Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba receberá, nesta quinta-feira (14) na Praça dos Agricultores, a Carreta do Papai Noel da Cemig

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), com incondicional apoio da Prefeitura Municipal, trará à Itamarandiba, na próxima quinta-feira (14/12), a Carreta do Papai Noel da Cemig. Além de levar a magia natalina ao povo itamarandibano, a ação tem por objetivo alegrar crianças de todas as idades, que poderão tirar fotos com o bom velhinho e ganharem algumas guloseimas. A ação será realizada, na Praça dos Agricultores, das 16h às 22 horas.

O engenheiro da Cemig, coordenador da iluminação de Natal, Kelson Dias de Oliveira, ressaltou ser tradição a empresa presentear os belo-horizontinos com a decoração de natal; entretanto, este ano a estatal se propôs a levar a magia desta época, também, ao interior do Estado; sendo Itamarandiba uma das 14 cidades mineiras que contarão com o projeto. “Achamos que outras localidades também merecem essa atenção e por isso criamos essa ideia para percorrer algumas regiões e levar um pouco desse evento para todas as pessoas.”, afirma.

De acordo com o prefeito de Itamarandiba, Luiz Fernando Alves, a Prefeitura não poupa esforços para colaborar com ações que tragam alegria e bem-estar aos moradores do município. Nesse sentido, ele argumentou que para receber a Carreta do Papai Noel a Prefeitura disponibilizou espaço e se envolveu em toda a logística necessária para o sucesso do evento. Alves recordou, ainda, que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, vai disponibilizar área exclusiva com muitos brinquedos para as crianças. “Apoiar a vinda da Carreta de Natal da Cemig, que conta a presença do Papai Noel e seus ajudantes, é ofertar momento de alegria e interação entre pais e filhos. Durante sua estadia aqui, a criançada poderá tirar foto com o bom velhinho e se divertir nos brinquedos que disponibilizaremos.”, diz Alves.    

Fonte: Ernane Frois Ascom: Prefeitura Municipal de Itamarandiba

Avalie este item
(0 votos)
Aperam BioEnergia e Fundação Aperam Acesita promovem Seminário para Organizações Sociais

Atuar com responsabilidade social no uso dos recursos e no relacionamento com a comunidade. Este é o propósito da Aperam BioEnergia, que desenvolve suas atividades com base no respeito e diálogo. A Empresa acredita que essa relação é que contribui para o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico, ambiental e social dos municípios de sua atuação no Alto Jequitinhonha.

 

Como forma de estreitar a participação e estimular o envolvimento coletivo, a Aperam BioEnergia e a Fundação Aperam Acesita promoveram nesta terça-feira (5/12), das 8h às 18h, o “Seminário para Organizações Sociais”, no Espaço Legrand, em Capelinha.

Com o tema principal “Imersão para Captação de Recursos”, o evento teve apoio do Instituto Filantropia e representou um valioso momento para troca de experiências entre representantes do Terceiro Setor. O seminário foi prestigiado por cerca de 100 participantes de diversas instituições de Itamarandiba, Capelinha, Minas Novas, Turmalina, Veredinha e Carbonita.

A participação foi gratuita, mediante doação de 1kg de alimento. Foram arrecadados mais de 100kg de alimentos, que serão doados à Associação Amar e Renascer, organização social cujo trabalho abrange toda a região do Alto Jequitinhonha, além de outros estados .

A programação foi diversificada, com palestras, oficinas, apresentação dos projetos sociais desenvolvidos pela Aperam BioEnergia e mostra de trabalhos e produtos de algumas organizações que são apoiadas pela Fundação Aperam Acesita e BioEnergia.

Os participantes puderam prestigiar os trabalhos das seguintes organizações sociais: Corporação Musical Manoel Alecrim (Veredinha), Associação dos Amigos da Biblioteca Pública Municipal Mestra Augusta (Turmalina), Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Bonfim (Itamarandiba), Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Setúbal (Itamarandiba), Associação dos Artesãos de Itamarandiba e a Cooperativa dos Apicultores do Vale do Jequitinhonha – Coopivaje.

 

Aprendizado

A palestra de abertura, “Mudança de atitude para captar mais”, foi proferida por Márcio Zepellini, presidente do Instituto Filantropia. Ainda pela manhã, os participantes puderam se envolver com as oficinas. O tema “Planejamento e Organização Institucional: preparando a captação de recursos” foi conduzido pelo advogado Danilo Tiisel, especialista em legislação do terceiro setor, governança e desenvolvimento institucional. 

Durante a tarde, foram realizadas outras duas oficinas. Com experiência acumulada de mais de 25 anos na área social (inclusive em organismos sociais nacionais e internacionais do terceiro setor), a teóloga e filósofa Carol Zanoti conduziu a segunda oficina: “Elaboração de projetos para Editais públicos e privados e fontes de recursos disponíveis”. A terceira oficina, “Técnicas CRM e captação de recursos com pessoas físicas”, também foi ministrada por Márcio Zeppelini.

 

Captação de recursos

O Gestor de Relacionamento com as Comunidades da Aperam BioEnergia, Raimundo Lima, avaliou de modo muito positivo a realização do evento. Segundo ele, o seminário oportunizou o debate de assuntos importantes para o dia a dia das organizações. “Merece destaque o debate a respeito das possibilidades de captação de recursos para o desenvolvimento de projetos sociais. É muito relevante que as organizações conheçam os meios para elaboração de projetos que visem captar recursos financeiros que estão disponíveis nas esferas estadual e federal, inclusive iniciativa privada”, acrescentou.

Gilberto Fernandes de Araújo, da Associação Amar e Renascer, foi um dos participantes do seminário e também engrossou o coro sobre pertinência do evento para o aprimoramento das organizações. Para ele, qualificação e treinamento são muito essenciais para a formação e preparo das equipes envolvidas nos projetos sociais. Por isso, classificou o evento como uma “oportunidade muito especial”. “Nós temos muito a agradecer à Aperam BioEnergia pelo trabalho junto às comunidades. Esse auxílio e apoio às nossas ações é de muita relevância para o sucesso dos projetos. Somos gratos e abraçaremos todas as oportunidades de formação”, elogiou o participante.

 

Avalie este item
(0 votos)
IPVA 2018 terá redução média de 2,98% em Minas, diz Secretaria da Fazenda, veja a data de vencimento

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018 terá uma redução média de 2,98% em relação a 2017, conforme anunciado nesta segunda-feira (4) pela Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais. A escala de pagamento começa em 10 de janeiro para os veículos com placas de finais 1 e 2.

Os contribuintes terão a opção de pagar em cota única com desconto de 3% ou em três parcelas, nos meses de janeiro, fevereiro e março. O valor mínimo do imposto para parcelamento é de R$ 150. A emissão da guia deverá ser feita pelo site da Secretaria de Estado da Fazenda, em repartições fazendárias ou em Unidades de Atendimento Integrado (UAIs).

Veja a escala de vencimentos

Final de placa 1 e 2
Cota única ou 1ª parcela: 10 de janeiro
2ª parcela: 15 de fevereiro
3ª parcela: 15 de março

Final de placa 3 e 4
Cota única ou 1ª parcela: 11 de janeiro
2ª parcela: 16 de fevereiro
3ª parcela: 16 de março

Final de placa 5 e 6
Cota única ou 1ª parcela: 12 de janeiro
2ª parcela: 19 de fevereiro
3ª parcela: 19 de março

Final de placa 7 e 8
Cota única ou 1ª parcela: 15 de janeiro
2ª parcela: 20 de fevereiro
3ª parcela: 20 de março

Final de placa 9 e 0
Cota única ou 1ª parcela: 16 de janeiro
2ª parcela: 21 de fevereiro
3ª parcela: 21 de março

No site da Secretaria da Fazenda é possível consultar as tabelas com o valor do IPVA 2018 por modelo e ano do veículo. A busca pode ser feita também pelo código do Registro Nacional de Veículo Automotor (Renavam).

A estimativa do governo é arrecadar R$ 5,12 bilhões para um total de 9,7 milhões de veículos emplacados até 20 de outubro deste ano. A secretaria informou que houve um acréscimo de 3,89% na frota, o que significa 365 mil automóveis a mais nas ruas. Ainda em relação a 2017, o aumento na arredação é de 10,41%, isto é, um incremento de R$ 483 milhões. 

Avalie este item
(0 votos)
Grupo de tabagismo é uma saída para quem pretende parar de fumar, procure seu posto de saúde e saiba mais

O grupo de tabagismo começou no final do mês de novembro, a realização de encontros feita pela Secretaria Municipal de Saúde, consiste em uma reunião a cada semana, sendo já promovidas a 1ª sessão e 2 ª que foi realizada nesta quarta-feira, 06 de dezembro. A frente dos trabalhos estão a Enfermeira, Pricila, Fisioterapeuta, Rafaela e a Psicóloga, Joyce.

As próximas reuniões acontecerão nos dias 13 e 20 de dezembro, no espaço da Secretaria de Agricultura, ás 18 horas.

O tabagismo traz consequências negativas para a saúde. Causado pela dependência à nicotina, o tabagismo é um dos principais fatores de risco para doenças crônicas, sendo fator causal de aproximadamente 55 doenças diferentes, das quais se destacam as doenças cardiovasculares, respiratórias e cânceres. Segundo a OMS, estima-se que aproximadamente 6 milhões de pessoas morrem anualmente devido ao tabagismo, e previsões indicam que esse número subirá para 8 milhões anuais em 2030.

Vale ressaltar, caso uma pessoa queira parar de fumar e tenha interesse em participar do grupo de tabagismo, procure o seu PSF e participe de todas as reuniões, a medicação é gratuita.

Fonte: Secretaria Municipal de  Saúde 

Avalie este item
(0 votos)
Empregado deficiente ou reabilitado do INSS tem direito a estabilidade no emprego?

Questão alvo de grandes discussões e grandes dificuldades é a contratação de pessoal com deficiência ou reabilitado profissionalmente pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com o inciso I do art. 3º do Decreto nº. 3.298/1999, considera-se deficiência toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade dentro do padrão considerado normal para o ser humano.

Habilitação ou reabilitação profissional é o processo orientado capaz de possibilitar que a pessoa portadora de deficiência, a partir da identificação de suas potencialidades laborativas, adquira o nível suficiente de desenvolvimento profissional para ingresso e reingresso no mercado de trabalho e participar da vida comunitária.

A legislação (art. 93 da Lei nº 8.213/1991) estabelece ainda que as empresas devem obedecer a um percentual mínimo de empregados reabilitados perante a Previdência Social ou portadores de deficiência em relação ao número de empregados efetivos.

Assim, a empresa com 100 (cem) ou mais empregados está obrigada a preencher de 2% (dois por cento) a 5% (cinco por cento) dos seus empregos, cargos com pessoas reabilitadas ou portadoras de deficiência, na seguinte proporção: (a) até 200  empregados o percentual de 2%; (b) de 201 a 500, o percentual de 3%; (c) de 501 a 1.000, o percentual de 4%; (d) de 1.001 em diante, o percentual de 5%.

Portanto, muito embora a lei assegure cotas percentuais de pessoas deficientes ou reabilitados perante a Previdência Socialnas empresas que possuem mais de 100 empregados, tais empregados não possuem estabilidade no emprego.

Dito de outro modo, não existe direito a estabilidade para os deficientes e reabilitados. Referidos empregados poderão ser dispensados normalmente, seja ao final de contrato por prazo determinado ou imotivadamente em contrato por prazo indeterminado, desde que outro empregado deficiente ou reabilitado seja contratado em seu lugar de forma a preservar a proporcionalidade prevista em lei.

Bruna Jesus Paranhos - OAB/MG 172.188

Avalie este item
(0 votos)
Clínica Odontológica Karine Chaves: Prevenção e diagnóstico precoce do câncer de boca

Câncer de boca são tumores malignos que acometem toda a cavidade bucal: lábios, gengivas, bochechas, língua, assoalho da boca, céu da boca e garganta. O câncer de boca é uma doença grave. Se descoberto na fase inicial e tratado, as chances de cura chegam a 80%.

PREVENÇÃO

Menos de 10% das lesões são de causa genética. Portanto, a maioria dos casos de câncer de boca podem ser evitados. Para preveni-lo é necessário eliminar alguns hábitos nocivos à saúde:

•           O cigarro é o principal causador do câncer de boca. Elimine este hábito nocivo à sua saúde;

•           Bebidas alcoólicas em geral (cachaça, cerveja, destilados) também podem causar câncer de boca;

•           Evite exposição prolongada ao sol. Use chapéus de aba larga e protetor labial;

•           Mantenha boa qualidade de vida: pratique atividade física e boa alimentação com consumo de frutas, verduras e legumes;

•           Não faça sexo oral desprotegido (o HPV, vírus causador de doença sexualmente transmissívelpode causar câncer na garganta);

•           Mantenha boa higiene bucal.

A detecção precoce é importante para o sucesso do tratamento oncológico. Por isso conheça-se e previna-se.

 

AUTOEXAME

 

Recomenda-se que o autoexame seja realizado uma vez por mês. É importante fazer o autoexame, pois na fase inicial, geralmente o câncer não causa dor ou desconforto.

Lave as mãos e posicione-se de frente para o espelho. Observe a face, lábios e interior de toda a boca. Verifique se há alguns dos sinais e sintomas:

•           Mancha branca;

•           Caroço;

•           Ferida que não cicatriza em duas semanas;

•           Dificuldade para falar, mastigar, engolir.

Caso observe alguma alteração, procure o cirurgião-dentista da unidade de saúde mais próxima da sua casa que o examinará e fará o diagnóstico.

 

Karine Chaves de Oliveira

Cirurgiã Dentista/ Implantodontista

CRO-MG: 34130

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região