Belezas da Terra
Avalie este item
(0 votos)
Alimentos arrecadados pelo Cicloclub em evento realizado em Itamarandiba são doados para o Lar de Idosos Mali Martin e APAE

Na ultima quarta-feira, (14/05) foram doados para o Lar dos Idosos Mali Martin e para a APAE de Itamarandiba mais de 400kg de alimento arrecadado no Segundo Passeio Ciclístico Solidário.

Na oportunidade estiveram presentes membros do Cicloclub e o presidente Emil Guimarães Fernandes, que disse estar muito satisfeito com o resultado do evento. ”Nos do Cicloclub agradecemos a todos que colaboraram e reiteramos que sua ajuda foi muito bem destinada”, relatou.

Tanto os colaboradores e beneficiários ficaram muito felizes com a entrega dos alimentos e já esperam o próximo ano para que mais ações como essa possa ocorrer.

O diretor da APAE, disse estar muito agradecido por essa doação. “Gostaria de agradecer em nome da diretoria e usuários da APAE de Itamarandiba, todos os ciclistas de Itamarandiba pela bela iniciativa. Gostaria ainda de salientar a importância desses alimentos arrecadados e doados em favor da APAE de Itamarandiba, uma vez que esta instituição se mantém com a colaboração de pessoas de bem como o grandioso grupo de ciclistas de Itamarandiba. Parabéns e obrigado a todos pela iniciativa”, afirmou.

O Cicloclub é formado por um grupo de pessoas que praticam esportes na modalidade de ciclistas. Após o grande evento realizado com mais de 400 ciclistas que percorreram 24km, até o distrito de Santa Joana, esperam que no próximo ano possam se inscrever mais pessoas.
 

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba é representada na 12ª Semana de Museus

A 12ª Semana de Museus é um evento cultural promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) está acontecendo em todo o país, no período entre 12 e 18 de maio de 2014. Esse evento reúne 1.337 museus que apresentam uma programação especial durante a semana.

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba ganha mais 04 distritos: Santa Joana, Dom Serafim, Santa Luzia de Minas e Várzea de Santo Antônio

Após incessante trabalho na elaboração de documentação, pagamentos de taxas e muitas cobranças por parte da Prefeitura Municipal, o Instituto de Geoinformação e Tecnologia (IGTEC), antigo Instituto de Geociências Aplicadas (IGA), concluiu estudos e declarou, no último dia 30 de abril, a criação de mais quatro distritos no município de Itamarandiba. Sendo eles: Distrito de Santa Joana, Distrito de Dom Serafim, Distrito de Várzea de Santo Antônio e Distrito de Santa Luzia de Minas (inclusão do nome de Minas pelo fato de Minas Gerais já possuir distrito com a nomenclatura de Santa Luzia).

Avalie este item
(0 votos)
Maria do Zé Rosa, uma das mais antigas salgadeiras de Itamarandiba, produz deliciosos pratos de dar água na boca

A itamarandibana Maria Vieira Rocha, conhecida popularmente como Maria do Zé Rosa, trabalha produzindo deliciosos salgados há mais de 30 anos para festas e eventos na cidade de Itamarandiba e região.
Na arte da culinária, Maria do Zé Rosa, aprendeu com o tempo e aperfeiçoando seus dotes culinários e fazendo diferentes pratos.
Hoje além dos tradicionais salgados são produzidos uma tendência que são os salgados integrais, doces, bombons, bolos, mesa de frios, coquetéis, cantinho mineiro, além de deliciosos jantares, saborosas mesas de café da manhã, lindas mesas de frutas, lanches da tarde e tortas doces e salgadas.
Atualmente devido ao grande sucesso, Maria do Zé Rosa e sua filha Katia Rocha, além da comunidade rural de Itamarandiba as empresárias atendem outras cidades da região, como por exemplo, os municípios de Diamantina, Coluna, Mercês, Capelinha, Carbonita, Mendonça entre outras.
Buffer completo de comidas para festas e ventos e salgados a pronta entrega, com muita qualidade e higiene, interessados poderão procurar na Rua Diamantina, n°622, ou pelos telefones (38) 3521-1101 / 9218-3761. Vale ressaltar que atualmente Maria do Zé Rosa, conta com uma equipe qualificada de garçons para auxiliar nos preparativos e servindo em festas e eventos com muita competência.
 

Avalie este item
(0 votos)
As 5 perguntas essenciais sobre violão que você deve fazer

01:Qual é o melhor violão para comprar?(Silvio Antônio Matos)
Olá amigo Silvio, essa pergunta é muito frequente aqui na escola. Não existe um violão melhor ou pior, existe aquele que melhor se adequa ao estilo que você deseja tocar. Por exemplo, se você for a uma loja comprar um violão,peça ao vendedor para afiná-lo e tocá-lo. Observe se você gosta do som que ele produz, se você já estiver tocando é claro. Caso contrário, o melhor a fazer é pedir a opinião de alguém que já toca e com certeza essa pessoa irá lhe ajudar, mas se você ainda não toca é bom esperar um pouco para comprar o seu violão, espere o professor indicar.
02:Qual a pior marca de violão?(Barbara Macedo)
Olha Barbara farei melhor, te indicarei as melhores marcas para iniciantes disponíveis no mercado, são elas:Hofma,Eagle, Tagima, Giannini.
03:Para que seve as bolinhas brancas no Violão?(Viviane Silva)
Viviane, essas bolinhas são para marcar pontos específicos no braço do violão, as casas de número 3, 5, 7,9 e 12. São nestes pontos que encontramos as notas inteiras: Dó, Ré,Mi,Fá,Sol, Lá,Si.
04: Qual música é mais fácil pra quem está aprendendo a tocar?(Henrique de Sousa)
Henrique, se você gosta de rock, uma música legal e fácil para você tocar é “Que pais é esse`` doLegião Urbana, mas se você gosta é de sertanejo, a música“Te esperando” do Luan Santana é uma ótima opção pela sua facilidade.
05:O que é melhor para quem esta aprendendo corda de AÇO ou Nylon?(Fernanda F Martins)Minha Cara Fernanda, para quem está iniciando no mundo da música, o encordoamento de nylon é o mais indicado.
Está com dúvidas sobre música, instrumentos musicais e teoria, envie sua dúvida para o nosso e-mail e responderemos na próxima edição: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Por: Júnior Reis-Professor violão Instituto Harmonia Musical.
 

Avalie este item
(0 votos)
Data mais importante para os católicos tem grande número de fieis e muita emoção em Itamarandiba

Tendo finalizado o Tempo da Quaresma, a Igreja Católica de todo o mundo deu início às celebrações da Semana Santa que recordam os últimos momentos da vida terrena de Jesus, até a sua Ressurreição. No domingo dia 13 de Abril foi celebrado o dia do Domingo de Ramos, em que os fiéis festejaram a entrada triunfal de Jesus na Cidade Santa, Jerusalém, seguido por seus apóstolos e pessoas que chegavam para a celebração anual da Páscoa judaica. Com ramos nas mãos e cantos de “Glória” e “Hosana ao Filho de Davi”, os fiéis refizeram o que os peregrinos de Jerusalém gritavam ao verem Jesus entrar na Cidade Sagrada montado em um jumentinho, simbolizando seu poder real recebido de Davi, e ouviram a leitura da Paixão do Senhor. Com essa celebração, os católicos adentraram no mistério da Paixão de Jesus começaram a se preparar para a chegada da Páscoa.
Na Segunda, Terça e Quarta- feiras houve celebrações da Santa Missa nas igrejas Matiz da cidade, seguida de Ofício de Trevas, que é a recitação de Salmos e orações, como faziam os judeus para se prepararem para o próximo dia que se aproximava. Na noite de quarta-feira aconteceu a procissão do Encontro, com sermão realizado por Mons. Geraldo Borges, pároco da Paróquia de São Sebastião. Nesta ocasião foi refletido o triste encontro de Jesus com sua mãe no caminho do Calvário.
Na quinta-feira Santa iniciou-se o Tríduo Pascal, o momento ápice de todo o ano e Liturgia da Igreja Católica, em que se celebra o mistério Salvífico de Jesus, com sua Paixão, Morte e Ressurreição, para a remissão dos pecados e Salvação da humanidade. Ao findar do dia foi celebrada a Santa Missa com o rito do Lava-pés, fazendo memória ao gesto de humildade e serviço que Jesus realizou com seus discípulos. Comemora-se também neste dia a Instituição da Eucaristia, em que Cristo deixa seu Corpo e seu Sangue como alimento espiritual para a humanidade; o Dia do Sacerdote, em que Jesus instituiu seus Apóstolos como seus sacerdotes para estarem a serviço do povo; e o Mandamento do Amor, onde Jesus nos convida a superar as diferenças e amarmos uns aos outro como Ele nos amou.
Na manhã da sexta-feira da Paixão os fiéis rezaram a Via Sacra pelas ruas da cidade, relembrando os últimos passos e palavras de Jesus, de sua condenação à morte até seu sepultamento. Às três horas da tarde realizou-se a Solene Ação Litúrgica, com a narrativa da Paixão e adoração da cruz, em que se contempla o Cristo Morto que se oferece a Deus como Sacrifício vivo em expiação pelos pecados dos homens. Os católicos fizeram seu momento de adoração a Jesus crucificado, como agradecimento ao seu gesto de amor e misericórdia à humanidade. No período da noite aconteceu a Encenação da Paixão de Cristo na praça da Matriz de São João Batista, promovido pela companhia de teatro Santa Isabel. Foi um lindo espetáculo que refez o sofrimento de Jesus nos seus últimos momentos de sua vida na terra.
No silêncio que envolve a Paixão do Senhor e na contemplação de sua morte, os católicos de todo o mundo iniciaram no anoitecer do Sábado Santo a Vigília Pascal, com a celebração da Ressurreição gloriosa do Senhor. Com a bênção do Fogo Novo que simboliza a presença de Cristo Vivo no meio dos homens, como Sol que ilumina todo o mundo, deu-se início à celebração mais importante para a fé católica. Com o canto da Proclamação da Páscoa, que remonta os primeiros séculos do cristianismo, e com várias leituras da Sagrada Escritura que narram o história da Salvação, seguida do Hino de Louvor e o retumbante Canto do Aleluia, a Igreja proclamou que Cristo venceu a morte e está vivo gloriosamente em meio a seu povo. Os fiéis se alegraram por mais uma vez celebrarem a Páscoa do Senhor, a passagem da Morte à Vida, a nossa passagem da Escravidão para a Libertação, relembrando também a Campanha da Fraternidade de 2014, que tem por Lema o versículo da carta de São Paulo aos Gálatas: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Ao findar dessa Solene Celebração, os fiéis fizeram procissão Eucarística pelas ruas da cidade celebrando a vida nova que Jesus concede aos que Nele creem.
Com as celebrações do Domingo de Páscoa, finalizou-se o Tríduo Pascal e as festividades da Semana Santa, mas com um forte apelo à conversão e Vida nova em Cristo, que é o sentido principal das celebrações da Semana Santa.
 

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeBelezas da Terra