Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)

...

E você caro leitor tem alguma dúvida ou sugestão para a nossa próxima edição? Então mande um email para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e sua dúvida poderá ser respondida nesse espaço.

 

Itamarandiba Hoje: O Autor de uma postagem ofensiva em uma rede social pode ser responsabilizado?

Dr. Thiago: Pode. Todos temos direito de nos expressar livremente, contudo tal liberdade encontra limites nos padrões éticos e morais da sociedade em que vivemos. Se alguém se sentir ofendido por uma postagem nas redes sociais ou      qualquer outro site na internet pode pleitear a responsabilização do ofensor judicialmente.

Itamarandiba Hoje: De que modo o autor de uma postagem ofensiva pode ser responsabilizado?

Dr. Thiago: O Autor de uma postagem ofensiva por ser responsabilizado de diversas maneiras. No âmbito civil pode pleitear indenização por dano moral e, em alguma circunstância, até por dano material, depende do contexto do caso concreto. Também o ofensor pode ser responsabilizado no âmbito penal quando a postagem ofensiva for considerada difamatória, caluniosa ou mesmo injuriosa.

Itamarandiba Hoje:E o provedor de acesso a internet ou a rede social pode ser responsabilizados?

Dr. Thiago:Em regra, não. Contudo, segundo o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/14), o provedor ou a rede social poderá ser responsabilizado civilmente por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros se descumprir ordem judicial específica e não tornar indisponível o conteúdo apontado como ilícito no prazo que lhe for assinalado.

Existe também entendimento de que se o provedor ou rede social for comunicado sobre a existência de uma publicação ofensiva e não adotar nenhuma providencia para impedir o acesso público à postagem tida como ilícita também poderá ser responsabilizado por omissão.

Itamarandiba Hoje:E se a postagem ofensiva tiver sido feita por um perfil falso, é possível fazer algo?

Dr. Thiago:Sim. A parte interessada poderá requerer à justiça que o responsável o provedor ou rede social forneçam os registros de conexão ou registros de acesso à aplicações de internet ("IP" e "URL" da página falsa).

Itamarandiba Hoje: Mais alguma orientação?

Dr. Thiago:Oriento que a pessoa que se sentiu ofendida por uma publicação nas redes sociais faça imediatamente a impressão do conteúdo ou um “print” (foto da imagem da tela do monitor do computador ou da tela celular), deve ainda anotar o nome do site ou rede social, o horário e o dia em que acessou a postagem ofensiva. Após deve denunciar à rede social sobre a existência de conteúdo ofensivo e solicitar sua retirada ou indisponibilidade.

Documente tudo. De posse dessas informações procure um advogado de confiança para orientá-lo sobre as medidas que podem ser adotadas para responsabilização civil ou penal do ofensor. Certamente o advogado solicitará à justiça que a rede social indisponibilize imediatamente o acesso à postagem preservando a imagem do ofendido, caso o site ou rede social não adote nenhuma providência. Mais uma vez obrigado pelo espaço e pela oportunidade. Um abraço a todos!

Avalie este item
(0 votos)
Dica Kining & Léo: Saiba mais sobre a HERPES

1- O QUE É HERPES?

É uma doença contagiosa, causada pelo vírus herpes simples, que com exceção das viroses respiratórias é a mais comum.

Muitos pacientes chegam ao consultório com as feridas herpéticas e não sabem o que são. Pensam que são causadas por aranhas, por isso não tomam os devidos cuidados e não realizam o tratamento adequado.

2. COMO OCORRE A TRANSMISSÃO?

O vírus Herpes Simples acomete somente humanos.

A sua transmissão se dá por contato com a saliva, lábios ou pele contaminados. Quando as lesões são visíveis a quantidade de vírus na cavidade oral aumenta cerca de 1000 vezes, o que torna a transmissão nesta fase muito mais provável de ocorrer. O vírus permanece na saliva por um período de até 15 dias.

Adultos se contaminam através do beijo, de objetos contaminados ou adquirem o vírus na infância.

3- QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

Nem todas as pessoas desenvolverão a doença logo após a contaminação.

As lesões primárias são dolorosas e podem gerar febre, mal estar, e perda de apetite. Nas crianças é comum haver gengivite (inflamação da gengiva). O quadro costuma durar 15 dias e desaparece, sendo que ocorre por uma baixa de imunidade.

4. QUAIS SÃO OS SINAIS DE REATIVAÇÃO DO VÍRUS?

O paciente recebe sinais de 6 a 48 horas antes do surgimento das lesões, que vem em forma de formigamento, dor ou coceira nos lábios. Depois surgem pequenas elevações avermelhadas e dolorosas que se transformam em bolhas agrupadas. Estas bolhas viram pequenas vesículas (bolhas com líquido no interior) que estouram e se transformam em úlceras, sendo que esta a última fase da lesão ativa, cicatrizando alguns dias depois, sob a forma de crostas.

5. EXISTE TRATAMENTO PARA O HERPES?

O herpes labial não tem cura. O tratamento visa amenizar os sintomas, diminuir o ciclo, acelerando a cicatrização. O ideal é procurar um cirurgião-dentista, para avaliar as recorrências e a intensidade dos sintomas para escolher o melhor tratamento, que pode ser pelo uso de antivirais, em forma de comprimidos ou pomadas, e também há o tratamento a laser, com excelentes resultados.

Avalie este item
(0 votos)
Cemig inicia serviços de terraplenagem para implantação da Subestação de Energia Elétrica de Itamarandiba

Planejamento iniciado em 2014 e com previsão de conclusão para outubro de 2016, no dia 25 de maio, do corrente ano, chegou à fase mais importante, pois nessa data, deu início ao serviço de terraplenagem e obra civil da área onde será montada a Subestação de Itamarandiba.

Além da preparação do local para montagem da SE, outra etapa de grande relevância no processo é a linha de transmissão de energia elétrica que ligará a Subestação de Capelinha à Itamarandiba. Os trabalhos começaram no município vizinho e já chegaram ao território itamarandibano.

O Técnico em Montagem Eletromecânica de Subestações da Cemig, Sr. Hélio Costa, esteve no local acompanhando os trabalhos. Segundo ele, após a conclusão da obra civil será dado o início da montagem eletromecânica dos equipamentos, inclusive do transformador, um dos principais componentes da Subestação. O equipamento é responsável por receber a linha de transmissão com tensão de 69 kV (69.000 voltes) e rebaixá-la para 13,8 kV (13.800 voltes), nível de tensão das redes de distribuição da concessionária Cemig que atende aos consumidores. “A obra na SE Capelinha saída para Itamarandiba termina no início de junho, em agosto vamos concluir a montagem da Subestação em Itamarandiba. Os ramais de rede de distribuição em 13,8 kV na cidade para conectar-se à subestação estão em andamento. A linha de transmissão de Capelinha para Itamarandiba está em fase bem avançada, obra civil e montagem das estruturas metálicas, previsão para conclusão em setembro.”, informou Costa.

A construção da Subestação de Itamarandiba é uma obra complexa e tem exigido muita cautela em sua execução. Por isso mesmo, o Prefeito Erildo Gomes, tem se mostrado cada dia mais esperançoso e alegre com a evolução da obra que, segundo ele, é um marco na história do município. “Temos que entender e reconhecer que a execução de um projeto desse porte não se faz do dia para noite. Talvez aos olhos das pessoas a obra não estivesse sendo realizada, mas, desde o ano de 2014 etapas, como estudo de viabilidade, projetos da SE, desapropriações de área e instalação de linha e redes, vem sendo executadas. Por isso, quando vejo que os trabalhos estão evoluindo meu sentimento é de contentamento e de dever cumprido. A nossa satisfação está em atender o anseio da comunidade e esse projeto vai trazer melhorias para Itamarandiba e região.”, finalizou.

Para permitir a implantação deste empreendimento, será necessário construir 47,5 km de linhas de transmissão de 69 kV, e 35 km de rede de distribuição de 13,8 kV entre área urbana e rural. A Subestação de Itamarandiba terá uma área de 1.246m², situada aproximadamente dois quilômetros do centro da cidade, na estrada que dá acesso ao distrito de Contrato.

Fonte: Ernane Frois ASCOM: Prefeitura Municipal de Itamarandiba

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)
Vídeo do Laboratório Biocenter de Itamarandiba mostrando aparelho de Scanner de veias, atinge incríveis 06 MILHÕES de visualizações na internet

...

Você que têm medo ou receio de fazer exames de sangue ou sempre tem dificuldades de achar as veias na hora da coleta de sangue.

No Laboratório Biocenter, isso já é coisa do passado. Visite as instalações do laboratório e conheça o revolucionário Scanner de veias. Com ele, mesmo as veias mais difíceis se tornam visíveis. Coleta rápida, segura e confortável.

Após a divulgação em sua página no Facebook, foram mais de 06 milhões de visualizações e pedidos por toda parte do Brasil para conhecer o aparelho e elogios ao laboratório pelo investimento.

Veja no link e acesse o vídeo que viralizou na internet. https://www.facebook.com/230917673607407/videos/vb.230917673607407/1213955575303607/?type=2&theater 

 

Avalie este item
(0 votos)

Em Itamarandiba, após a exigência do Contran, a Auto Escola Milenyun se adequou as normas há algum tempo e agora conta com o simulador de direção veicular.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) informou no ano passado e decidiu tornar obrigatória a utilização do simulador de direção veicular nos centros de formação de condutores (CFCs). O pedido da volta da obrigatoriedade partiu dos Detrans de todo o país, segundo o Ministério das Cidades, ao qual o Contran está vinculado.

A realidade do simulador faz com que o aluno sinta em uma via e ainda conta com voz de comando alertando o candidato que está na direção.

As regras, que entraram em vigor a partir de 1° de janeiro de 2016, constam na Portaria 1.377, de 9 de novembro de 2015, publicada na edição de 12 de novembro no Minas Gerais, diário oficial do Estado. 

Avalie este item
(0 votos)
Passeata em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial é realizada em Itamarandiba

Foi realizada nesta quarta-feira, 18/05/2016, uma passeata em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, que é um movimento que teve seu inicio marcado em 1987. Ainda no mesmo ano estabeleceu-se o lema do movimento: "Por uma sociedade sem manicômios", e o dia 18 de maio foi definido para comemorar este movimento em todo o país desde então.

A passeata teve como ponto de partida a praça Tancredo Neves, às 8:00, e teve fim em um encontro com os participantes na câmara municipal, onde foram mostradas ao publico as diferenças entre o tratamento oferecido aos internos de antigamente e os que hoje fazem parte do CAPS.

O Movimento da Luta Antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade e a viver em sociedade, além do direito a receber cuidados e tratamentos sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

O Movimento tem como meta a substituição progressiva dos hospitais psiquiátricos tradicionais por serviços abertos de tratamento e formas de atenção dignas e diversificadas de modo a atender às diferentes formas e momentos em que o sofrimento mental surge e se manifesta. Esta substituição implica na implantação de uma ampla rede de atenção em saúde mental que deve ser aberta e competente para oferecer atendimento aos problemas de saúde mental da população de todas as faixas etárias e apoio às famílias, promovendo autonomia, descronificação e desinstitucionalização.

O Movimento caracteriza-se pelo seu caráter democrático, contando com a participação ativa e efetiva dos usuários de serviços de saúde mental, seus familiares, profissionais, estudantes e quaisquer interessados em defender uma postura de respeito aos diferentes modos de ser e a transformação da relação cultural da sociedade com as pessoas que sofrem por transtornos mentais.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da RegiãoConfirmado, dia 20 de setembro grande inauguração do restaurante e churrascaria Garden Beer em Itamarandiba