Belezas da Terra
Avalie este item
(0 votos)
Elisângela Aparecida, agora presidente da APAE Itamarandiba, fala da grande responsabilidade em assumir a instituição

Elisângela Aparecida de Oliveira Costa, 42 anos, casada, mãe de uma filha, é natural de Belo Horizonte, mas reside em Itamarandiba desde os cinco anos. 

Quando recebeu o convite para ocupar o cargo de presidente da APAE de Itamarandiba, a primeira reação foi de relutância, segundo ela, pois prestou serviços como professora na Instituição por cerca de 4 anos e nesse tempo pôde vivenciar as dificuldades que a Instituição passa para se manter funcionando.

Porém, diante da recusa dos contribuintes e pais de alunos em assumir o cargo e devido aos impedimentos de prorrogação do mandato da presidente anterior, aceitou o cargo e hoje é a atual presidente da APAE Itamarandiba. 

“Sou sabedora da responsabilidade assumida e minha pretensão é somente colaborar, vir a somar o time APAE, continuaremos com a promoção de festas, apelo à comunidade, no intuito de continuar com as benfeitorias em prol dos excepcionais aos quais prestamos serviços. No momento, o que dificulta um trabalho com maior êxito é que como professora trabalho em dois turnos na Creche Tatão Araújo e, sendo assim, o tempo a dedicar à Instituição fica reduzido. Mesmo assim, assumo o compromisso de não medir esforços para buscar sempre dar a melhor assistência aos nossos usuários APAE.”, disse a presidente da APAE, Elisângela Aparecida.

Avalie este item
(0 votos)
Dona Maria José, 75 anos, vende suas quitandas no Centro de Itamarandiba com muita luta e amor no coração

DONA Maria José, figura conhecida na cidade, por vender quitandas no Centro, mais especificamente ao lado do Banco do Brasil, conta um pouco de sua história.

Natural da zona rural do município de Itamarandiba, mudou-se para a cidade quando seu marido passou a sofrer com problemas de saúde. Por consequência destes problemas ele acabou falecendo 28 anos atrás, deixando-a viúva desde então e com quatro filhos para criar.

Desde a sua infância já procurou trabalhar, começando aos seus 8 anos de idade. Porém, foi ali, vendendo suas quitandas que essa senhora acabou se encontrando, pois assim, ao lado daquele carrinho de mão, ela pode conversar com as pessoas que passam pelo Centro da cidade e se sente menos sozinha durante o dia.

Já morou em outras cidades, como São Paulo, onde trabalhava e mandava dinheiro para cuidar de seu pai, em Paraopeba, mas insistiu em voltar para Itamarandiba, pois considera aqui como o “seu lugar”.

Apesar de ter idade avançada, hoje com 75 anos, ela faz questão de fazer suas próprias quitandas para vender, além de fazer faxinas em casas e outros serviços. Seu tempo hoje é dividido entre o seu trabalho, que é feito por prazer, e a sua vida na Igreja Católica, pois sempre procura ir às missas e participar das procissões quando possível. Segue firme em sua fé e orações, sempre buscando proteção para ela e sua família.

Então, Dona Maria permanece no mesmo local, vendendo seus biscoitos, pães de queijo e demais quitandas desde a instalação do Banco do Brasil na cidade, se tornando uma figura conhecida entre todos que costumam passar pelo Centro de Itamarandiba. 

Avalie este item
(0 votos)
Paróquias de Itamarandiba realizam celebrações da Semana Santa

Paróquias de Itamarandiba se aproximam do término das celebrações em comemoração à Semana Santa, período que antecede a Páscoa e marca o fim da Quaresma. As solenidades acontecem até o domingo (16).

O Tríduo Pascal teve seu inicio na quinta-feira, onde a Paróquia de São João Batista e a Paróquia de São Sebastião realizaram a missa de lava pés na Igreja Matriz e na Igreja N. S. do Rosário, respectivamente.

Nesta sexta-feira da Paixão a Paróquia de São João Batista contou com solenidades desde manhã até a noite: Via Sacra, saindo da Matriz São Sebastião no bairro Fazendinha até a Igreja de São João Batista no Centro, início da Festa da Misericórdia – Canto do Terço da Misericórdia na Matriz São João Batista, solene Ação Litúrgica, beijo do Crucificado, Leitura solene da Paixão e Sagrada Comunhão, na Matriz de São João Batista, sermão do descendimento da cruz e logo após procissão do Sepultamento do Senhor, saindo da Igreja Matriz em direção à Igreja do Rosário, retornando à Matriz.

Na Paróquia de São Sebastião também houve celebrações durante todo o dia: Via Sacra, saindo da Matriz São Sebastião no bairro Fazendinha até a Igreja de São João Batista no centro; Solene Ação Litúrgica na Matriz de São Sebastião, Sermão e Descendimento da Cruz na Praça da Igreja Matriz de São João Batista.

Ainda haverão mais celebrações neste sábado e domingo, em ambas as paróquias, encerrando assim a comemoração deste ano.

Avalie este item
(0 votos)
Confira o Catálogo Empresarial da ACIAI/CDL

Agora os associados da ACIAI/CDL têm mais um meio de divulgação à sua disposição. Uma parceria firmada entre a ACIAI/CDL e o jornal Itamarandiba Hoje traz, todo mês, o Catálogo Empresarial contendo os contatos de todas as empresas associadas que contribuem para o desenvolvimento de Itamarandiba.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para ver a imagem com mais nitidez, salve no seu computador e amplie para ver os telefones.

 

Avalie este item
(0 votos)
Arillene Aparecida faz sessão de fotos e mostra toda sua simpatia e charme

“Sou Arillene Aparecida Coelho tenho 22 anos, sou natural de Itamarandiba, onde resido e atualmente trabalho no setor de logística (O Baratão). Agradeço primeiramente a Deus pela oportunidade de estar participando deste ensaio fotográfico promovido pelo Jornal Itamarandiba Hoje. O meu hobbie é tirar fotos aos fins de semana e para manter a forma dedico um pouco do meu tempo frequentando a academia. Quero agradecer meus amigos e colaboradores que me apoiaram e fizeram tornar possível este ensaio e ao jornal pelo convite e espaço cedido.”

 

Veste Ravik

Calça : O Baratão

Salão : Toque final / Local das fotos: Casa da Neide

 

Idade:        22 anos

Altura:       1,64 m

Peso:           55Kg

Cintura:    65 cm

Busto:         80 cm

Quadril:     94 cm

Avalie este item
(0 votos)
Por Evanildo Coelho: Poema Resultado

Confira agora mais uma obra do poeta Evanildo Antônio Coelho, que todos os meses deixa uma bela mensagem mostrando seus trabalhos de forma artística e cultural.

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado

 

Na conjugação do verbo ter

Me atrevi a sonhar...

Não lhe pedi licença,

Afinal,amar não se pede

Se conquista e conjuga (...)

E foi assim na sua sabatina ,

Passei de fora

Para dentro do seu

Coração.

 

 

 

Por Evanildo Coelho

 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeBelezas da Terra