Cotidiano
Avalie este item
(0 votos)
Caminhão invade casa no bairro Primeiro de Maio em Itamarandiba, ninguém ficou ferido

Na noite desta segunda-feira, 16 de novembro, um caminhão invadiu uma casa na Rua Santa Joana, bairro Primeiro de Maio em Itamarandiba.

Segundo moradores, o caminhão estava em uma oficina trocando peças e desceu desgovernado, batendo de frente. 

O caminhão atingiu a frente de uma residência, pegando a garagem. No momento do acidente não havia ninguém no local. Ficou apenas o susto devido ao impacto do caminhão e alguns estragos.

A rua ficou completamente fechada e a polícia foi acionada para registrar o fato acontecido.

Avalie este item
(0 votos)
GORDOFOBIA: Sabrina Fernandes compartilha episódios de ofensas recebidas pela internet

Um fato lamentável ocorreu com a educadora itamarandibana Sabrina Fernandes, ao sofrer bulliyng pela internet já algum tempo. A ação criminosa é feita por perfis falsos.

Já como uma ação no combate dessa prática desprezível, Sabrina Fernandes acionou a Polícia e irá até a última instância para descobrir quem anda fazendo tal ato repugnante. Sabrina acredita que com essa ação muitas pessoas que sofrem com bulliyng possam criar coragem e denunciar as autoridades para que esses criminosos não fiquem impunes

 

“Nunca fui magra padrão. Na maior parte da minha vida estive “acima do peso.” Sofro bulliyng desde a infância e isso, muitas vezes, fez com que eu fosse cruel comigo e me maltratasse, principalmente na adolescência, que é a fase de se encontrar e se sentir pertencente a um grupo. Agora, adulta, tenho uma percepção diferente sobre essas questões e ciência de que meu corpo não é público e que meu peso é um dado pessoal que só diz respeito a mim, não há porque isso incomodar ou ser desrespeitoso com os outros. Sou uma pessoa de bem, profissional competente e comprometida, amiga dos meus amigos e respeitosa com todos. Tenho recebido, nos últimos meses, uma enxurrada de ataques gratuitos. E anônimos. Isso é desprezível. Me senti invadida e violada e decidi tornar público para que outras pessoas que sofrem o mesmo que eu, possam também compartilhar sua dor e não viver mais essa tristeza sozinha. Fui até a delegacia e fiz um boletim de ocorrência e divulguei tudo nas redes sociais. Recebi muitas mensagens de carinho e apoio. Aproveito esse espaço para agradecer a todos. Me senti acolhida e tive certeza do quanto sou amada e isso me tornou mais forte. Esse episódio foi mais uma cicatriz na minha história.” Sabrina Fernandes Silva Instagram: @sa.brina.fernandes

 

Avalie este item
(0 votos)
Encontrado: Valdeci Ribeiro, 55 anos, estava desaparecido, visto pela última vez na rodoviária em Itamarandiba

Encontrado: Desde as 18 horas de ontem, 30 de outubro, o senhor Valdeci Ribeiro Rosa, está desaparecido. Ele foi visto pela última vez na rodoviária, vestido de jaqueta preta, calça jeans clara rasgada.

Familiares fizeram o registo da Polícia Militar e aguardam por notícias. Valdeci é morador da Rua Chacrinha, bairro Fazendinha em Itamarandiba. Ainda tem em seu histórico de saúde problema mental e faz uso de álcool.

O senhor já foi localizado pela família. 

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba registra morte por Dengue Hemorrágica, Secretaria de Saúde faz alerta quanto as medidas de prevenção

Hoje, 22 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou uma nota oficial confirmando uma morte por dengue hemorrágica. O óbito ocorreu no dia 21/10. Confira a baixo a nota na íntegra sobre a morte.

Avalie este item
(0 votos)
Polícia Militar de Itamarandiba prende homem por porte ilegal de arma dentro de um táxi

A Polícia Militar de Itamarandiba prendeu um homem, suspeito por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, nesta terça-feira, 20 de outubro.

Durante operação Batida Policial, a guarnição foi contatada pelo SD Andrade, o qual estava de folga, a quem relatou que visualizou um indivíduo de passageiro em um táxi, que o mesmo com várias denúncias de mercancia ilícita de entorpecentes, que a suspeita de transportar algo ilícito seria real.

De posse das informações, foi mobilizado a guarnição do turno e PMs de folga; que através de uma ação célere, realizaram a abordagem do táxi e lograram êxito em localizar uma garrucha embaixo do banco do passageiro, vindo o suspeito assumir a propriedade da arma. Vale ressaltar que o taxista não sabia das intenções do suspeito abordado pela PM e estava na rotina de seu trabalho. 

Participaram da ação TEN Caldeira, SD Petronio, SD Arthur, SD Siste, SD Andrade e SD Silveira.

Avalie este item
(0 votos)
Moradores dos bairros Cidade Jardim e São Geraldo reclamam da falta de água há mais de sete dias. Município acionou a justiça para obrigar a COPASA a normalizar o serviço

A falta de água recente em toda a cidade ainda não acabou para muitos moradores, é o caso de algumas famílias no bairro Cidade Jardim e alto do bairro São Geraldo.

Na quarta-feira, 07 de outubro, um transformador que permite o fornecimento de água pela Copasa à cidade foi danificado por raios. Após alguns dias, ainda no sábado, o transformador foi ligado, fazendo a água voltar para uso da população. O fato causou revolta de toda população e ainda um manifesto do prefeito municipal, para abrir uma sindicância contra a empresa.

Hoje, 14 de outubro, muitas casas já voltaram a receber o abastecimento de água normalmente, mas ainda assim, muitas casas que ficam no alto da cidade não recebem uma gota de água há mais de sete dias.

Os moradores relatam que têm que tomar banho na casa de parentes, enquanto a limpeza da casa e roupas ficam em segundo plano. Há relatos de pessoas que não tomam banho há dias, sendo que, em meio à pandemia do covid-19, um dos principais fatores de risco é justamente a falta de higiene.

Os moradores da Rua Bahamas, no bairro Cidade Jardim, relatam que estão em uma situação complicada e não entendem o porquê de algumas casas da Rua Colômbia terem água à noite, pois são ruas próximas, e nas casas mais abaixo não há uma gota de água para beber.

Nossa reportagem foi até o escritório da Copasa, mas, em razão da pandemia, o local se encontra com atendimento restrito.

A Prefeitura Municipal, por sua vez, manifestou que vem adotando todas as medidas administrativas e até judiciais para que a COPASA normalize o abastecimento público na cidade, uma vez que já se extrapolou, em muito, o prazo razoável para a manutenção dos equipamentos e saneamento da prestação defeituosa do serviço.

De acordo com o procurador do Município, Dr. Pedro Afonso, foi ajuizada uma ação civil pública em face da COPASA, no intuito de garantir o abastecimento alternativo da população e a completa normalização do abastecimento que já afeta, inclusive, os serviços públicos essenciais de saúde.

No fechamento desta reportagem, o Itamarandiba Hoje obteve a informação que o Poder Judiciário local acolheu o pedido do Município, sendo publicada no final da tarde deste 14/10 uma decisão liminar que obriga a COPASA  a normalizar o serviço de abastecimento na cidade, no prazo de 24h, além de garantir o abastecimento alternativo à população afetada até a normalização completa dos serviços. A empresa ainda será cientificada da decisão.

Acesse o link e confira a decisão: 

https://drive.google.com/file/d/1Kk0kfaFMI1L5ZdvpoQI95zjfrXoqxor-/view?usp=sharing

 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeCotidianoConfirmada quarta morte por complicações da Covid-19 em Itamarandiba, trata-se de uma pessoa idosa, 85 anos