Política
Avalie este item
(0 votos)
Vereadora Marlene Moreira presta contas de suas diárias  e faz retrospectiva do ano de 2018

Fazendo uma retrospectiva em 2018, a veadora Marlene Moreira relembra fatos marcantes em sua trajetória de lutas em prol da população de Itamarandiba.  

O compromisso com a APAE continuou: fez a doação da diferença do subsidio totalizando, até a competência de novembro, em R$ 3.138,20. Deixa claro que foi a única vereadora a votar contra o aumento no salário em 2017 e a doar toda a diferença. População teve uma grande conquista em 2018, pois não foi colocado em votação o aumento em 2018 – economia aos cofres públicos.
 
Fez diversas outras doações como de: cestas básicas, ajuda de custo para medicamentos, consultas, exames, materiais de construção, pagamento de contas de água e luz. Doou a totalidade de seu subsídio da competência de novembro de 2018 na importância de R$ 4.708,36 para o Centro Social Mali Martin, além de contribuir mensalmente para esta grande obra que a entidade vem desenvolvendo ao longo dos anos às nossas crianças e adolescentes.
 
Fez diversas outras doações como: cestas básicas; ajuda de custo para pagamentos de: medicamentos, consultas, exames, contas de água e luz; doações de materiais de construção;, ajuda financeira e matérias de construção às associações totalizando todas as doações no ano de 2018: R$ 13.225,35.
 
Conseguiu doações de gêneros alimentícios, vestuários e roupas de camas para casas de acolhimento de nossos idosos.
 
Foi feito diversos requerimentos atendendo às reivindicações da população como por exemplo: calçamentos de ruas, termino de obras, melhorias em cemitério, extensão de redes elétricas e colocação de lâmpadas em postes, dentre várias outras.
 
Elaborou vários projetos organizando as ruas dos Bairros Florestal e Sebastião Martins Ramos. Fez indicação de projetos como combate ao assédio Moral no serviço público.
 
Lutou bravamente para manter seu mandato, pois o teve  quase cassado, informando que com a graça de Deus e o trabalho dos advogados conseguiu barrar o processo de cassação na câmara municipal. Isso tudo após ter votado contra o aumento do salário do subsídio. Além disso, foi denunciada por doar as suas diárias.
 
Entrou com diversos requerimentos de informações, procurando sempre fiscalizar os atos do poder executivo.
 
Entrou duas vezes com representação na câmara Municipal cobrando do prefeito a prestação de contas, levou representações ao Ministério público e número de servidores por leitos no Hospital Municipal. 
 
Sempre cobrando as demandas dos servidores públicos municipais, reivindicando melhorias salariais e melhores condições de trabalho.
 
É grande a demanda da população. “São grandes os desafios a serem enfrentados, mas é grande o poder de Deus em minha vida, pois tenho certeza, de que só estou na vereança pela graça de Deus.” Fala da vereadora Marlene Moreira
 
Agradeço a Deus pela vida de todos, bem como agradeço a todos pela confiança a mim depositada. Enquanto estiver na vereança estarei fiscalizando, cobrando, solicitando ao executivo que atenda a demanda de todos, estudando os projetos de lei e elaborando leis justas para todos.
 
A vereadora e sua família deseja a todos um abençoado e Próspero 2019 e peço a nosso Deus todo poderoso, em nome de Jesus, que derrame bênçãos poderosas sobre todos nós. FELIZ NATAL E UM ABENÇOADO 2019. DEUS ABENÇOE E PROTEJA TODOS NÓS.
 
Avalie este item
(0 votos)
Câmara de Itamarandiba inaugura recepção “Diva Ramires Oliveira” e Rádio Legislativa FM 95,9

Na quinta-feira 27/12, última sessão Solene do ano de 2018, a Câmara Municipal realizou a inauguração das novas instalações da Recepção que recebeu no nome de Diva Ramires Oliveira, e também da Rádio Legislativa Fm 95,9.

A Inauguração contou com vários familiares de Dona Diva, entre filhos e netos, que ficaram emocionados com a homenagem feita pelo Legislativo. A família foi representada pelo senhor Neuber Geraldo, que lembrou saudosamente de sua mãe, emocionando a todos. Outro ponto marcante foi a homenagem prestada à Dona Diva por José da Conceição Meira. 
 
Todos vereadores fizeram questão de fazer o uso da palavra para também prestar suas homenagens.
 
