Integrantes do Movimento SOS que lutam pela recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Fanado visitam Aperam BioEnergia

Out 05, 2018 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

A Aperam BioEnergia caminha junto às iniciativas que visem o bem coletivo. Como parceira do Movimento SOS Fanado em diversas ações, a empresa recebeu os representantes da organização não governamental em suas unidades de Capelinha e Minas Novas, no último dia 24 de setembro. A visita trouxe a oportunidade de fortalecer a parceria e apresentar os processos produtivos do carvão vegetal, incluindo a cultura do eucalipto e as boas práticas da empresa em projetos ambientais e sociais.

O Movimento SOS Fanado luta pela revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Fanado, que corta os municípios de Minas Novas, Turmalina, Capelinha e Angelândia, no Vale do Jequitinhonha. Atualmente, a Aperam BioEnergia apoia as ações do Movimento SOS Fanado com a doação de mudas nativas e madeira para cercamento e recuperação das nascentes. Também participa das discussões do SOS Fanado Cultural, que visa ações culturais e educativas para estudantes sobre a preservação do meio ambiente.

Segundo o gestor de Responsabilidade Social da Aperam BioEnergia, Raimundo Lima, a empresa contribui com todo tipo de ação que tenha como principal objetivo a realização de práticas sustentáveis.

“O foco de todo nosso trabalho é produzir carvão vegetal por meio de uma gestão sustentável, com as florestas de eucalipto 100% renováveis. É por isso que sempre estaremos ao lado de mobilizações que reivindicam a preservação da biodiversidade, pois assim vamos ajudar a construir um futuro melhor para todos”

Raimundo Lima | Gestor de Responsabilidade Social da Aperam BioEnergia

Conhecendo a Aperam BioEnergia

O grupo foi recepcionado pela equipe da área de Responsabilidade Social da Empresa e, na oportunidade, os visitantes puderam conhecer a cadeia produtiva do Aço Verde Aperam. A comitiva também percorreu a Unidade Produção de Energia Renovável (UPER) Lagoa, localizada em Minas Novas, onde é realizada a etapa final da produção do carvão vegetal. Na região da Forquilha, os convidados conheceram uma área recuperada pela Empresa e o processo de subsolagem desenvolvido pela área de Silvicultura. Em seguida, observaram o processo de colheita mecanizada do eucalipto.

Uma das fundadoras do Movimento SOS Fanado, a diretora da Escola Estadual Doutor Agostinho da Silva Silveira, Terezinha Fernandes Barbosa de Figueiredo, integrou a comitiva que visitou a Aperam BioEnergia.

“Vi a Aperam nascer, há mais de 40 anos. Me emociono ao vê-la, hoje, com tantos investimentos em tecnologias para preservação do meio ambiente, de matas nativas, recuperação de áreas degradadas, conservação das reservas e, principalmente, fazendo uso correto da água. A forma de gerir e o cuidado com os empregados são fatores que também se destacam dentro da empresa”

Terezinha Fernandes Barbosa de Figueiredo | Diretora da Escola Estadual Doutor Agostinho da Silva Silveira

Movimento SOS Fanado

O Movimento SOS Fanado foi criado em junho de 2017 a partir de ações realizadas nas escolas de Minas Novas, com o objetivo de preservar a água do rio Fanado e fazer o destino correto de entulho e dos efluentes. Com o projeto, os estudantes envolveram as lideranças do poder público e entidades não governamentais dos municípios de Minas Novas, Turmalina, Capelinha e Angelândia, o que potencializou as ações do movimento de recuperação do rio Fanado.

Redação

O Vale Hoje - A mesma qualidade para diversas realidades!

Website.: www.ovalehoje.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da RegiãoIntegrantes do Movimento SOS que lutam pela recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Fanado visitam Aperam BioEnergia