Política
Avalie este item
(0 votos)
Em reunião Ordinária na Câmara Municipal, representantes da AMBJ e AMIT fazem uso da palavra

Vários assuntos foram tratados na reunião Ordinária realizada na noite de sexta-feira (14/06), dentre eles, a aprovação do Projeto que permite o Poder Executivo firmar convênio com o Hospital Itamarandiba no valor de vinte salários mínimos, a aprovação do Projeto de lei com relação à doação no valor de 10 mil reais do Poder Executivo para a AMIT e o convite recebido para participar da Assembléia da AMBJ no mês de agosto.
Esteve presente o Presidente da Câmara – Eduardo César Moreira, e os vereadores; Antônio de Pádua Lemes, Ciderley Nunes Cena, Claudinei das Almas Cena, Jacinto de Fátima Alves, Jair Francisco Lopes, José Adauto Carneiro, José de Fátima Meira, Marcos Antônio Morais, Sebastião de Oliveira, Valdir Santos Teixeira, Vanderlei Carneiro Fernandes e Sebastião Antônio Amaro, o Sr.Elvis Ferreira Mourão - Presidente da Associação do Marchador de Itamarandiba, Sr.Válber de Miranda Santos - Presidente da Associação dos Moradores do Bairro Bom Jesus, membros do grupo Democraticamente Correto e demais cidadãos.
A AMBJ irá realizar no mês de agosto uma Assembléia Geral, e o Sr. Válber de Miranda Santos – Presidente da AMBJ fez o convite em plenário aos vereadores, que compareçam no dia 7 de agosto às 8hs na reunião. Também falou sobre a Associação e seus objetivos. “A AMBJ a principio foi criada para atuar na regulamentação fundiária do Bairro, que a gentes está hoje em um processo de regulamentação fundiária e a luta pelo um bem comum do bairro, lutar pela melhoria da vida, no dia-a-dia, lutar pela sociedade em geral. A luta pelo bem estar de cada um, a busca do associativismo por que só assim a gente consegue uma vida melhor e viver em uma sociedade melhor” ressaltou.
Hoje a AMIT, realiza um trabalho social, pois em todos os eventos por ela promovidos, são beneficiadas entidades filantrópicas que têm uma participação dos lucros gerados, com objetivo de trazer benefícios sociais para Itamarandiba e também como foco principal a visibilidade das atividades da eqüinocultura no município. “A AMIT é uma associação que foi criada para desenvolver um evento de concurso de marchas, ou seja, desenvolver a eqüinocultura do agronegócio, trazer melhorias de genética e desenvolvimento dessa atividade rural, que é uma área que tem um grande número de simpatizantes, todo mundo na área rural tem simpatia pela eqüinocultura, então seja, enriquecer o que era quase que invisível em Itamarandiba, trazer um fortalecimento para essa atividade, uma visão e melhorar geneticamente e em qualidade o rebanho da eqüinocultura em Itamarandiba” disse Elvis Ferreira Mourão – Presidente AMIT.
Ao final da reunião o Presidente da Câmara - Eduardo Moreira, disse que foi uma reunião especial e que a Câmara precisa do apoio e participação das demais associações existentes e da população, parabenizou a AMBJ, AMIT, o grupo Democraticamente Correto e as pessoas que fizeram presentes na reunião e deu por encerrada a sessão.
 

Avalie este item
(0 votos)
Reunião na Câmara Municipal tem explanação sobre Projeto de Planejamento Urbano

