Itamarandibana Sabrina Gomes, 19 anos, é destaque em reportagem no Jornal Estadão, pelo seu desempenho no ENEM

Jan 19, 2019 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

  

 

A itamarandibana Sabrina Gomes, 19 anos, foi destaque em uma reportagem feita pelo jornal Estadão, com o título da matéria “No Enem, 1 a cada 4 alunos de classe média triunfa. Pobres são 1 a cada 600” .Veja a baixo o trecho da reportagem que fala um pouco da trajetória da jovem.

 

Sem computador, aprovada em Odontologia estudava na casa da prima 

Belo Horizonte se tornou a nova casa de Sabrina Gomes, de 19 anos de idade, depois que obteve média geral 661,28 no Enem. Com essa nota, conseguiu se matricular no curso de Odontologia de uma universidade particular na capital mineira por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni).

Não é a primeira vez que a jovem se sente fora do lar, porém. Mesmo quando ainda era aluna da Escola Estadual São João Batista, em Itamarandiba, interior de Minas Gerais onde morava com a mãe e o irmão mais novo, ela passava dias seguidos longe de casa. Isso porque Sabrina não tinha computador e, para estudar, tinha que usar a máquina de uma prima.

“Não estar em casa é um pouco difícil”, diz a estudante ao explicar que, como fazia um curso técnico à noite e a casa da familiar era perto da escola, acabava passando mais tempo lá do que com a mãe. Só a reencontrava aos finais de semana e, ocasionalmente, durante os dias úteis. “Minha mãe às vezes reclamava por eu ficar mais lá do que em casa”.

Ela conta que sempre quis ingressar em um curso superior pois queria ter melhores condições financeiras do que os pais para poder ajudá-los. Com esse objetivo em mente, consultava os livros da biblioteca pública municipal e assistia a vídeos na internet para revisar o conteúdo do exame.

“Acredito que quem gosta de aprender e quer ter mais oportunidades, consegue tirar uma nota boa”, defende a jovem. “Não adianta a pressão da família se a pessoa não quer estudar.” Ela ainda nega que o fato de não ter acesso à internet em casa tenha lhe prejudicado e acredita, na verdade, que isso foi bom, uma vez que lhe permitiu se concentrar mais nos estudos. “Do contrário, eu acabaria dispersa nas redes sociais”.

Além da bolsa de estudos, Sabrina atualmente recebe um auxílio permanência de R$ 400 do Ministério da Educação para cobrir as despesas com os estudos. “No caso do curso de Odontologia, é muito difícil trabalhar enquanto se está estudando, então tenho que viver com esse dinheiro.” Ela mora na casa de conhecidos com os quais divide as despesas e conta com um dinheiro extra que os pais mandam quando podem. “Assim, a gente vai tentando contornar a situação”.  

Acesse a matéria na íntegra

https://www.estadao.com.br/infograficos/educacao,no-enem-1-a-cada-4-alunos-de-classe-media-triunfa-pobres-sao-1-a-cada-600,953041

Redação

O Vale Hoje - A mesma qualidade para diversas realidades!

Website.: www.ovalehoje.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeEducaçãoItamarandibana Sabrina Gomes, 19 anos, é destaque em reportagem no Jornal Estadão, pelo seu desempenho no ENEM