Após o encerramento da Sessão foi feita a inauguração oficial da recepção com o descerramento da placa, onde também foi colocado um quadro de Dona Diva, pintado pela artista Sebastiana Campos.
 
Após a recepção, foi a vez da Rádio Legislativa, projeto que se iniciou em 2015, e após muito trabalho, projetos foi inaugurada com muita alegria pelos vereadores, que exaltaram o trabalho da presidente em continuar firme com o projeto da Rádio Câmara.
“ São dois sonhos se realizando, a nova Recepção, onde a população poderá ser melhor atendida, e homenagear uma pessoa tão querida, com quem tive a oportunidade de trabalhar que é Dona Diva, e a Rádio Legislativa, que é um sonho de todos nós, com certeza mais um veículo de comunicação que vai levar informação e entretenimento a toda Itamarandiba e região.” Afirmou Lourdes Gomes - Presidente da Câmara. 

 

Avalie este item
(0 votos)
Câmara de Itamarandiba devolve mais R$ 210 mil. Em 2 anos foram R$ 955 mil devolvidos ao município

Em Sessão Solene realizada nesta quinta-feira 27/12 no Plenário José Sena Neto, com a Presidente Lourdes Gomes e todos vereadores realizaram a entrega de um cheque no valor de R$ 210.000,00 (Duzentos e dez Mil Reais) ao vice-prefeito Lete Monteiro, valor este da economia realizada pelo Legislativo Municipal. Essa é a terceira devolução feita em 2 anos.

No final de 2017 foram devolvidos R$ 445.000,00 (Quatrocentos e Quarenta e cinco mil reais), dos quais parte foram utilizados para comprar um ônibus para transporte dos pacientes que fazem tratamento fora do domicílio. Em novembro desse ano R$ 300.000,00 ( Trezentos mil reais) que foram utilizados para complementar a folha de pagamento dos servidores municipais, e agora são R$ 210.000,00 (Duzentos e dez mil reais), uma soma de R$ 955.000 ( Novecentos e cinqüenta e cinco mil reais).

Em áudio divulgado em redes sociais o prefeito Luiz Fernando Alves ressaltou a importância da devolução do dinheiro que será utilizado para pagamento dos professores da rede Municipal. A presidente Lourdes Gomes falou da importância da economia feita durante esses 2 anos à frente da presidência da Câmara: “ Finalizo o meu mandato como presidente com a certeza do dever cumprido, trabalhamos com seriedade, transparência e compromisso com o povo. O resultado está ai, quase 1 milhão de reais devolvidos ao município. Agradeço aos meus colegas vereadores que foram parceiros nessa caminhada, e se Deus quiser daqui pra frente seguiremos mais unidos em prol do nosso município” 

Fonte: Câmara de Itamarandiba 

Avalie este item
(0 votos)
Prefeitura de Itamarandiba decreta férias coletivas para servidores municipais

A partir da próxima sexta-feira (21) servidores públicos municipais de Itamarandiba terão um período de 17 dias de férias coletivas. Sendo assim, entre os dias 21/12/2018 a 06/01/2019 ficará suspenso o atendimento ao público em alguns órgãos da Administração Municipal.  

 
A determinação foi publicada no Decreto nº4302, de 17 de dezembro de 2018, o qual explica que a iniciativa partiu da necessidade da Administração Municipal manter o equilíbrio econômico-financeiro do município; haja vista a grave crise financeira que pesa sobre as municipalidades do Estado de Minas Gerais.    
 
O Decreto estabelece, ainda, que serviços e atividades consideradas de natureza essencial, especialmente na área da saúde, limpeza urbana e repartições administrativas específicas, os serviços serão disciplinados em escala e número suficientes, por cada órgão, relativamente aos seus servidores e serviços. 
 
Para leitura e/ou impressão do Decreto 4302/2018 acesse o link: https://drive.google.com/file/d/1AhPcWw8A340zJeNr_2tlF96ZKlbDNCfx/view?usp=sharing
 
Na oportunidade a Prefeitura Municipal de Itamarandiba, juntamente com suas Secretarias e Departamentos, deseja a todos Feliz Natal e próspero Ano Novo!
 
Fonte: Ernane Frois Ascom: Prefeitura Municipal de Itamarandiba

 

Avalie este item
(0 votos)
Prefeitura de Itamarandiba inicia obras da pista de caminhada, ao lado da rodovia sentido distrito de Santa Joana

No dia 08 de dezembro, através de suas redes sociais, o prefeito de Itamarandiba Luiz Fernando, ao lado do secretário de obras, Eurípedes Vitor entre outras pessoas, divulgou fotos do inicio das obras para a construção de uma pista de caminhada.

O local escolhido foi ao lado da rodovia que dá acesso ao distrito de Santa Joana. Na foto é possível ver o local por onde está sendo aberta a passagem e a máquina trabalhando no local.

“Abaixo as fotos das obras da futura Pista de Caminhada de Itamarandiba. Teremos condições de praticar o esporte com segurança e tranquilidade”. Publicou o prefeito em suas redes sociais.

Avalie este item
(0 votos)
Prefeitos pedem 50% do Fundeb para pagamento de professores

 

O repasse aos municípios de 50% do valor do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e o pagamento integral dos recursos devidos ao transporte escolar

Essas foram as duas condições impostas por prefeitos dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri para apoiarem a criação do Fundo Extraordinário do Estado de Minas Gerais (Femeg), medida proposta pelo Governo do Estado no Projeto de Lei (PL) 5.456/18, em tramitação na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A exigência foi feita nesta quarta (5/12/18), em audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO). O deputado Neilando Pimenta (Pode) foi quem solicitou a reunião.

Além das compensações a que o Estado tem direito pelas perdas ocasionadas pela Lei Kandir, que desonerou o ICMS da exportação de produtos não-industrializados, como o minério, a receita do Femeg será constituída por outros créditos de natureza não tributária, como os decorrentes de precatórios devidos pelos municípios e créditos judiciais devidos pela União provenientes de decisão com trânsito em julgado até a publicação da lei.

O prefeito de Ponto dos Volantes e presidente da União dos Prefeitos dos Vales do Jequitinhonha, Leandro Santana, criticou a intenção de criação do fundo, ao dizer que os recursos mencionados pelo projeto não existem. “Buscamos esse acordo, que inclui o Fundeb e o transporte escolar, antes da votação em 2º turno, na semana que vem. Pedimos o direito fundamental dos professores receberem seus salários. O governo está se apropriando do que não é dele. Não é favor nenhum pagar o ICMS aos municípios”, frisou.

O prefeito de Itinga e presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Jequitinhonha (Ameje), Adhemar Marcos Filho, reclamou da ausência de representantes do Executivo estadual à reunião. “É uma admissão de culpa, eles sabem do crime que estão cometendo. Essa lei não tem interesse nenhum nos municípios. Esse fundo não existe, temos de ficar atentos a isso. Se nossas instituições em Minas não estão funcionando, como o Ministério Público e o Tribunal de Justiça, talvez seja a hora de partir para Brasília”, opinou.

O prefeito de Itamarandiba e presidente da Associação dos Municípios do Alto Jequitinhonha (Amaje), Luiz Fernando Alves, ressaltou, por sua vez, que apenas o pagamento do ICMS devido não será suficiente para os municípios. “As cidades pobres têm uma arrecadação ínfima. Precisamos pagar o transporte escolar, um serviço já prestado e que está com quatro meses de atraso. Esse fundo privilegia cidades ricas. E esses prefeitos não estão aqui. O que estamos pedindo não vai além do minimamente justo”, completou.

Deputados criticam acordo com governo

O deputado Carlos Henrique (PRB) anunciou que o governo teria firmado acordo verbal com deputados e representantes da Associação Mineira de Municípios (AMM) para, na próxima segunda-feira (10), quitar a dívida relacionada ao ICMS e ao IPVA aos municípios mineiros.

De acordo com o parlamentar, o descumprimento desse acordo implicará na não aprovação do projeto em 2º turno. “Só temos a lamentar o descaso do governo frente ao cumprimento dessa obrigação constitucional”, observou.

Um dos líderes da oposição, o deputado Gustavo Valadares (PSDB) disse que o principal objetivo da matéria é “livrar a pele do governo” e que nem esse nem qualquer outro acordo será cumprido por parte do Executivo. “Eles perderam a eleição, não têm compromisso nenhum com vocês. Mas a batalha ainda não está perdida. O projeto só será votado em 2º turno semana que vem. Mantenham a pressão e não acreditem enquanto o dinheiro não estiver na conta. Ainda temos condições de derrotar o governo”, salientou, ressaltando que não é a favor da aprovação do Femeg. Fonte: ALMG 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomePolítica