Cotidiano
Avalie este item
(0 votos)
Semana Nacional do Trânsito: mais segurança para a população de Itamarandiba e Carbonita

“Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: proteção e prioridade ao pedestre”

A Semana Nacional do Trânsito, ocorrida no período entre 18 e 25 de setembro, visa difundir, popularizar e conscientizar os cidadãos de que todos são pedestres e têm muita responsabilidade no uso das vias urbanas ou rurais, seja locomovendo-se a pé, utilizando qualquer tipo de transporte rodoviário, utilizando bicicletas, carroças ou andando a cavalo.

Durante a Semana Nacional do Trânsito, houve realização de atividades educativas com o intuito de enfatizar o lema escolhido, pois “no trânsito, somos todos pedestres”.

Segundo o Sargento Orlando, da Polícia Militar de Itamarandiba, “A PM, visando o bem estar social e diante das operações, pretende, em si, fazer com que a sociedade venha se conscientizar da necessidade e importância de um trânsito seguro aqui na nossa região. A policia, cumprindo o cronograma, o qual é extenso e que é pela ONU, tem feito essas atividades em parceria com as escolas, com o DER, e também com a Polícia Rodoviária Estadual. Pretendemos, através de nossas ações, alcançar o público escolar fazendo blitz, panfletagens e palestras nas salas de aula, conscientizando os alunos que são os multiplicadores  dessas informações relativas à segurança pública  e pertinente ao trânsito do nosso município.”

Essa iniciativa busca reduzir pela metade os óbitos provenientes de acidentes de trânsito durante o período de 10 anos. Se tal medida não fosse tomada, a Organização Mundial da Saúde – OMS – estima que 1,9 milhão de pessoas poderiam morrer no trânsito em 2020 e 2,4 milhões, em 2030. Entretanto, esses dados assustadores serão afastados com ações de prevenção e educação no trânsito – tal como está sendo feito na Semana Nacional de Trânsito.

A Polícia Militar de Minas Gerais divulgou um panfleto com as seguintes orientações:

·         Antes de viajar verifique as condições de uso de seu veículo: limpador de pára-brisa, estepe, pneus, sistema elétrico, freios. Prevenir é a melhor medida;

·         Lembre-se de trazer consigo os documentos de porte obrigatório: CNH e CRLV;

·         Observe as normas de circulação e obedeça à sinalização;

·         Contribua para a harmonia no trânsito, não se expondo à situação de risco, como ultrapassagens proibidas, excesso de velocidade e imprudência;

·         Use capacetes, equipamentos  e cinto de segurança;

·         Diante dos obstáculos e contratempos, exercite a tolerância no trânsito;

·         Jogar lixo nas vias é infração de trânsito. Fósforos e cigarros podem provocar incêndios;

·         O uso de bebida alcoólica e direção de veículo automotor não combinam. Além de trazer riscos ao condutor e demais usuários, pode configurar crime e/ou infração de trânsito.

Seguindo tais orientações, é possível um trânsito seguro em todo lugar, inclusive nos municípios de Itamarandiba e Carbonita, as quais contam, agora, com mais uma medida em prol da segurança e em prol da busca por um trânsito melhor.

Avalie este item
(0 votos)
Incêndio em lotes vagos ameaça casas no bairro 1° de Maio

Um incêndio em lotes vagos mobilizou a Polícia Militar na manhã desta sexta-feira, 12 de setembro, no Bairro 1° de Maio, em Itamarandiba. Segundo moradores, o fogo atingiu uma mata, a baixo da Rua Senhor Franklin, entre as Rua do Longuinho e Rua das Barrigudas.

Os lotes ficam próximos a uma área residencial e o incêndio assustou o proprietário de um local com armazenamento de botijão de gás que fica perto do local do incêndio. Segundo moradores havia muita fumaça e as chamas chegaram bem próximo das casas. Moradores tiveram que sair de suas casas com crianças devido à fumaça.

O fogo foi combatido por policiais militares e moradores com auxílio de um caminhão pipa. Ainda não se sabe como o fogo pode ter começado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na noite de segunda-feira, 08 de setembro, outro lote tinha sido incendiado, mais precisamente na Rua Antônio Fernandes, bairro São Geraldo. Na ocasião um animal que estava dentro do matagal, teve que ser retirado pelo proprietário. Segundo moradores, o lote é pertencente ao IEF, devido a nascentes, o local é conhecido como “Mina”. Também não se sabe o autor, mas há relatos que duas pessoas, sendo crianças, estariam ateando fogo na mata seca.

A combinação da seca com a baixa umidade do ar e a falta de consciência das pessoas, proporciona o aumento de queimadas. Com a secagem rápida da vegetação, aumenta significativamente os riscos de queimada.


 

Avalie este item
(0 votos)
Dr. José Olegário, Delegado de Polícia Civil, é apresentado na Câmara Municipal de Itamarandiba

Agora com dois delegados, as cidades de Itamarandiba, Carbonita e Aricanduva passam a ter ainda mais segurança

 

Após duas passagens marcantes na cidade de Itamarandiba, com ótimo serviço prestado à comunidade, foi apresentando na tarde desta segunda-feira, 8 de setembro, na Câmara Municipal de Itamarandiba, o novo Delegado de Polícia Civil, Dr. José Olegário.

Para recebê-lo, estiveram presentes o Prefeito Municipal de Itamarandiba, Erildo Gomes, o Presidente da Câmara Municipal, Eduardo Moreira, vereadores, Jair Lopes, Vanderlei Carneiro, Siderley Sena, Sebastião de Oliveira, Marcos Morais e Valdir Santos, Vice Prefeito, Valdeci Pikár, Juiz de Direito, Dr. Rodrigo Braga, Delegado Dr. Vinícius de Barros, além da sociedade civil organizada que lotou o espaço da Câmara.

 

Na oportunidade, o Delegado José Olegário falou sobre sua maneira de trabalho e pediu a colaboração da comunidade para fortalecer a segurança pública na cidade. “Resumidamente é preciso que a sociedade entenda esse trabalho, que é um trabalho que precisar ser feito, realizado e exercitado por todos nós, seja a Polícia Civil, Polícia Militar, Judiciário, Ministério Público, Prefeitura, Legislativo e a sociedade são fatores dessa situação, e precisa se enfronhar se ajuntar para que, esse trabalho e esforço em comum, surta o efeito necessário. Se nós não fizermos e sociedade não entender que segurança pública, ela é uma responsabilidade e um dever de todos nós, não apenas de um ou outro grupo, nós iremos avançar um pouco no combate a criminalidade. Mais do que combater a criminalidade eu tenho como meta a prevenção do crime, eu não quero que um jovem ou um adulto morra, não quero que uma loja seja roubada, eu quero evitar que isso ocorra, e pra isso é que se faz necessário essa união de esforços, principalmente a sociedade que consegue ver e ouvir, aquilo que eu não consigo ver e ouvir no tempo necessário, e quando chegar em conhecimento da polícia e havendo essa união de esforços o êxito pretendido será alcançados com muito mais eficácia e eficiência e mais presteza. O problema é de todos nós, cada um precisa fazer sua parte, desde casa, cuidando de seu filho de seu parente e ver o que ele está fazendo, evitando cometer atos de infrações. A polícia está aberta para poder junto com a sociedade buscar uma solução com eqüidade, harmônica e o mais pacífico possível e menos traumático possível e acima de tudo e principalmente, Deus nos governado, por se Deus não guardar a cidade em vão vigia o sentinela e Deus nós abençoe". disse. 

O Presidente da Câmara, Eduardo Moreira afirmou a importância do fortalecimento da segurança pública com os dois delegados na cidade e falou do envolvimento da sociedade como colaboradores das ações a serem tomadas pela polícia. O Presidente destacou ainda, a união de todos os poderes, executivo, legislativo, judiciário e polícia Civil e Militar, trabalharem unidas em busca de reduzir os índices de criminalidade no município. 

Nos últimos anos, a criminalidade vem crescendo significativamente na região, principalmente em Itamarandiba com vários casos de assassinato, furtos e assaltos à mão armada, além de outros delitos.

 

Com muitas cobranças por parte da sociedade e na busca de melhorias na segurança pública, no dia 1º de agosto, o Prefeito Erildo Gomes anunciou a chegada do novo delegado à Itamarandiba em sua página no Facebook. O Prefeito Ressaltou os dois anos que a cidade ficou sem nenhum delegado e também ressaltou que, após tantas reuniões, ofícios e cobranças, os esforços deram resultado, frisando ainda que, pela primeira vez, Itamarandiba conta com dois delegados atuantes no município.

O primeiro deles, apresentado em 1º de abril de 2013, o delegado Dr. Vinícius de Barros Mendonça foi anunciado após um longo período sem delegado e recentemente o Dr. José Olegário retornando a Itamarandiba. Como já é de conhecimento de todos, além da cidade de Itamarandiba, os dois delegados atenderão as cidades de Carbonita e Aricanduva, as quais fazem parte da mesma comarca.

A segurança pública, portanto, envolve a prevenção e a justiça na defesa dos direitos dos cidadãos. Dessa maneira, objetiva-se tornar a região distante de roubos, furtos e quaisquer formas de violência, fazendo com que esses tristes números de criminalidade sejam cada vez mais regressivos.

 

  

  

 

 

 


 

Avalie este item
(0 votos)
Animais na pista: perigo iminente para quem trafega na MG 214

Animais são causa de muitos acidentes em rodovias, por isso os motoristas precisam redobrar a atenção


Uma viagem tranquila e segura é o que todos desejam. Entretanto, ela pode ser interrompida por animais, gerando graves acidentes que podem acabar em mortes. Na MG 451, que liga Carbonita a Itamarandiba, a viagem precisa ter a atenção redobrada, pois, em questão de segundos, o obstáculo surge no meio do caminho. Cavalos e bois são atropelados em alta velocidade, aumentando sobremaneira o risco de morte dos motoristas, passageiros e dos próprios animais.

A MG 451, que liga Carbonita a Itamarandiba, além do tráfego normal, também abriga pedestres e ciclistas, moradores de Carbonita, para a prática de atividades físicas como a caminhada e o ciclismo, sobretudo próximo ao Posto e Lanchonete Soledade.

No dia 11 de março, por volta das 5h30 da manhã, ocorreu um acidente nessa rodovia. Segundo relatos, um micro-ônibus que saía de Itamarandiba com sentido para a cidade de Diamantina, transportava passageiros que faziam tratamento de saúde, sendo muitos com dificuldades de locomoção. De repente dois cavalos apareceram na pista, chocando-se com o veículo. Parte do micro-ônibus ficou bastante danificada e os passageiros tiveram grande prejuízo, pois devido ao susto, não tiveram condições de prosseguir viagem, o que acarretou na remarcação das consultas. Os funcionários do DER, na ocasião, patrulharam a extensão da pista e recolheram vários animais à beira do asfalto, no entanto o dono dos animais não foi identificado.

CUIDADOS. Durante viagens para regiões mais afastadas ou rurais, é preciso que o motorista, além de realizar uma manutenção rotineira em seu veículo, é indispensável o cuidado com animais que vivem nas zonas de mata que circundam as estradas. Animais podem representar um risco a mais para a segurança do motorista e de sua família. É importante estar bem atento a placas de sinalização.

Caso o motorista consiga perceber a tempo a presença de um animal, ele deve diminuir a intensidade dos faróis e reduzir a velocidade. Se forem animais de grande porte, é preciso diminuir a velocidade e não buzinar, pois isso pode assustá-los, levando-os a reações inesperadas. Com animais de pequeno porte, a tendência do motorista é desviar deles, por isso, antes de qualquer manobra, deve-se conferir pelo retrovisor se não há outro veículo vindo.

LEGISLAÇÃO. É preciso, além de uma educação para o trânsito, uma fiscalização mais rígida desses casos e a promoção de um lugar adequado para esses animais, pois assim poupamos a vida humana e também a vida animal. O problema é que muitos proprietários omitem a guarda desses animais, seja de bois ou de cavalos, não os recuperando, fazendo com que o perigo torne-se mais e mais iminente.

O artigo 31 das contravenções penais prevê que quem se omite na guarda de animais pode pegar pena de dez a 60 dias de detenção. Caso alguém morra em um acidente ocasionado por animais, o dono dos animais ainda pode responder por homicídio.

Avalie este item
(0 votos)
“Operação Purificação”: 54 policiais civis e militares participaram de ação conjunta no combate à criminalidade em Itamarandiba

Na manhã de hoje, 29 de agosto, foi realizada, pelas Polícias Civil e Militar a “Operação Purificação”, a qual consistiu no cumprimento de 17 mandados de busca e de apreensão e na realização de blitz de trânsito.

Participaram da operação o Delegado Regional, Dr. Rômulo Quintino; o Delegado de Itamarandiba, Dr. Vinícius de Barros; o Delegado de Minas Novas, Dr. Marcos Valverde; o Tenente Márcio Brandão, da PM de Capelinha; e o Sargento Orlando Costa de Souza, Comandante Interino da polícia de Itamarandiba. Ainda estiveram presentes policiais das cidades de Diamantina, Itamarandiba, Minas Novas e Capelinha. Dentre eles, 22 eram militares e 32, civis. Um cão farejador também foi utilizado para ajudar nas buscas e identificação das drogas.

O responsável pela ação, por parte da Polícia Militar, Tenente Márcio Brandão, ressaltou a importância da operação, a qual busca trazer mais segurança para a sociedade. Segundo ele, “A PM foi acionada para prestar apoio aos delegados de Capelinha, Itamarandiba e Minas novas. Nós viemos à cidade de Itamarandiba para desencadear operações de batida policial, mandados de busca e apreensão. Havia alvos pré-determinados de cidadãos infratores e todos os mandatos, ao todo 17, foram cumpridos com apreensão de armas e drogas. O saldo dessa operação foi extremamente positivo, principalmente com relação à sensação de segurança que passa para a sociedade. A polícia está presente para coibir qualquer prática delitiva que, por ventura, aconteça na cidade.”

O Delegado de Itamarandiba, Dr. Vinícius de Barros, também considerou a operação satisfatória. “Foi uma investigação que já iniciou, há uns dois meses, com policiais de fora fazendo investigações. Tivemos um resultado positivo, pois cumprimos os mandados de busca e apreensão de armas, drogas e um menor infrator. Fizemos uma blitz de trânsito também e vários veículos irregulares foram apreendidos”, afirmou.

O Delegado de Itamarandiba também falou a respeito da queda de furtos e roubos na cidade, em comparação com o mês passado. “Houve muito furto e roubo praticado por menor de idade e nós conseguimos apreender vários desses menores. A Polícia Civil juntamente com a Polícia Militar, o juiz e a promotora agimos com firmeza e conseguimos tirar vários deles da cidade, desarticulando alguns grupos que estavam praticando assaltos e cometendo delitos na cidade”, afirmou Dr. Vinícius.

A “Operação Purificação”, que agiu no combate à criminalidade e, especificamente, à apreensão de drogas e armas, foi importante para que os cidadãos de Itamarandiba tenham uma sensação efetiva de segurança.  

Avalie este item
(0 votos)
Governo constata situação de emergência em Itamarandiba por estiagem

O governo federal reconheceu na quinta-feira, 14 de agosto, situação de emergência em 12 municípios da Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina. Portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil com essas decisões foi publicada no Diário Oficial da União de quinta-feira (14/08).

Na Bahia, foi reconhecida situação de emergência nos municípios de Andorinha, Curaçá e Presidente Dutra, por causa da estiagem. Em Minas Gerais, estão na lista as localidades de Águas Vermelhas, Chapada do Norte, Itamarandiba, Mamonas e São Francisco, por estiagem, e Taiobeiras, por vendaval. Em Santa Catarina, foi reconhecida situação de emergência em Itá, Lacerdópolis e Quilombo, por problemas causados por chuvas intensas e enxurradas.

Conforme o Ministério da Integração Nacional, situação de emergência é caracterizada por uma situação anormal, decretada em razão de desastre que, embora não excedendo a capacidade inicial de resposta do município ou do Estado atingido, requer auxílio complementar do Estado ou da União para as ações de socorro e de recuperação.

O jornal Estado de Minas fez uma reportagem especial no mês de julho relatando a situação da falta de chuva na região com o tema "Falta água para viver no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha" acesse http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2014/07/25/internas_economia,551696/falta-agua-para-viver-no-norte-de-minas-e-no-vale-do-jequitinhonha.shtml

Fonte:A tarde On Line / com alterações 

 

 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeCotidiano