Cotidiano
Avalie este item
(0 votos)
Grave acidente ocorre na MG-117, próximo ao distrito de Santa Joana, zona rural de Itamarandiba. O motorista veio a óbito

Um acidente ocorreu na tarde desta terça-feira, 31 de julho, envolvendo um caminhão carregado de carvão, na MG-117, rodovia que liga o distrito de Santa Joana à cidade de Itamarandiba.

Segundo informações extraoficiais, o motorista, 25 anos, teria perdido o controle do caminhão, vindo a sair da pista,  tombando o veículo em um trecho de curva muito acentuada. A carga de carvão ficou espalhada pelo acostamento.

No momento do acidente, estavam no veículo o jovem motorista, que morreu no local, e o passageiro, que conseguiu escapar. A cabine do caminhão virou e deixou o motorista preso nas ferragens.

A Polícia Militar, Samu e Funerária 2 Irmãos estiveram no local para realizarem suas respectivas funções. 

Avalie este item
(0 votos)
Presídio de Itamarandiba informa que investigações sobre morte do detendo serão apuradas no âmbito administrativo e pela Polícia Civil

A baixo segue parecer da diretoria do Presídio de Itamarandiba sobre o acontecimento referente ao dia 22/07/2018, que resultou na morte de um detento custodiado nesta unidade prisional.

"No início da noite do último domingo, 22/07/2018, agentes de segurança penitenciários do Presídio de Itamarandiba foram acionados por custodiados que dividiam cela com o detento J.A. P. de 25 anos, que estava desacordado. Ele foi conduzido imediatamente para o Hospital da cidade, aonde chegou sem os sinais vitais. No corpo não havia sinais aparentes de violência.

A Policia Militar foi imediatamente acionada pelo presídio para a confecção do REDS sobre o fato.

A Perícia da Policia Civil foi acionada, comparecendo no presídio e posteriormente ao hospital para as devidas averiguações, sendo o corpo conduzido posteriormente ao IML de Capelinha para necrópsia, a fim de ser identificada a causa da morte.

Uma investigação preliminar foi instaurada pela diretoria do Presídio para apurar o fato no âmbito administrativo.

As investigações criminais ficam a cargo da Polícia Civil".

 

 

Matéria relacionada: 

http://www.itamarandibahoje.com.br/cotidiano/noticia-presidio-de-itamarandiba-apos-brincadeira-de-imobilizacao-entre-os-detentos.html 

Avalie este item
(0 votos)
Polícia Militar de Itamarandiba realiza operação e apreende 73 buchas de maconha

Nos dias 21 e 23 de julho, foi montada uma operação para combater o tráfico de drogas no Bairro São Geraldo. Foram realizadas diversas fiscalizações em veículos e transeuntes que foram considerados suspeitos, em razão de se encontrarem em locais onde se acreditava haver tráfico de entorpecentes.

No total, como resultado da operação foram apreendidas cerca de 73 buchas de substâncias esverdeadas semelhante a maconha, um celular e alguma quantia em dinheiro.

Também foram capturados dois homens que estavam realizando o comércio ilícito dos entorpecentes. Participaram da operação os policiais Sargento Luiz Campos, Soldado Cruz e Soldado Veríssimo.

Avalie este item
(0 votos)
Homem morre no presídio de Itamarandiba, após “brincadeira de imobilização” entre os detentos

Na data de 22 de Julho de 2018, por volta das 18h30, a Polícia Militar de Itamarandiba foi acionada pelo Hospital Municipal Geraldo Ferreira Gandra. Segundo os policiais, foi informado que um detento do Presídio de Itamarandiba teria dado entrada na unidade hospitalar, já sem os sinais vitais. 

Chegando ao local, os policiais conversaram com os agentes penitenciários, que informaram que a vítima, 25 anos e o suspeito, 24 anos cumpriam pena no presídio e estavam brincando de luta, com imobilização, após terem assistido uma partida de futebol. Durante a brincadeira, que já era costume dos detentos, o suspeito aplicou um golpe no pescoço da vítima, vindo esse a sinalizar para o suspeito parar com o movimento. Desta forma, o autor soltou a vítima de imediato, porém o detento passou  mal e os outros pediram socorro aos agentes penitenciários. 

Os agentes acionaram o Samu, porém a ambulância não pôde prestar o socorro por problemas mecânicos. Assim, os próprios agentes penitenciários teriam conduzido a vítima ao Hospital, onde foi constatado que a vítima já não apresentava sinais vitais, embora não apresentasse marcas de violência em seu corpo. Ainda assim, a médica responsável pelo atendimento realizou três ciclos de reanimação, sem sucesso, sendo declarado o óbito.

