Notícias da Região
Avalie este item
(0 votos)
Radialista Wallyson Alves, quase 3 décadas de paixão pelo rádio

Natural de Belo Horizonte, o locutor Wallysson Alves começou cedo sua trajetória no rádio. Em 1987 veio para Itamarandiba junto com sua família e, no ano de 1991, com apenas 10 anos de idade, teve sua primeira experiência no rádio, que aconteceu na rádio Itasom. A partir desse momento, não parou mais.

Foram vários trabalhos, em diversas rádios em Itamarandiba e também passou por São João Evangelista e Araçuaí. Sempre com muito profissionalismo, Wallysson destaca os trabalhos mais marcantes na rádio Itasom e Jovem Som de Itamarandiba e também na Rádio Lider de Araçuaí.

Estudante de Jornalismo, está desde 2013 na Rádio Millenium e atualmente comanda o Programa Clube do Ouvinte, de segunda a sexta, de 17 às 21 horas, e também é diretor de Comunicação da Câmara de Itamarandiba, sendo responsável pela programação da Rádio Câmara. Em 2018, teve grande destaque como apresentador de eventos e mestre de cerimônias, sendo requisitado para os principais eventos na cidade.

“ O rádio é uma paixão que sempre vou levar comigo, e hoje conseguir me manter por tanto tempo trabalhando com o que gosto é muito gratificante. Além de todas as emissoras em que já trabalhei, hoje tenho a oportunidade de estar há quase 6 anos na Rádio Millenium e também com a Rádio Câmara, que é um projeto que eu acredito muito, e espero continuar ainda por muitos anos levando alegria aos ouvintes. Agradeço à minha esposa e a toda minha família que sempre esteve ao meu lado, em todos momentos.”, disse Wallysson Alves.

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba – A Capital Nacional do Eucalipto

A vocação florestal de Itamarandiba é observada no dia a dia das atividades rurais e nas suas condições ambientais favoráveis. A dedicação ao setor de florestas plantadas faz com que o município seja colocado em destaque nacional, pela extração e tratamento de madeira e a produção de carvão vegetal por meio de fontes renováveis.

Iniciados os primeiros plantios de eucalipto em meados de 1974, pela então Companhia de Aços Especiais de Itabira – ACESITA, a silvicultura foi rapidamente adotada pelos produtores rurais do município, com a expectativa de se tornar uma fonte de renda complementar em sua propriedade.

A decisão acertada pela implantação de pequenas, médias e grandes áreas, fizeram com que o município se tornasse Polo de Silvicultura no País, uma vez que os produtores passaram a ganhar experiência com os sucessivos ciclos e rotações da cultura. A oferta de matéria prima no mercado local e a demanda de serviços ligados ao setor florestal promoveu o surgimento de novos negócios, geração de empregos e a instalação de empreendimentos voltados ao processamento da madeira.

O Eucalyptus cloeziana é a espécie mais plantada pelos pequenos e médios empreendedores florestais do município, pois sua madeira representa maior valor de mercado, devido a características físicas e químicas excepcionais para a utilização no agronegócio e na construção civil, além de ser cultivada exclusivamente na região do Vale do Jequitinhonha.

O status de Capital Nacional do Eucalipto não deve ser considerado como zona de conforto, uma vez que a atribuição gera ainda mais responsabilidade aos Produtores Florestais, pois o desafio em oferecer matéria prima em quantidade e qualidade ao mercado é cada vez maior, visto a necessidade de desenvolvimento e adoção de novas tecnologias e o combate de pragas e doenças por meio de procedimentos sustentáveis.

Por fim, a responsabilidade em desmistificar o Eucalipto também recai sobre o município. Precisamos adotar sempre as técnicas silviculturais baseadas nos pilares da sustentabilidade: Socialmente Justo, Economicamente Viável e Ambientalmente Correto e assim falar a todos os lugares do País que o Eucalipto é a opção mais eficiente de gerar conforto à sociedade moderna ou então, precisaríamos abdicar de várias atividades essenciais à sobrevivência humana.

Por Luiz David / Engenheiro Florestal 

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba tem o melhor índice de movimento econômico do Vale do Jequitinhonha

Dados recentemente divulgados pela Secretaria de Estado da Fazenda - SEF-MG, por meio da Resolução Nº 5.175/18, apontam a liderança de Itamarandiba em importante índice econômico do Estado dentre os municípios do Vale do Jequitinhonha.

O desempenho de Itamarandiba no VAF- Valor Acional Fiscal, para o exercício de 2019, índice econômico-contabil utilizado pelo Estado para calcular o índice de participação municipal no repasse de receita do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aos municípios mineiros, revela a forte retomada do crescimento econômico do Município e confirma a capacidade de resposta da economia local a investimentos.

O VAF é critério majoritário para a distribuição do ICMS para os municípios mineiros e afere a participação de cada município na produção de riquezas e arrecadação no Estado de Minas Gerais. O movimento econômico fiscal é declarado por meio das DAMEF's, declaração que as empresas entregam a receita estadual, para compilação dos dados.        

E Itamarandiba foi o município melhor colocado no Vale do Jequitinhonha, seguido pelos municípios de Diamantina, Capelinha, Minas Novas e Turmalina. As cidades do Alto Jequitinhonha, no geral, mostraram-se protagonistas na circulação e movimento econômico de todo o Vale, que conta com 51 municípios.

Itamarandiba tem produção diversificada com destaque para as atividades de base florestal, agropecuária e da prestação de serviços do comércio e de pequenas oficinas industriais. Com cerca de 35 mil habitantes, sua movimentação econômica prevalece em meio a cidades até com população maior, a exemplo de Diamantina, Almenara, Araçuaí e Capelinha.

Segundo o Prefeito Luiz Fernando, isso é resultado de um crescimento econômico esperado, vez que o movimento econômico da cidade continua crescendo a cada ano: ˜ Às vezes pensamos que Itamarandiba não cresce como deveria, mas os índices não mentem, estão aí para provar que nossa cidade é pujante e tem como desenvolver-se cada vez mais".

Ainda de acordo com o gestor, a geração de emprego e renda na cidade tem melhorado, mas é necessário a criação do Distrito Industrial para atrair mais empresas e reorganizar o setor produtivo da cidade. Disse que muitas vezes oficinas, garagens e pequenas industrias que deveriam ter sede numa área industrial, estão situados em áreas residenciais, gerando transtorno para moradores e inviabilizando a ampliação das empresas.

Com empreendedorismo crescente e com a atração de novos empreendimentos, Itamarandiba tem se consolidado como uma cidade de oportunidades para investimentos, abrindo o seu comércio e indústria para todo o pais, sendo referência em diversos setores produtivos, com destaque para o setor agroflorestal.

Nesse contexto, especula-se a implantação de grandes projetos de produção de energia de biomassa e exploração de minérios, projetos com viabilidade comprovada por grandes empresas, que esperam a retomada do crescimento da economia do país para intensificar os investimentos na cidade.

Veja na tabela abaixo os municípios com os melhores índices de movimentação econômica do Vale do Jequitinhonha:

Ranking

Município

VAF Individual

Índice

VAF Individual

Índice

Média dos

 

2016

2016

2017

2017

Índices

Variação 2016/17

 

 

 

 

 

 

 

 

1

Itamarandiba

225.956.793

0,060943

253.406.600

0,066444

0,0636934

9,03%

2

Diamantina

196.241.707

0,052928

201.103.493

0,05273

0,0528292

-0,37%

3

Capelinha

200.674.874

0,054124

185.619.278

0,04867

0,051397

-10,08%

4

Minas Novas

114.441.280

0,030866

129.193.573

0,033875

0,0323705

9,75%

5

Turmalina

153.656.704

0,041443

127.108.047

0,033328

0,0373854

-19,58%

Por Pedro A. Fernandes 

 

Avalie este item
(0 votos)
ACODEF - Associação Comunitária de Defesa das Famílias do Bairro Fazendinha realiza confraternização de Natal

Confraternização de Natal na ACODEF - Associação Comunitária de Defesa das Famílias do Bairro Fazendinha, aconteceu na sede da entidade, neste sábado, 22 de dezembro

Na oportunidade teve apresentação com o professor Zezinho, palestra com Dona Jesus da comunidade Santa Terezinha, peça teatral com o grupo Expressão e Movimento.

Teve ainda a distribuição de brindes para todas as crianças e sorteios entre os adultos, além do sorteio de duas cestas.

“Agradecemos a participação da comunidade e de todos que de alguma forma colaboraram. Desejamos a todos um Feliz Natal e um próspero Ano Novo, que menino Jesus abençoe a todos! São os mais sinceros votos da diretoria da ACODEF!”

Avalie este item
(0 votos)
Autoescola Itamarandiba realiza distribuição de brinquedos e deseja a todos um Feliz Natal e Feliz 2019

A equipe da Autoescola Itamarandiba, realizou neste sábado, 22, a entrega de brinquedos em várias ruas da cidade. Os presentes foram adquiridos através de doações e parceiras. A criançada fez a festa com o Papai Noel e receberam brinquedos, e muitas guloseimas.

“O ano de 2018 foi um ano cheio de desafios, nós equipe e família Autoescola Itamarandiba estivemos juntos com nossos clientes e amigos enfrentando cada um desses desafios de cabeça erguida  sempre perseverando na fé em Deus. Hoje viemos agradecer a todos vocês a preferência o apoio e carinho recebido durante o ano de 2018. Aos tantos alunos que se habilitaram conosco receba nosso carinho e caloroso abraço, aos que estarão conosco em 2019, vamos recebê-los de braços abertos,e juntos vamos trabalhar para oferecer a vocês toda a qualidade de nossos serviços.

Que o espírito natalino habite no coração de cada um de vocês e que o ano novo seja repleto de realizações!”

São os sinceros votos da equipe Autoescola Itamarandiba!

Avalie este item
(0 votos)
Cerca de 500 pessoas são qualificadas em cursos do Senar-MG, realizados em parceria com a Aperam BioEnergia, em 2018

Mais de 1,2 mil horas de capacitação, em 45 turmas, geraram a oportunidade de qualificar mais de 500 pessoas nos municípios de Capelinha, Itamarandiba, Turmalina, Minas Novas e Veredinha, ao longo do ano de 2018. Os indicadores são fruto de uma parceria entre Serviço de Aprendizagem Rural de Minas Gerais (Senar-MG) e Aperam BioEnergia para realizar cursos de qualificação que possibilitem aos moradores mais chances de se destacar no mercado de trabalho e gerar renda para as famílias.

Segundo o gestor de Responsabilidade Social da Aperam BioEnergia, Raimundo Lima, o resultado expressivo é proveniente de uma parceria que inclui também os mobilizadores locais, instituições localizadas nos municípios das áreas de influência da Aperam BioEnergia. “Mais do que números e indicadores, esse resultado representa mudanças e melhorias nas vidas dessas pessoas, que passam a vislumbrar um futuro diferente quando têm acesso ao conhecimento”, ressalta o gestor.

Última rodada de 2018

Na primeira quinzena de dezembro, três cursos encerraram a programação do ano, possibilitando a capacitação de mais de 30 moradores de Minas Novas, Capelinha e Itamarandiba. As capacitações foram realizadas entre os dias 3 e 14 de dezembro, nas comunidades.

A oportunidade de aumentar a renda das famílias foi um dos principais objetivos do curso de “Compotas, frutos cristalizados, geleias e doces em pasta”, realizado entre os dias 3 e 7 de dezembro, na Associação Comunitária de Defesa das Famílias do Bairro Fazendinha (Acodef). Com carga horária total de 40 horas, 11 participantes aprenderam todas as etapas do processo de produção, incluindo valor nutricional dos alimentos, seleção dos frutos, equipamentos, pesagem, preparo e comercialização.

Em Minas Novas, na comunidade de Ribeirão da Folha, 12 moradores foram qualificados pelo curso de “Solda”. Ministrado em 24 horas/aula, de 10 a 14 de dezembro, o curso ensinou desde como usar os materiais, equipamentos e componentes da solda à execução do serviço. Também detalhou o processo de análise e preparação do ambiente, manutenção e limpeza dos equipamentos, identificação dos materiais de base, escolha de eletrodos e tipos de solda.

A Associação Amar e Renascer (Fazenda Aamar) de Capelinha recebeu o curso de “Operador de Trator Agrícola”, também na semana de 10 a 14 de dezembro. Ao todo, 12 residentes aprenderam a conduzir, regular e conservar o trator agrícola e seus implementos. E ainda receberam informações sobre o sistema elétrico, hidráulico, de alimentação, lubrificação e funcionamento dos motores, além da simbologia da máquina, normas de segurança e leis ambientais regulamentadas pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) também foram transmitidas durante o curso, que teve duração de 40 horas/aula.

Mobilização e novos cursos

Em 2018, o Sindicato dos Produtores Rurais de Itamarandiba, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Capelinha, o Clube Galope de Veredinha e de Turmalina e a Associação Comunitária de Promoção e Incentivo aos grupos de produção alternativa de Minas Novas (ASCOPI) foram mobilizadores locais dos cursos do Senar-MG, realizados com o apoio da Aperam BioEnergia, divulgando cursos, auxiliando nas inscrições e trazendo demandas das comunidades.

A programação de capacitações para o próximo ano já está em fase de planejamento. Os interessados devem procurar os mobilizadores locais ou a área de Responsabilidade Social da Empresa para mais informações.

Pagina 4 de 103

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeNotícias da Região