orgânico 

 

A gestão sustentável perpassa pelo projeto Recuperação de Áreas. Há 15 anos, a empresa desenvolve a iniciativa que prevê a realização de novos plantios com o objetivo de recuperar o solo, aproveitando, para isso, resíduos orgânicos tais como casca de madeira proveniente do processo de produção do carvão vegetal. 

 

O resultado dessa iniciativa foi reconhecido por meio do III Prêmio Boas Práticas Ambientais. “Receber esse reconhecimento do estado de Minas Gerais, fortalece todas as nossas ações, coroa o nosso trabalho e também nosso propósito de produtores de aço verde, nos enche de orgulho e aumenta nossa responsabilidade para continuarmos e avançarmos em nosso manejo sustentável”, pontua a Engenheira Ambiental da Aperam BioEnergia, Vanessa Marques da Silva. 

 

Educação Ambiental - Criando uma consciência coletiva

 

Para atingir os resultados necessários, atividades de conscientização também são realizadas no âmbito educacional. Formações, campanhas, gincanas, entre outras atividades são realizadas juntamente com a comunidade. Afinal, a luta em prol do meio ambiente é de todos. 

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Minas Gerais (SENAR Minas), em parceria com a Aperam BioEnergia, oferece cursos para a comunidade, capacitando profissionais e produtores rurais. 

 

Seu Salvador Meira, de 67 anos, conhecido como Dodô, é morador da zona rural de Bonfim, no município de Itamarandiba. O produtor rural, que também é Presidente da Associação do Bonfim, já realizou diversos cursos pelo Senar. O último, foi a capacitação de Recuperação de Áreas Degradadas. Por meio do curso, os participantes tiveram acesso às normas ambientais e conceitos sobre áreas degradadas, além do diagnóstico da área, identificação de espécies arbóreas da região, seleção de mudas para plantio, bem como recursos e o transporte de materiais. Para Salvador, os novos aprendizados são sempre bem-vindos. “Agradecemos a Aperam BioEnergia, que sempre nos oferece esses cursos como forma de nos atualizar. Nesse curso, nós aprendemos mais sobre o plantio de árvores, recurso hídrico, adubação, entre outros conteúdos que acrescentam muito ao nosso conhecimento sobre o campo”, observa.

 

Aperam Bem Maior no Mês do Meio Ambiente 

 

O Dia do Meio Ambiente é celebrado no próximo dia 5 de junho (sexta-feira). Com isso, o projeto Aperam Bem Maior desenvolveu diversos conteúdos virtuais voltados ao tema. Durante todo o mês, as redes sociais da Aperam irá apresentar ações desenvolvidas pela empresa e destinadas à comunidade. 

 

“A questão ambiental permeia vários setores da sociedade. Vimos trabalhando com um viés coletivo envolvendo a população do Vale do Aço e do Vale do Jequitinhonha em programas de educação ambiental que sejam efetivos e que estejam próximos do contexto de cada comunidade”, destaca a coordenadora de projetos da Fundação Aperam Acesita, Juliana Jácome. 

 

Para acompanhar o programa, basta acompanhar as redes sociais da Aperam: Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube @aperamnobrasil

Avalie este item
(0 votos)
Boletim diário acerca do Coronavírus em Itamarandiba 31/05/2020

O Comitê Municipal de Prevenção e Contingenciamento de Saúde da Covid-19 torna público o Boletim Epidemiológico do dia 31/05/20, domingo. 

 

Itamarandiba/MG: 

•CASOS NOTIFICADOS: 43 (quarenta e três) = Total de casos recebidos pela Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 17/03/20. 

•CASOS DE MONITORAMENTO CONCLUÍDO: 31 (trinta e um) = Casos de monitoramento concluído (casos de síndrome gripal leve que encerraram o monitoramento de 14 dias sem necessidade de coleta de material para exame conforme protocolo da SES/MG). Aqui estão incluídos os casos de resultado de teste rápido negativo.

•CASOS EM MONITORAMENTO: 06 (seis) = Pacientes com sintomas que estão sendo monitorados pela equipe de saúde de Itamarandiba. Entre estes estão os que tiveram resultado de teste rápido negativo e, ainda, não completaram 14 dias de monitoramento.

•CASOS EM INVESTIGAÇÃO: 00 (zero) = Pacientes que coletaram amostras seguindo critérios da SES/MG e aguardam resultado.

•CASOS DESCARTADOS: 20 (vinte) = Pacientes que tiveram resultado de exame laboratorial negativo para Covid-19. 

OBS: Estes foram feitos por:

a) SWAB (secreção nasal) = 06 [Método oficial de descarte do Ministério da Saúde (MS)] 

b)Teste rápido = 14 (Por não ser o método oficial de descarte do Ministério da Saúde; esses pacientes ficaram ou ficarão em monitoramento por 14 dias). 

•CASOS CONFIRMADOS: 01 (um) = Pacientes que testaram positivos para a Covid-19. Obs: Trata-se de um caso importado; a pessoa em questão foi notificada em Brasília/DF e se encontra em Itamarandiba. Todas as medidas de segurança estão sendo respeitadas.  Ressalta-se que todos aqueles que tiveram contato com o paciente positivo para Covid-19 estão sendo observados por equipe da saúde municipal. Entretanto, estes não entram nas estatísticas de monitoramento do Boletim Diário uma vez que não apresentam e/ou apresentaram sintomas.    

Por determinações da Secretaria de Estado de Saúde agora TODOS os pacientes com febre mais sintomas gripais serão notificados como suspeitos, independentemente de terem tido ou não contato com pacientes sob suspeita, ou virem de cidades com casos confirmados. 

Avalie este item
(0 votos)
Confira como é feito todo processo de produção da Água Mineral Roda D’Água

A Água Mineral Roda D’Água nasce na Serra do Elefante, em Juatuba, Minas Gerais, cercada por uma extensa reserva certificada como Patrimônio Natural. É uma água diferenciada, de paladar leve e agradável, devido à baixa concentração de sais minerais.

No mercado desde 1981, a Roda D’Água passou a fazer parte do Grupo Água Viva em 2013. Com uma fábrica de ponta, um processo de captação e envasamento em conformidade com os mais rigorosos padrões de entidades que controlam o setor, a Roda D’Água é conhecida como uma das águas com menor teor de sódio, que pode ser consumida sem restrições.

CAPTAÇÃO E ENVASE

Todo o processo de captação da água é realizado dentro dos mais rigorosos padrões de exigência ANM antigo D.N.P.M. (Departamento Nacional de Produção Mineral). O rigor na limpeza e na higiene é fundamental. Os garrafões retornáveis passam por processo de higienização e lavagens que garantem a eliminação de toda e qualquer impureza ou bactéria. Só então são envasados, tampados e lacrados para serem transportados. As salas onde funcionam as enchedoras são azulejadas até o teto e a assepsia está presente tanto nas instalações quanto no vestuário dos colaboradores.

O controle de qualidade é assegurado pela análise diária da água em laboratório próprio e periódica em laboratórios de órgãos especializados.

Os garrafões vazios são direcionados automaticamente até na máquina lavadora. Equipada com esguichos de lavagem e esguichos de enxágue, contendo seis estágios. Cada garrafão passa por estágios de esguichos de limpeza no interior e exterior.

O envase dos garrafões são realizados através do equipamento automático (Enchedora e Tampador).

Essas duas etapas ocorrem do lado externo a sala de envase. Os garrafões seguem por meio de esteiras passando através de um visor luminoso, onde um funcionário executa a inspeção dos garrafões cheios. O lacre de segurança (selo) é colocado no garrafão automaticamente através de uma lacradora automática. M E IO A MB IEN TE A Água Mineral Roda D’Água tem o privilégio de estar dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural Olga Coelho Ullmann (RPPN). Reconhecida pelo IEF/MG em 2001. Com mais de 100 hectares de preservação ambiental, reconhecida pelo IEF/MG em 2001, a Roda D’água cuida para que seu solo e ambiente estejam livres de contaminação e poluição, garantindo seu consumo seguro.

 

Avalie este item
(0 votos)
Em reunião, Comitê de Enfrentamento da COVID-19 aprecia novos pleitos relacionados ao funcionamento de atividades do comércio

Neste 26 de maio de 2020, o Comitê Municipal de Enfrentamento e Contingenciamento em Saúde-COVID-19 apreciou novos pleitos de liberação do funcionamento de atividades, notadamente dos centros de formação de condutores e de academias.

O DETRAN, no âmbito do programa Minas Consciente, havia expedido, em 18 de maio, portaria autorizando o retorno das atividades dos centros de formação de condutores em Minas Gerais, desde que observadas as exigências de prevenção e mediante autorização prévia dos Municípios.

A proposta foi então apreciada pelo Comitê Municipal que deliberou pela possibilidade, no atual cenário, do retorno das atividades dos centros de formação de condutores, porém mediante adesão a um protocolo específico, ainda a ser regulamentado pelo Município, onde serão acrescidas e reforçadas novas medidas de prevenção à transmissibilidade do coronavírus, além daquelas já estipuladas pelo DETRAN. A previsão é de que nos próximos dias as CFC’s retomem suas atividades de forma contingenciada. Reunião técnica com o seguimento já foi agendada pela Secretaria Municipal de Saúde.  

A medida também poderá ser revista a qualquer momento pelo Comitê, sendo que as liberações de funcionamento dependerão muito da dinâmica da doença no Município e o acolhimento das regras de prevenção estabelecidas. 

Na reunião, também foram ouvidos os representantes do segmento de academias do Município. A atividade encontra-se suspensa desde o mês de março. Na oportunidade, os representantes das academias apresentaram as dificuldades que passa o setor e as propostas contendo orientações gerais ao funcionamento das atividades. 

O Comitê, no entanto, manteve suspenso o funcionamento das academias. Na próxima semana, porém, o segmento deverá apresentar, inclusive com a manifestação da Vigilância Sanitária do Município, propostas de protocolos específicos compatíveis com as particularidades das academias locais.

O objetivo é permitir que se construa soluções conjuntas com o seguimento, observando-se as orientações do Ministério da Saúde e as especificidades locais. Desta maneira, o funcionamento das academias segue suspenso até posterior deliberação do Comitê.

Avalie este item
(0 votos)
Boletim diário acerca do Coronavírus em Itamarandiba 25/05/2020

O Comitê Municipal de Prevenção e Contingenciamento de Saúde da Covid-19 torna público o Boletim Epidemiológico do dia 25/05/20, segunda-feira. 

Itamarandiba/MG: 

•CASOS NOTIFICADOS: 38 (trinta e oito) = Total de casos recebidos pela Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 17/03/20. 

•CASOS DE MONITORAMENTO CONCLUÍDO: 27 (vinte e sete) = Casos de monitoramento concluído (casos de síndrome gripal leve que encerraram o monitoramento de 14 dias sem necessidade de coleta de material para exame conforme protocolo da SES/MG). Aqui estão incluídos os casos de resultado de teste rápido negativo.

•CASOS EM MONITORAMENTO: 05 (cinco) = Pacientes com sintomas que estão sendo monitorados pela equipe de saúde de Itamarandiba. Entre estes estão os que tiveram resultado de teste rápido negativo e, ainda, não completaram 14 dias de monitoramento.

•CASOS EM INVESTIGAÇÃO: 00 (zero) = Pacientes que coletaram amostras seguindo critérios da SES/MG e aguardam resultado.

•CASOS DESCARTADOS: 18 (dezoito) = Pacientes que tiveram resultado de exame laboratorial negativo para Covid-19. 

OBS: Estes foram feitos por:

a) SWAB (secreção nasal) = 06 [Método oficial de descarte do Ministério da Saúde (MS)] 

b)Teste rápido = 12 (Por não ser o método oficial de descarte do Ministério da Saúde; esses pacientes ficaram ou ficarão em monitoramento por 14 dias). 

•CASOS CONFIRMADOS: 01 (um) = Pacientes que testaram positivos para a Covid-19. Obs: Trata-se de um caso importado; a pessoa em questão foi notificada em Brasília/DF e se encontra em Itamarandiba. Todas as medidas de segurança estão sendo respeitadas.  Ressalta-se que todos aqueles que tiveram contato com o paciente positivo para Covid-19 estão sendo observados por equipe da saúde municipal. Entretanto, estes não entram nas estatísticas de monitoramento do Boletim Diário uma vez que não apresentam e/ou apresentaram sintomas.    

Por determinações da Secretaria de Estado de Saúde agora TODOS os pacientes com febre mais sintomas gripais serão notificados como suspeitos, independentemente de terem tido ou não contato com pacientes sob suspeita, ou virem de cidades com casos confirmados. 

Avalie este item
(0 votos)
Boletim diário acerca do Coronavírus em Itamarandiba 23/05/2020

O Comitê Municipal de Prevenção e Contingenciamento de Saúde da Covid-19 torna público o Boletim Epidemiológico do dia 23/05/20, sábado. 

Itamarandiba/MG: 

•CASOS NOTIFICADOS: 38 (trinta e oito) = Total de casos recebidos pela Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 17/03/20. 

•CASOS DE MONITORAMENTO CONCLUÍDO: 25 (vinte e cinco) = Casos de monitoramento concluído (casos de síndrome gripal leve que encerraram o monitoramento de 14 dias sem necessidade de coleta de material para exame conforme protocolo da SES/MG). Aqui estão incluídos os casos de resultado de teste rápido negativo.

•CASOS EM MONITORAMENTO: 08 (oito) = Pacientes com sintomas que estão sendo monitorados pela equipe de saúde de Itamarandiba. Entre estes estão os que tiveram resultado de teste rápido negativo e, ainda, não completaram 14 dias de monitoramento.

•CASOS EM INVESTIGAÇÃO: 01 (um) = Pacientes que coletaram amostras seguindo critérios da SES/MG e aguardam resultado.

•CASOS DESCARTADOS: 17 (dezessete) = Pacientes que tiveram resultado de exame laboratorial negativo para Covid-19. 

OBS: Estes foram feitos por:

a) SWAB (secreção nasal) = 05 [Método oficial de descarte do Ministério da Saúde (MS)] 

b)Teste rápido = 12 (Por não ser o método oficial de descarte do Ministério da Saúde; esses pacientes ficaram ou ficarão em monitoramento por 14 dias). 

•CASOS CONFIRMADOS: 01 (um) = Pacientes que testaram positivos para a Covid-19. Obs: Trata-se de um caso importado; a pessoa em questão foi notificada em Brasília/DF e se encontra em Itamarandiba. Todas as medidas de segurança estão sendo respeitadas.  Ressalta-se que todos aqueles que tiveram contato com o paciente positivo para Covid-19 estão sendo observados por equipe da saúde municipal. Entretanto, estes não entram nas estatísticas de monitoramento do Boletim Diário uma vez que não apresentam e/ou apresentaram sintomas.    

Por determinações da Secretaria de Estado de Saúde agora TODOS os pacientes com febre mais sintomas gripais serão notificados como suspeitos, independentemente de terem tido ou não contato com pacientes sob suspeita, ou virem de cidades com casos confirmados. 

 

Pagina 1 de 141

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região