Na tarde de quarta-feira (05/06), na Câmara Municipal de Itamarandiba, o Sr. Cleber – Engenheiro da Fundação Israel Pinheiro concedeu uma palestra sobre o planejamento urbano do município. Estiveram presentes o Sr. Eduardo Moreira – Presidente da Câmara e os vereadores; Ciderley, Jair Lopes, José Adauto, Sebastião Oliveira, Antônio de Pádua, Jacinto e José Meira, o vice- prefeito – Valdessí Fernandes e os Secretários e Assessores municipais também se fizeram presentes.
O recadastramento imobiliário e geoprocessamento foram tópicos explanados pelo Sr. Cleber, que também falou do mapa do município, atualizações de cartografias, atualização da estrutura urbana para planejamento e atualizações dos imóveis da cidade que estão defasados.
“A importância desse trabalho é a informação dentro do município, a respeito da estrutura da cidade e dos imóveis que estão defasados na prefeitura. A própria lei de responsabilidade fiscal obriga o prefeito a executar esse serviço para atualizar os dados, para transação de imóveis, cobranças de IPTU, cobrança de alvará, taxas de serviços que são prestados a comunidade, pois a prefeitura também está com esses dados defasados. Ela vai atualizar o que servirá para o planejamento urbano, uma vez que o mapa do município não está georreferenciado e hoje todas as normas do Ministério da Cidade estão obrigando os municípios a fazerem esse tipo de trabalho" disse o Sr. Cleber- Engenheiro da fundação Israel Pinheiro.
O geoprocessamento é o processamento informatizado de dados georreferenciados. Utiliza programas de computador que permitem o uso de informações cartográficas (mapas, cartas topográficas e plantas) e informações a que se possa associar coordenadas desses mapas, cartas ou plantas.
Hoje a massificação do geoprocessamento é muito grande, após o surgimento do Google Mapas entre outros, uma verdadeira revolução está acontecendo. Pessoas que até então não tinham qualquer contato com ferramentas GIS, de uma hora para outra podem ter acesso a qualquer parte do planeta por meio de aplicações que misturam imagens de satélite, modelos 3D e GPS, sendo que o usuário necessita apenas ter conexão à internet.
Num país de grande dimensão como o Brasil, com uma grande carência de informações adequadas para a tomada de decisões sobre os problemas urbanos, rurais e ambientais, o geoprocessamento apresenta um enorme potencial, principalmente se baseado em tecnologias de custo relativamente baixo, em que o conhecimento seja adquirido localmente.
Hoje em torno de 80% dos municípios brasileiros não estão adequados as normas estabelecidas. Para que isso aconteça o primeiro passo seria o cadastramento técnico através de boletim imobiliário e de logradouro.
O boletim de cadastro imobiliário (BCI) é obrigatório pelos municípios e as informações desse boletim hoje se encontram defasadas. O BCI serve como base para cobranças tributárias justas.
O Boletim de logradouros (BL) serve para atualizações sobre a infra- estrutura do município, se as ruas são pavimentadas, abastecimento de água potável etc.
A falta de sinalização é um problema com o qual a cidade sofre há vários anos, segundo o Sr. Eduardo Moreira a Câmara Municipal já fez cobranças junto à Prefeitura buscando melhorias neste ponto, e obteve a resposta de que um estudo técnico já está sendo providenciado para a solução do problema.
 

Avalie este item
(0 votos)
1° Encontro Regional Entre Grupos de Formação Política é realizado em Itamarandiba

O Primeiro Encontro Entre Grupos foi um marco na história de Itamarandiba, sendo expostos e discutidos diversos assuntos relacionados à política de um modo geral. O evento aconteceu no salão de eventos do Centro Social Mali Martin, no Bairro São João Batista, durante o período da manhã e tarde de domingo (02/06).
O evento contou com a participação de representantes das cidades de Belo Horizonte, Buritizeiro, Água Boa, Santa Maria, Contagem, Pirapora e o grupo anfitrião “Democraticamente Correto” de Itamarandiba, além da Sra. Cláudia Gonçalves Pereira – Mestre em ciência política pela UFMG e das presenças de Advogados, Vereadores e diversas pessoas da sociedade.
Em um primeiro momento, o evento teve relatos e trocas de experiências entre todos os grupos participantes . O Sr. Gilson Hosana – Membro do Grupo Democraticamente Correto fez seus agradecimentos e falou sobre o objetivo do encontro, “Quero agradecer aos colegas de Grupo que não mediram esforços para a realização deste evento... Muitos clamam por mudanças, mas, espera por um passe de mágica, ninguém quer sair da zona de conforto. Mas continuam reclamando! Nossa cidade, como tantas outras neste País, vive a inobservância das leis em todas as esferas. Mas vamos tratar de duas Casas que devem observar e fazer observar, a Casa Legislativa e Executiva. Ficam aqui a ressalva, os problemas na estrutura legislativa, por hora, não são por culpa desta administração nem da atual legislatura; só será se eles não derem espaço para que as coisas sejam feitas de acordo com as leis. Seremos parceiros na estrutura legislativa do nosso município e convidaremos os munícipes para compor este Grupo”.
Em seguida a Sra. Cláudia Gonçalves Pereira – Mestre em ciência política pela UFMG ministrou uma palestra abordando o contexto que envolve a política atual, também falou sobre a importância do evento, “A importância desse evento, é que promove a discussão e fortalece essa idéia de organização, por que às vezes no próprio dia-a-dia do movimento as pessoas acabam perdendo isso, então é um momento que as pessoas param para refletir, trocar experiências e isso acaba sendo muito benéfico, por que trás uma vitalidade, uma vontade de fazer de uma forma diferente e fazer melhor a partir das experiências que são trocadas” disse.
Perguntada a Sra. Cláudia Gonçalves sobre quais os mais importantes tópicos citados na palestra ela respondeu. ”A questão da cidadania, de entender que cidadania e muito importante e a gente vive a cidadania no dia-a-dia, em quanto nós restringir a cidadania em idéia de votar, a gente está caminhando no sentido errado, cidadania é cobrar direito e também cumprir deveres no nosso dia-a-dia”.
Ao final dos trabalhos os participantes se reuniram para estipularem metas a serem seguidas por cada grupo e fizeram suas considerações finais.
 

Avalie este item
(0 votos)
Prefeitura de Itamarandiba realiza audiência pública para discutir o Plano Plurianual do município 2014-2017

Aconteceu na noite desta sexta-feira (26/07), no Salão de Festas do Clube Florae, uma audiência pública com intuito de discutir o Plano Plurianual do município-(PPA) 2014-2017, que consiste na elaboração de metas para o município executáveis nos próximos quatro anos, o plano deverá ser elaborado pelo poder Executivo e enviado para votação na Câmara de Vereadores.
Estiveram presentes o Sr. Erildo do Espírito Santos Gomes - Prefeito de Itamarandiba, o Vice- Prefeito – Valdessí Fernandes, representantes do poder legislativo como Vice – Presidente da Câmara – Jacinto De Fátima e demais vereadores, representantes de Sindicatos, Polícia Militar, Associações, Servidores Públicos, Produtores Rurais, Entidades filantrópicas como APAE e AAMAR, Representante da OAB, Líderes religiosos, Comerciantes e várias pessoas da sociedade Itamarandibana.
A reunião foi conduzida pelo Chefe de Gabinete - Sr. Alberto Veras Gomes Junior, que passando a palavra ao Prefeito Erildo, este cumprimentou todos os presentes e falou sobre sua gestão e os feitos realizados durante os sete primeiros meses de governo, apresentando melhorias já alcançadas em diversos setores. A população compareceu em grande número, sendo que horas antes da reunião, estes se inscreveram para apresentar sugestões ao PPA.
Foram recebidas recomendações de diversos segmentos da sociedade como, ACIAI/CDL, Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Comunidade de Pinheiros, Associação de Apicultores de Itamarandiba (APITA), Associação dos Moradores do Bairro Primeiro de Maio, Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Conselho Municipal de Saúde, AMBJE, SINDISITA, Associação do Córrego Fundo e Adjacentes, Associação da Lagoa do Bonga e Canela Dema, Grupo de Jovens “Resgate do Pai” e o Sr. Ronaldo de Jesus como morador do Distrito de Contrato.
Após dado o pontapé inicial, o governo municipal firma o compromisso de valorizar a participação popular, observando as várias situações levantadas na reunião como o Projeto de construção de rede pluvial em ruas do Bairro Primeiro de Maio, restauração da Igreja do Rosário e outros patrimônio histórico, melhorias para os moradores do Bairro Bom Jesus em diversas áreas, melhorias para funcionários públicos municipais, reestruturação do Hospital Municipal e outras melhorias na área da Saúde, reformas de estradas e melhoria na área de educação na localidade de Córrego Fundo entre outras recomendações feitas pelos inscritos.
Vale ressaltar a importância da participação popular, pois é para os cidadãos que se destinam as melhorias buscadas, e são estes que conhecem suas necessidades sendo assim, apresentar sugestões é colaborar com a construção de uma cidade melhor, proporcionando melhor qualidade de vida para toda a comunidade.
 

Avalie este item
(0 votos)
Câmara dos Vereadores autoriza parcelamento da Prefeitura junto a CEMIG para aquisição de 530 braços para iluminação pública equipados de luminárias fechadas e lâmpadas

Em Reunião Extraordinária, Câmara autoriza parcelamento da Prefeitura junto a CEMIG Distribuição S/A na manhã desta segunda-feira (22), onde se fizeram presentes o Presidente da Câmara - Eduardo Moreira e os Vereadores; Vanderlei Carneiro Fernandes, Sebastião Antônio Amaro, Jair Francisco Lopes, Antônio de Pádua Lemes, José de Fátima Meira, Jacinto de Fátima Alves e Sebastião de Oliveira.
A fim de discutirem e aprovarem o Projeto de Lei que visa à contratação por parte da Prefeitura de Itamarandiba através da CEMIG a aquisição de 530 (quinhentos e trinta) braços para iluminação pública equipados com luminárias fechadas e lâmpadas a vapor de sódio de 100 watts, para serem instaladas em postes de diversas ruas do Município de Itamarandiba.
Em uma negociação com a CEMIG a Prefeitura através do Prefeito Erildo Gomes conseguiu que a obra fosse parcelada. A instalação de luminárias nas ruas de Itamarandiba é de extrema importância, pois a falta de iluminação pública nas ruas contribui significativamente para as práticas de crimes.
Além da criminalidade a falta de iluminação prejudica os moradores que trafegam à noite pelas ruas sejam para trabalho ou estudo, dificultando o trajeto até seu destino.
Vale ressaltar que o Projeto apenas instala braços e luminárias em postes já existentes, uma vez que essa foi à preocupação de muitos vereadores presentes.
Para o caso de pontos que não existem postes fixados como exemplo as intermediações da Creche São Geraldo, Avenida que liga ao Parque de Exposições e outros mais existentes, há um procedimento para implantação dos mesmos, na qual o pedido é encaminhado a Prefeitura e posteriormente para a CEMIG, que fará a execução do serviço na extensão da rede.
 

Avalie este item
(0 votos)
Vereadores participaram de reunião com Agente de Relacionamento da CEMIG, para solucionar problemas de abastecimento de energia elétrica em Itamarandiba

Vereadores e representantes do Executivo participaram de uma reunião juntamente com o representante da Cemig Sr. Reinaldo Vilela – Agente de Relacionamento com o Poder Público para resolver o problema do abastecimento de energia elétrica no município de Itamarandiba. A reunião aconteceu nesta quinta-feira (11/04) na Câmara Municipal e foram expostos os problemas detectados e suas soluções. A Cemig está começando no início de 2013 o reforço do sistema dos alimentadores para atender o município de Itamarandiba e a zona rural, com a construção de quatro (04) bancos de reguladores de tensão para melhorar o nível da energia elétrica em Itamarandiba. Também paralelamente está sendo elaborado um projeto de construção de um alimentador expresso com a contenção de 34,5KV, esse alimentador irá ligar a subestação de Capelinha ao município de Itamarandiba reforçando o sistema em aproximadamente 5MVA e que segundo o representante da Cemig dará para suportar a carga até que se comece a construção da subestação de energia que está prevista para 2017. Os investimentos que já estão sendo feitos têm o valor de quatro milhões de reais, e conta com a previsão para o termino das obras em meados de 2014, caso não haja nenhuma interferência como embargo judicial ou problema ambiental. “Vão ser instalados quatro reguladores de tensão, com isso vai triplicar o nosso atendimento que irá passa para 34KV. A preocupação da Câmara é que há vários anos a população reclama e agora través do encontro com o Sr. Reinaldo a pedido até mesmo da intervenção do Senhor Prefeito, nós tivemos na Câmara para tratar desse assunto é ficamos muito satisfeitos com a explanação do Sr. Reinaldo e colocou-se a disposição do município para qualquer eventualidade” disse Eduardo Cesar Moreira – Presidente da Câmara.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomePolítica