Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba se mobiliza contra ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Em Itamarandiba a sensibilização da sociedade sobre o direito de toda criança e adolescente em desenvolver sua sexualidade de maneira segura e protegida, livre de abuso e exploração sexual, foi o foco central das ações desenvolvidas em alusão ao dia 18 de maio: Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual.
Nesse contexto, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Prefeitura de Itamarandiba, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, com apoio da Rádio Millenium, Sonorização UAI Sound, Paróquia São João Batista e Polícia Militar, promoveram, no dia 17 de Maio (sábado), grandiosa passeata com distribuição de cartilhas educativas aos comerciantes locais e transeuntes.

Cerca de 400 pessoas foram mobilizadas para a caminhada. Com apitos, faixas e cartazes elas se concentraram na Praça Tancredo Neves e em seguida percorreram as principais vias da cidade até a Praça dos Agricultores. Além de crianças e adolescentes, o movimento contou com a presença do Prefeito de Itamarandiba, Erildo Gomes, Primeira-dama, Arlete Bonfim, Vice-prefeito, Valdessi Fernandes, Presidente da Câmara Municipal, Eduardo Moreira, Conselheira tutelar, Geralda Silva, Secretária Municipal de Educação, Jane Abreu, profissionais dos CRAS’s São Geraldo e Fazendinha, Secretária Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, Cássia Fernandes, e ainda, com a participação de representantes de várias instituições, dentre elas: Centro Social Mali Martin, APAE, Pólo UAB/Itamarandiba, Centro de Referência Sócio Infantil (CASI), Escola Estadual Teodorinho Fernandes e Escola Estadual Coronel Jonas Câmara.

Observando que a mobilização foi uma maneira encontrada para atentar a sociedade ao problema que afeta pessoas de todas as classes sociais, o Prefeito, Erildo Gomes, destacou que o dia 18 de Maio, foi escolhido para lembrar a sociedade brasileira que é preciso combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Ele aproveitou para ressaltar que o movimento, realizado em Itamarandiba, tem como propósito alertar e sensibilizar a sociedade, pais e infantojuvenis quanto à necessidade de todos estarem unidos nessa luta e completou: “A Prefeitura tem executado planos de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes. Contudo, essa guerra deve ser travada por todos. A dignidade de nossas crianças e adolescentes depende da nossa luta.”.

Exploração sexual é crime – com pena prevista de 01 a 12 anos de prisão.
Você pode denunciar atos de violência sexual infantil através do Disque 100 e/ou pelos telefones: (38)3521-1681 (Conselho Tutelar), (38)3521-1580 (CREAS), (38)3521-1644 (Policia Civil), 190 (Policia Militar).

Fonte: Ernane Frois: ASCOM: Prefeitura Municipal de Itamarandiba

Avalie este item
(0 votos)
Policia Civil de MG divulga concurso para 1.000 vagas com salário inicial de R$ 2.766,94

A Polícia Civil de Minas Gerais divulga concurso público para o preenchimento de 1.000 vagas imediatas para o cargo de investigador policial, que exige formação em nível superior em qualquer área.

A remuneração inicial básica é de R$ 2.766.94, para uma jornada de 40 horas semanais. As inscrições devem ser feitas através do site: www.acadepol.mg.gov.br a partir do dia dias 9 de junho de 2014 a com o término das inscrições no dia 10 de julho de 2014. A aplicação da prova objetiva acontecerá no dia 10 de agosto deste ano, na cidade de Belo Horizonte.

Vale ressaltar que segundo uma lei aprovada o salário de um investigador será reajustado no ano de 2015 para R$4.000,00, uma boa remuneração para quem pensa em está bem empregado e com boas garantias salariais além de benefícios.
 

Avalie este item
(0 votos)
NetCar e Conecty Informática são reinauguradas em Carbonita, cheias de novidades

Na manhã desta segunda-feira, 07 de abril, ocorreu em Carbonita a reinauguração das empresas NetCar e Conecty Informática. Com 07 anos de história, os seus dirigentes têm apostado na valorização do cliente, no bom atendimento e na garantia de oferta de bons serviços para fidelizá-los.
A Conecty Informática tem o seu mercado de atuação em Carbonita e Itamarandiba. A empresa dispõe de 04 funcionários em cada cidade, para melhor atender aos seus clientes. Sob a direção de Vanilson Juliano Cordeiro, a empresa apresenta um rol de serviços variado, a saber: cursos profissionalizantes variados; vendas de notebooks, computadores, cartuchos, tonner originais, e todos os periféricos de informática; manutenção em computadores, tablete, notebooks e celulares; troca de peças de notebooks; além de recarga de cartuchos e de celular para números qualquer operadora.
A Conecty agora também é revendedora autorizada de relógios Technos e Mormai, relógios de procedência e garantia direto da fábrica. Para celebrar esta novidade a loja apresenta para você uma grande promoção nesta semana de lançamento: todos os modelos com 25% de desconto. Mas corra que é só essa semana, de 07 a 12 de abril.
Para entrar em contato com a Conecty Informática disque (38) 3256-1037/ (38) 9903-4085 ou envie um correio eletrônico ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ).
A NetCar Internet Banda Larga TELECOM também já está em funcionamento no município, com seu sistema de internet, via cabo e fibra óptica. Agora os carbonitenses poderão usufruir de uma internet muito mais veloz e estável, além de poderem utilizar o sistema de telefonia VOIP, que é um sistema de telefonia fixa para qualquer localidade, seja rural ou urbana. Agora, a NetCar convida você a conferir as promoções nesta semana de lançamento e se você ainda não é cliente, poderá desfrutar de uma promoção pensada para você: os novos clientes terão a última mensalidade do seu provedor (o que será cancelado) paga pela NetCar. “Fazemos isso para que você tenha a melhor internet da região e também para mostrar que na nossa empresa, o cliente tem liberdade para rescindir o contrato sem cobrar nada por isso, respeito ao nosso cliente e às normas da ANATEL”, disse Vanilson Juliano Cordeiro, um dos proprietários da empresa.
A NetCar se expande a cada dia e hoje está instalada em diversas cidades e distritos, como Carbonita, Itamarandiba, Turmalina entre outras. A empresa tem a direção de Vanilson Juliano Cordeiro e Geraldo Aparecido Ferreira.

Avalie este item
(0 votos)
Após trágico acidente, Prefeitura e Sesc divulgam nota oficial cancelando show do Minas ao Luar no dia 05/04 em Itamarandiba

Após acidente ocorrido na madrugada desta quinta-feira, (03/04) na cidade de São Gonçalo do Rio Preto envolvendo um caminhão-baú que transportava estrutura para o show do Minas ao Luar em Itamarandiba, Prefeitura e Sesc divulgam nota cancelando show que será remarcado posteriomente. Veja as fotos do acidente clicando aqui  goo.gl/3ve5bA

 

 

Nota divulgada à imprensa pelo Sesc 


O Sesc lamenta profundamente o acidente ocorrido na manhã de hoje (03/04), em São Gonçalo do Rio Preto, envolvendo caminhão-baú que transportava a estrutura de palco do Minas ao Luar. O Sesc informa que está acompanhando a apuração dos fatos junto à empresa contratada, Panda Promoções e Eventos e seus subcontratados, observando todos os aspectos legais, para que não falte nenhum tipo de apoio às vítimas e aos seus familiares.

Informações detalhadas sobre a ocorrência estão sendo levantadas visando outras providências que se fizerem necessárias. O Sesc, consternado, manifesta pesar e reitera que está empenhado para que não falte nenhum tipo de apoio aos envolvidos neste grave acidente.

Em virtude dos acontecimentos, o show em Itamarandiba foi adiado e a nova data ainda será marcada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota da Prefeitura Municipal de Itamarandiba

 

Urgente! “Minas ao Luar” em Itamarandiba é cancelado
É com pesar que a Prefeitura de Itamarandiba, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, informa à população de Itamarandiba que o evento “Minas ao Luar”, programado para ser realizado no próximo sábado, 05 de abril, infelizmente não acontecerá.
A decisão foi tomada em comum acordo com o Sesc/Minas em virtude do grave acidente ocorrido com integrantes responsáveis pela montagem da estrutura do evento.
A Prefeitura de Itamarandiba informa, ainda, que nova data será avaliada e em breve o evento se realizará.
A Prefeitura de Itamarandiba e a Secretaria Municipal de Cultura se solidarizam com os familiares das vítimas da tragédia. Que Deus traga o conforto aos corações de todos.

 

Avalie este item
(0 votos)
Caminhão baú que transportava estruturas metálicas para o evento “Minas ao Luar” em Itamarandiba, sofre acidente na cidade de São Gonçalo do Rio Preto

Um grave acidente ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 03/04, na cidade de São Gonçalo do Rio Preto, Microrregião de Diamantina. O caminhão baú da empresa BH Estruturas transportava estruturas metálicas para o evento Minas ao Luar, que acontecerá no próximo dia 05/04 em Itamarandiba.
Duas pessoas morreram e outras seis ficaram feridas, o acidente ocorreu após a perda de direção do veículo em uma decida na entrada da cidade, o caminhão veio a bater no muro da igreja da matriz e ficou totalmente danificado.
Com o impacto a estrutura de metal transportada ficou espalhada pela rua. Duas pessoas morreram e as outras ficaram feridas e foram socorridos pela equipe do SAMU e encaminhados para um hospital na cidade de Diamantina. Segundo relatos havia pessoas que viajavam dentro do baú, juntamente com as estruturas metálicas.

Vejam as notas divulgando o cancelamento do show em Itamarandiba, pela Prefeitura e Sesc, acesse goo.gl/lmSsNb 
Fotos: André Luiz

  

 

Avalie este item
(0 votos)
STF julga inconstitucional lei que efetivou servidores em MG e define perda imediata do cargo

Por unanimidade os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) declararam inconstitucional a Lei Complementar (LC) 100, que efetivou, em 2007, cerca de 98 mil servidores do estado de Minas Gerais. A corte analisou nesta quarta-feira a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que questionou a forma de ingresso na administração pública. A PGR pediu a derrubada da legislação que igualou os antigos designados, contratados com vínculos precários e lotados, em sua maioria, na área da educação, aos efetivos. No entendimento do Supremo, devem deixar o cargo imediatamente, a partir da publicação do acórdão, todos aqueles que não prestaram concurso público para a função que ocupam. De acordo com a assessoria do STF, não há um prazo determinado para publicação da sentença.

De acordo com o voto do relator da Ação, ministro Dias Tóffoli, só não perdem imediatamente a função aqueles que já se aposentaram ou os que preenchem, ou venham à preencher, os pré-requisitos para a aposentadoria até a data da publicação da ata. Também não serão afetados pela decisão os que se submeteram a concurso público para as respectivas funções. Em relação aos cargos em que não haja concurso realizado ou em andamento, fica estabelecido o prazo de 12 meses, a partir da publicação da ata, para a realização de novo recrutamento para as vagas. Na situação em que já existe processo realizado o chamamento deve ocorrer imediatamente, bem como a substituição do servidor pelo concursado. “a medida não beneficia o descaso do princípio[da necessidade de realização] do concurso público, mas, por outro lado, permite a manutenção da máquina administrativa”, afirmou, ao argumentar seu voto.

Durante o julgamento, a questão relacionada à perda dos direitos dos aposentados tomou a maior parte dos debates. A maioria dos ministros entendeu que se a decisão de inconstitucionalidade atingisse também os que haviam deixado o serviço público, a situação poderia criar uma insegurança jurídica, além de atacar direitos já adquiridos. A questão dos aposentados foi levantada por Teori Zavascki, que afirmou ser necessário o estabelecimento de um prazo para aqueles que já possuem os requisitos para aposentar pudessem fazê-lo. Já Marco Aurélio Mello fez duros ataques à lei mineira e afirmou que ela fere “escancaradamente” a Constituição. "Ou a Constituição federal é observada ou não é. Aqui [foi desrespeitada] de forma abusiva, apostando na morosidade da Justiça, se desrespeitou flagrantemente”, afirmou. Mello votou pela inconstitucionalidade da lei e pela não aplicação das modulações.

Já o presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, considerou que deveria ser respeitado o direito adquirido pelos aposentados, mas ele votou por um prazo menor para que fosse registrado novo concurso público para aqueles que ainda não têm cadastro. Barbosa ainda condenou o fato de várias pessoas já terem prestado concurso e ainda não terem sido chamadas para os cargos.
Fonte: EM
 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região