A equipe de perícia foi acionada para realizar os trabalhos  técnicos, com o encaminhamento do corpo para a cidade de Capelinha pela Funerária Vale da Paz, para os trabalhos de Necropsia. O detento, suspeito do homicídio, confirmou os fatos narrados pelos agentes penitenciários, sendo confirmado ainda que era costume dos detentos realizarem este tipo de brincadeira, com imobilização. Como o autor já se encontrava preso, não foi necessário dar-lhe voz de prisão. 

Atualização 25/07/2018 13:00: Fonte Registro de Ocorrência da Polícia Militar de Minas Gerais.  

 

Matéria relacionada: 

http://www.itamarandibahoje.com.br/cotidiano/noticia/presidio-de-itamarandiba-informa-que-investigacoes-sobre-morte-do-detendo-serao-apuradas-no-ambito-administrativo-e-pela-policia-civil.html 

 

Presídio de Itamarandiba informa que investigações sobre morte do detendo serão apuradas no âmbito administrativo e pela Polícia Civil 

 

A baixo segue parecer da diretoria do Presídio de Itamarandiba sobre o acontecimento referente ao dia 22/07/2018, que resultou na morte de um detento custodiado nesta unidade prisional.

"No início da noite do último domingo, 22/07/2018, agentes de segurança penitenciários do Presídio de Itamarandiba foram acionados por custodiados que dividiam cela com o detento J.A. P. de 25 anos, que estava desacordado. Ele foi conduzido imediatamente para o Hospital da cidade, aonde chegou sem os sinais vitais. No corpo não havia sinais aparentes de violência.

A Policia Militar foi imediatamente acionada pelo presídio para a confecção do REDS sobre o fato.

A Perícia da Policia Civil foi acionada, comparecendo no presídio e posteriormente ao hospital para as devidas averiguações, sendo o corpo conduzido posteriormente ao IML de Capelinha para necrópsia, a fim de ser identificada a causa da morte.

Uma investigação preliminar foi instaurada pela diretoria do Presídio para apurar o fato no âmbito administrativo.

As investigações criminais ficam a cargo da Polícia Civil".

 

Avalie este item
(0 votos)
Andarilho vai registrar Boletim de Ocorrência e acaba preso, homem com mandado de prisão em aberto diz ser natural de Itamarandiba

Uma situação inusitada aconteceu no município de Wenceslau Braz, durante a manhã desta segunda-feira (16). Um homem procurou a Companhia da Polícia Militar para registrar um boletim de ocorrências, mas acabou preso.

Por volta das 10h, o indivíduo compareceu a Companhia e se apresentou como andarilho. Segundo ele, precisava registrar um B.O, pois havia perdido seus documentos. Ao ser indagado sobre suas origens, o homem repassou seu nome, o de sua mãe e disse ser natural de Itamarandiba/MG.

Os policiais suspeitaram do comportamento do indivíduo e, com isso, entraram em contato com a equipe da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais da cidade de Itamarandiba. Ao repassar os dados do homem para o sargento da Companhia mineira, os policiais brazenses foram informados que o indivíduo estava com um mandado de prisão em aberto pelo crime de furto.

Com isso, o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil para que fossem tomadas as medidas pertinentes ao caso. Fonte: folhaextra 

Avalie este item
(0 votos)
Homem de 56 anos é preso em Carbonita, após denúncias de exercício irregular da profissão de odontologia

Após denúncias de exercício irregular da profissão, na cidade de Carbonita- MG, representantes do Conselho Regional de Odontologia, juntamente com a Polícia Militar se deslocaram até o consultório odontológico, onde supostamente um homem, 56 anos, estaria exercendo ilegalmente a profissão de dentista.

Chegando ao local, o profissional não capacitado para exercício da função foi flagrado atendendo uma paciente, aos fundos de uma loja de roupa.

Ao ser abordado, o homem recebeu voz de prisão pelos policiais, em razão de exercício irregular da profissão, atendendo disposição do artigo 282 do Código Penal.

O homem suspeito, foi preso e diversos materiais odontológicos vencidos foram apreendidos. A operação foi realizada numa parceria do Conselho Regional de Odontologia, Vigilância Sanitária e Polícia Militar, por meio dos policiais Sargento Bruno, Soldado Paulo e Soldado Petrônio.

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeCotidiano