Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Pesquisadores conseguem reverter mancha de vitiligo em camundongos

Uma nova estratégia para combater o vitiligo, testada com sucesso em camundongos, pode ser capaz de impedir a progressão da doença e ainda reverter as manchas brancas já presentes na pele. O vitiligo é uma doença autoimune em que as células do sistema imunológico, responsáveis por proteger o organismo, atacam os melanócitos, células produtoras de melanina, pigmento que dá cor à pele.
Pesquisadores das Universidades de Massachusetts, nos EUA, e da Colúmbia Britânica, no Canadá, identificaram que tanto humanos quanto camundongos com vitiligo apresentavam quantidades elevadas de uma molécula chamada CXCL10. Os camundongos que possuíam baixas quantidades dessa molécula desenvolviam formas amenas da doença, com pouca despigmentação.
A conclusão é que a molécula funciona como uma espécie de “sensor” que ajuda as células do sistema imunológico a encontrar e destruir os melanócitos. Os cientistas testaram, então, administrar anticorpos capazes de bloquear a molécula CXCL10 em camundongos que já tinham a doença. O tratamento não só freou o desenvolvimento da doença como fez regredir as manchas brancas já existentes.Os resultados foram publicados na revista científica "Science Translational Medicine".
Para o dermatologista David Azulay, chefe do Instituto de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, a pesquisa apresenta uma boa perspectiva para o futuro. “Pelo menos é uma coisa bem mais específica do que os tratamentos gerais que se fazem hoje em dia. Nesse caso, mira-se um alvo que pode realmente ser um grande causador. Mas não necessariamente o causador em todos os casos."
Diagnóstico
A doença é identificada quando o paciente apresenta as primeiras manchas brancas, que podem aparecer em qualquer parte do corpo. De acordo com Azulay, o diagnóstico é essencialmente clínico, não sendo necessários exames adicionais. Não existem outros sintomas além das manchas.
Segundo Azulay, existem várias estratégias de tratamento, mas nenhuma garante resultados definitivos. “A repigmentação pode ocorrer mediante vários tratamentos, sobretudo em áreas como o rosto e as nádegas. Sobre proeminências ósseas, como as mãos, a resposta tende a ser fraca”, diz.
Entre os tratamentos atualmente adotados estão a fototerapia, que é o estímulo pela luz, e os tratamentos tópicos, que envolvem a aplicação de pomadas associadas a corticoide. Para Azulay, como existem várias causas possíveis associadas ao vitiligo, é improvável que uma única estratégia, como a descrita pelo estudo, tenha bons resultados para todos os pacientes. Fonte: G1
 

Avalie este item
(0 votos)
Carreta com placa de Itamarandiba tomba na MG-120 e motorista fica preso às ferragens

Aconteceu por volta das 13 horas, da primeira quarta-feira de fevereiro, próximo à Ponte da Raiz, localidade rural de Santa Maria do Itabira, um acidente envolvendo uma carreta Scania carregada de ração bovina. O veículo tinha placa de Itamarandiba e seguia sentido Guanhães.
A Polícia Rodoviária Estadual em patrulhamento da via deparou-se com a carreta tombada com toda a ração espalhada pelo acostamento e o condutor preso às ferragens. Populares tentavam retirar o motorista das ferragens.
O Corpo de Bombeiros de Itabira foi acionado, mas quando chegou ao local, o motorista Sergivaldo Godinho Araújo, de 53 anos, já havia sido levado ao Hospital Padre Estevão, em Santa Maria de Itabira. Ele tinha escoriações nos braços e pernas.
Segundo informações de um motorista que vinha atrás, o acidentado não estava em alta velocidade quando perdeu o controle numa curva. Populares aguardavam próximo ao veículo para tentar saquear a carga, mas foram impedidos pelos militares.
Fonte: De fato Online
 

Avalie este item
(0 votos)
Campus Party: Ministério da Saúde apresenta app que permite chamadas ao Samu

Até o Ministério da Saúde está aproveitando a Campus Party para lançar seu próprio aplicativo. O E-SUS Samu vai permitir que usuários de todo o Brasil façam pedidos de atendimento diretamente de seus smartphones.

O sistema é ligado ao Facebook e utiliza dados disponíveis na rede social, como sexo, idade e até mesmo localização. O usuário ainda pode cadastrar outras informações extras, como seu plano de saúde ou se deseja doar órgãos.

Integrado ao aplicativo Waze, que mostra mapas de trânsito e rotas opcionais, o E-SUS Samu pretende, com isso, diminuir o tempo de chegada da ambulância. Assim, durante a espera, o paciente poderá acompanhar o trajeto do veículo e saber em quanto tempo ele chegará ao local.

O ministério também acredita que o app irá diminuir a quantidade de trotes já que a identificação do usuário é muito mais fácil e evidente. O sistema também avaliará se o perfil do usuário no Facebook é real ou falso, o que ajudará a eliminar pedidos feitos por contas fakes.

O serviço ainda terá versões em inglês, espanhol, francês e alemão para turistas e deve ser disponibilizado totalmente em março, quando acontece o carnaval. Ele terá versões para Android e iOS. Você já pode conferir um pouco sobre o app aqui.

Alexandre Padilha, ministro da Saúde, esteve na Campus Party durante o anúncio e ainda lançou aos campuseiros um desafio: que eles conheçam, compartilhem e ajudem a melhorar o E-SUS Samu.

Fonte: codigofonte

Avalie este item
(0 votos)
Projeto de estímulo à agroecologia é transformado em lei

De autoria do deputado Adelmo Leão (PT), o Projeto de Lei nº 2547/2011, que institui a Política Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica na Agricultura Familiar no Estado de MG (PEAPO), foi transformado na Lei nº 21.146, publicada em 15 de janeiro de 2014.
A lei incrementa a produção orgânica com uma série de iniciativas, como o apoio às associações de produtores, a certificação de produtos, o desenvolvimento de pesquisas e o estímulo à recuperação da fertilidade dos solos mediante adubação verde, dentre outras medidas.
O objetivo é proteger a saúde de todas as pessoas em Minas, já que a agricultura orgânica não utiliza fertilizantes sintéticos, nem agrotóxicos, reguladores de crescimento ou aditivos sintéticos para a alimentação animal. Além disso, o manejo na agricultura orgânica valoriza o uso eficiente dos recursos naturais renováveis e o aproveitamento dos processos biológicos alinhados à biodiversidade, ao meio ambiente, ao desenvolvimento econômico e à qualidade de vida humana.

Avalie este item
(0 votos)
Copasa e subsidiária Copanor publicam edital de concursos públicos

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e as subsidiárias Copasa Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Copanor) e Águas Minerais de Minas (AGMM) publicaram editais para concursos públicos. Para a Copasa são 31 vagas para o cargo de Analista de Saneamento (nível superior) e 85 para Agente de Saneamento (nível médio e médio-técnico). O valor da taxa de inscrição é de R$ 70 para especialidade de nível superior, R$ 40 para cargo de nível médio técnico e R$ 30 nível médio.
A subsidiária Copanor disponibiliza 80 vagas de Agente de Saneamento (nível médio, médio-técnico e fundamental) e duas para a função de Analista de Saneamento (nível superior). A taxa de inscrição é de R$ 20 e R$ 50, respectivamente. Na subsidiária Águas Minerais de Minas são ofertadas 20 vagas de Agente Industrial, que exigem formação de nível médio, médio-técnico e fundamental, dependendo da especialidade. O valor da inscrição é de R$ 20.
As inscrições estarão abertas a partir das 9 horas do dia 19 de março de 2014 e podem ser feitas até às 20 horas do dia 17 de abril de 2014 (horário de Brasília), somente via internet, no site www.gestaodeconcursos.com.br. O candidato deverá preencher o requerimento eletrônico de inscrição.
Cabe ressaltar que as subsidiárias são empresas independentes. Dessa forma, possuem benefícios, salários e plano de carreiras distintos dos da Copasa. Os editais podem ser acessados pelos endereços eletrônicos www.copasa.com.br, www.copanor.com.br, ou www.gestaodeconcursos.com.br.
 

Avalie este item
(0 votos)
Distritos de Itamarandiba receberão sinal de celular

Os distritos de Contrato, Padre João Afonso e Penha de França irão receber sinal de telefonia celular através do Programa Minas Comunica II, sinal de telefonia móvel.
O Minas Comunica II visa disponibilizar o acesso aos serviços de telefonia móvel em distritos dos municípios mineiros. Com a segunda edição do Programa de Universalização do Acesso aos Serviços de Telecomunicações do Estado de Minas Gerais, o Minas Comunica II, o governo de Minas procura contribuir para reduzir as desigualdades regionais e melhorar a qualidade de vida das populações que não tinham o benefício da telefonia celular. O telefone celular, mais do que uma forma de comunicação é, hoje, instrumento também de segurança, trabalho e desenvolvimento.
O Prefeito de Itamarandiba, Erildo Gomes, recebeu o comunicado oficial no dia 07 de janeiro,e informou que muitos foram os pedidos para que esse benefício chegasse à população dos três distritos. Além dos esforços do Prefeito, foram feitos várias cobranças do vereador Delei do Contrato para a comunidade do Contrato e o vereador Ney Sena, para a comunidade de Padre João Afonso.
De acordo com informações do Governo do Estado, a solenidade de lançamento do Programa Minas Comunica II será realizado pelo Governador Antonio Anastasia no dia 13 de janeiro, às 14h, no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte.
 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região