Aperam BioEnergia: Caixas de contenção contribuem com preservação de nascentes nos municípios de Itamarandiba, Turmalina, Minas Novas, Veredinha e Capelinha

Mai 10, 2018 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Iniciativas que contribuem com a preservação dos recursos naturais, em especial, as nascentes, que são fontes de abastecimento de água de várias comunidades do Vale do Jequitinhonha, recebem atenção especial e investimentos da Aperam BioEnergia. Entre as principais intervenções estão as barraginhas, também chamadas de caixas de contenção, construídas e monitoradas, pela Empresa nas regiões de Itamarandiba, Turmalina, Minas Novas, Veredinha e Capelinha.

A técnica é uma das ações do programa “Água Nossa de Cada Dia” e colabora significativamente com o equilíbrio ambiental da região. Ela funciona como um reservatório, que a partir de uma cavidade escavada às margens das estradas, retém água das chuvas e os sedimentos levados por ela são retidos. Desta forma, protege as redes de drenagem e as nascentes contra o assoreamento. Com a água captada, os lençóis freáticos recebem uma recarga de água por infiltração. Além de construir, a Aperam BioEnergia monitora e repara as caixas de contenção nos cinco municípios em que atua.

É a manutenção dessas barraginhas que garante a eficácia do método, segundo explica o técnico ambiental da Aperam BioEnergia Cleberson Santos. “Nossa equipe percorre, diariamente, as áreas onde elas estão localizadas para verificar a necessidade de reparo ou construção de novas unidades”, detalha.

Para o gestor de Relações com as Comunidades, Raimundo Lima, a participação dos moradores das comunidades nas ações realizadas pela Aperam BioEnergia para a proteção das nascentes da região e das caixas de contenção, trazem resultados ainda mais positivos para as ações do programa “Água Nossa de Cada Dia”. “A Empresa constrói as barraginhas em sua área de atuação. As comunidades podem reforçar as ações, ajudando a monitorá las e, até mesmo, construindo novos reservatórios em suas propriedades rurais. Assim, poderemos recuperar e proteger maior número de nascentes e cursos d’água”, enfatiza.

Reforço

Somente nos meses de março e abril, a Empresa concluiu obras em quase 300 caixas de contenção. Em Bonfim, comunidade de Itamarandiba, foram construídas 100 novas barraginhas e outras 50 unidades já existentes receberam manutenção. Na localidade, a intervenção visa aumentar o volume de água da nascente Barro Vermelho, localizada na área da Aperam BioEnergia, que abastece a comunidade de Bonfim, onde residem 15 famílias, somando 75 moradores. A expectativa é que as barraginhas também favoreçam o renascimento de outras nascentes nas propriedades locais.

O presidente da Associação de Moradores de Bonfim, Oscar Sabino Honório, sempre observa o aumento do fluxo da nascente de Barro Vermelho quando chove e que as barraginhas se enchem. “Cada vez que são construídas novas caixas de contenção e é feita a manutenção em outras, melhora muita coisa pra gente. Temos mais água e acaba o problema de enchente. A Aperam tem sido grande parceira nos ajudando com a construção dessas barragens”, revela Oscar.

Chuvas

Tão importante quanto o abastecimento do lençol freático, as caixas de contenção também evitam os danos causados pelas enxurradas como o assoreamento dos rios e a depredação das estradas. Quando chove, as águas das chuvas arrastam a terra morro abaixo e destrói estradas, impedindo o acesso às comunidades do Vale do Jequitinhonha.

Nos últimos meses, Capelinha recebeu 20 novas caixas de contenção e em Minas Novas foram construídas 71 unidades e reparadas outras 147 barraginhas já existentes.

Segundo o presidente da associação de moradores de Palmital, Lafaiete Leres, as caixas de contenção têm impedido a ocorrência de enchentes. “Elas têm ajudado muito, pois não deixam a água da chuva descer em grande volume para as ruas da comunidade. Antes, descia um fluxo de água muito intenso e arrancava o calçamento, destruía a estrada”, lembra o morador.

Lafaiete conta que as 150 famílias da localidade têm participado ativamente das ações realizadas pela Empresa na comunidade. “Nossos esforços estão voltados para a recuperação da principal nascente da comunidade, pois já perdemos várias por não saber cuidar. A expectativa é que as caixas de contenção ajudem a aumentar a sua vazão. Depois que fizemos o curso de Recuperação de Nascentes, em fevereiro, temos monitorado-a com mais conhecimento”, declara.

Resgate

A oferta do curso de Recuperação de Nascentes, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Minas Gerais (Senar), em parceria com a Aperam BioEnergia, é outra iniciativa que favorece a preservação dos recursos hídricos do Vale do Jequitinhonha . Mais de 30 nascentes das comunidades de Itamarandiba, Minas Novas, Turmalina, Veredinha e Capelinha foram recuperadas, desde 2015. Cerca de 300 pessoas participaram das capacitações nos últimos anos e ajudaram na manutenção de fontes que já se encontravam praticamente secas.

A recuperação das áreas degradadas tem sido mais uma ação da Aperam BioEnergia que contribui com a proteção das nascentes. Nessas áreas, a empresa realiza o plantio de mudas de espécies nativas. Na região de Palmital por exemplo, a Empresa preserva uma área de reserva ambiental de aproximadamente 3 hectares.

Conscientização

O “Programa Água Nossa de Cada Dia”, cuja proposta é criar uma rede de conscientização para que todos cuidem e valorizem as áreas de preservação que mantêm os cursos d’água. O programa também visa estimular a manutenção e iniciativas para aumentar o volume de água das nascentes e garantir a preservação dos recursos hídricos.

Redação

O Vale Hoje - A mesma qualidade para diversas realidades!

Website.: www.ovalehoje.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da RegiãoAperam BioEnergia: Caixas de contenção contribuem com preservação de nascentes nos municípios de Itamarandiba, Turmalina, Minas Novas, Veredinha e Capelinha