Cruzeiro é rebaixado à Série B do Brasileiro pela primeira vez na história

Dez 09, 2019 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Pra um time que até este domingo havia vencido apenas sete partidas em 37 rodadas, a tarefa de vencer o Palmeiras, um dos elencos mais qualificados do Brasil, a missão era praticamente impossível. Para piorar, o Cruzeiro não dependia das próprias pernas para se salvar do rebaixamento: a equipe mineira precisava torcer por uma derrota do Ceará contra o Botafogo. Nem uma coisa, nem outra, e o time cruzeirense irá disputar pela primeira vez em 98 anos de história a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Após o primeiro gol palmeirense, o que passou a se ouvir no estádio eram sons de bombas. Aos 35 minutos de jogo, quando o jogo já estava 2 a 0 para a equipe paulista, o árbitro da partida entre Cruzeiro e Palmeiras decidiu encerrar a partida por falta de segurança. No Estádio Nilton Santos, Botafogo e Ceará empataram em 1 a 1, resultado esse que já garantia o time nordestino na Série A em 2020. Há relatos de torcedores feridos no confronto com a Polícia, que foram atendidos e levados ao Ambulatório do Mineirão.

O rebaixamento é uma consequência desastrosa à temporada caótica dentro e fora de campo. Se os primeiros meses de 2019 seguiam a toada dos últimos anos – o Cruzeiro foi bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018 -, no restante da temporada o Cruzeiro viveu um processo de decadência que, não por coincidência, começou com uma denúncia de corrupção de dirigentes celestes.

O título do Campeonato Mineiro e a boa campanha na fase de grupos da Libertadores fizeram o time cruzeirense ser muito elogiado no início do ano, mais precisamente até o mês de abril. Em maio, começaram os problemas. Uma investigação da Polícia Civil resultou em uma denúncia de transações irregulares e uso de empresas de fachada para ocultar crimes cometidos dentro do clube. Isso gerou enorme instabilidade na equipe e não demorou para que os maus resultados aparecessem.

Após a Copa América, o Cruzeiro foi eliminado da Libertadores pelo River Plate e da Copa do Brasil pelo Internacional. A campanha no Brasileirão foi ruim desde o início, mas no clube sempre prevaleceu a certeza de que quando a equipe se dedicasse com afinco à competição, as vitórias surgiriam. Mas não surgiram.

A troca de Mano Menezes, bicampeão da Copa do Brasil, por Rogério Ceni resultou em um desastre. O jovem técnico não conseguiu domar as “feras” do elenco, especialmente Thiago Neves, e durou pouco no cargo.

A seguir, chegou o veterano Abel Braga, muito mais agradável para os atletas, mas o carioca não foi capaz de tirar o Cruzeiro do buraco.

A três rodadas do fim, chegou Adilson Batista, antigo ídolo da torcida celeste. Fonte Veja 

Redação

O Vale Hoje - A mesma qualidade para diversas realidades!

Website.: www.ovalehoje.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeEsporte & LazerArbitro itamarandibano Fernando Roberto, irá apitar uma partida de futebol televisionada pelo SPORTV