Belezas da Terra
Avalie este item
(0 votos)
Arraiá Solidário tem canjica, pipoca, casamento na roça e super show da banda Cacau com Rapadura

O caminho da roça começou na noite de sábado (15/06), no Clube Florae em Itamarandiba. A edição 2013 com o nome Arraiá Solidário, idealizada e coordenada pela Aperam Bioenergia, teve como objetivo mobilizar funcionários da empresa e instituições de forma voluntária, formando uma parceria com objetivos comuns.
A renda obtida de R$ 15.000,00 foi dividida em partes iguais, entre as instituições: AAMAR, APAE, Centro Social Mali Martim, Hospital Itamarandiba e o Grupo de Voluntários da Aperam Bioenergia que compraram cobertores a serem doados a famílias carentes do município.
Quem compareceu na festança, teve a oportunidade de saborear diversos tipos de comidas típicas de festas juninas, teve canjica, pipoca, entre outras iguarias. Uma apresentação teatral acompanhada pela tradicional Dança de Quadrilha marcou a festividade com muita alegria e disposição dos representantes das entidades participantes.
Para encerrar o evento com chave de ouro, um super show com a banda “Cacau com Rapadura” tocando e cantando vários estilos musicais, animando a galera de aproximadamente 1.000 pessoas que prestigiou o evento com muita solidariedade.
 

Avalie este item
(0 votos)
Robinho, aluno da APAE /Itamarandiba recebe acordeom (sanfona) da dupla Zezé Di Camargo & Luciano

A entrega do presente foi feita no camarim da dupla, antes do show que aconteceu no sábado (13/07), na 20ª EXPOITA. Zezé e Luciano entregaram o instrumento nas mãos de Robson, conhecido como “Robinho da sanfona”, o garoto estava muito sorridente, demonstrando felicidade por estar perto da dupla e receber o tão sonhado acordeom, todos que estavam presentes ficaram emocionados, incluído os artistas e integrantes da comitiva da dupla.
Robinho, que no final do ano de 2012, fez uma apresentação com uma sanfona pequena no encerramento do ano letivo na entidade, sonhava com um instrumento maior e mais eficiente. Diante do anseio do estudante, a diretora da APAE, Sra. Socorro Amaral prometeu que iria realizar o seu desejo, conseguindo-lhe uma sanfona melhor e desde então Robson cobrava seu instrumento. Ao saber que Zezé Di Camargo & Luciano iriam se apresentar em Itamarandiba surgiu a idéia de fazer um pedindo à dupla, através de uma carta.
A idéia inicial era que a carta fosse enviada diretamente para os artistas, ao expor o assunto em uma reunião da diretoria, foi sugerido pelo Sr. Eduardo Moreira - Presidente da Câmara, que a carta fosse levada para um amigo da dupla, o Sr. Pedro Paulo que é filho de Itamarandiba e reside atualmente em São Paulo. Assim sendo feito, por intermédio dessas pessoas, Robson conseguiu a sua sanfona novinha das mãos de Zezé e Luciano.
A APAE , assim como o Centro Social Mali Martim, obteve da Prefeitura Municipal a concessão do espaço onde foi montada a barraca de bebidas durante a festa da 20ª EXPOITA, para que pudesse arrecadar fundos para a instituição.
“Quero agradecer primeiramente a Deus, ao Prefeito que nos deu essa oportunidade, toda a população que prestigiou nossa barraca, nós pegamos essa responsabilidade com muita coragem e muita fé em Deus, foi muito trabalhoso, trabalhamos desde quarta-feira até o domingo, e tivemos o resultado muito positivo, e ano que vem se tivermos essa oportunidade a gente deixa esse pedido para que possamos trabalhar mais uma vez em prol da APAE”, disse Socorro Amaral- Presidente da APAE.
 

Avalie este item
(0 votos)
Wellington Sousa conhecido como “Weltim” se destaca ao som de sua guitarra por onde passa

Wellington Sousa Amaral conhecido como “Weltim” tem apenas 19 anos e está representando muito bem a cidade de Itamarandiba em concursos musicais, além de tocar em bares e eventos na cidade e região.
Wellington começou a se interessar por música aos 13 anos, através da Corporação Musical São João Batista onde tocava trompete, depois de certo tempo, ao ver alguns colegas estudando violão, se interessou pelo instrumento começando a estudá-lo de forma autodidata.
Cerca de um ano depois descobriu o que hoje é sua paixão, a guitarra elétrica. Começou a estudá-la também sozinho, mas, sempre com muita vontade e determinação, tirava alguns solos no violão por ainda não ter uma guitarra, coisa que na época era distante.
Passava horas em companhia do violão, chegando a praticar 8 horas por dia, sempre procurando aprender com amigos, conhecidos ou qualquer pessoa que soubesse tocar.
Em 2009, ganhou sua primeira guitarra, presente dos pais, que sabiam o quanto ele desejava obter este instrumento, foi aí que realmente as coisas começaram a andar de forma correta. Hoje, por onde passa, o garoto arranca aplausos e elogios pelo seu talento.
“Sinto-me lisonjeado por representar minha cidade em tudo o que faço, e mais feliz ainda por mostrar o valor e a qualidade que Itamarandiba tem, e tenho em meus planos um dia estar como regente da Corporação Musical São João Batista, para contribuir um pouco com o lugar onde tudo começou”, disse Weltim.
 

Avalie este item
(0 votos)
Itamarandiba é o maior produtor de mel do estado

Segundo dados Federação Mineira de Apicultura (Femap), Minas Gerais produz 4 mil toneladas de mel por ano, que geram 13 mil empregos, grande parte em regime de economia familiar. São 4,5 mil apicultores, 85 associações e quatro cooperativas que garantem condições ideais para a produção de produtos de extrema qualidade. Minas Gerais é o quinto maior produtor de mel do Brasil. A região que mais produz é Jequitinhonha/Mucuri, representando 22,7%, seguido por Central (15,2%), Sul de Minas (14,5%), Rio Doce (12,8%), Zona da Mata (11,3%), Norte de Minas (9,3%), Centro Oeste (6,4%), Triângulo (4,2%), Alto Paranaíba (2,3%) e Noroeste (1,2%). O Vale do Jequitinhonha produziu mais de 700 toneladas em 2011. O crescimento da produção de mel dos seus 10 maiores produtores, de 2004 a 2011, foi de 894%a, gerando cerca de 2.370 empregos na agricultura familiar. A produção de cada tonelada de mel emprega em média 3 pessoas. No Vale do Jequitinhonha está o município de maior produção em Minas Gerais: Itamarandiba, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas Gerais. Em 2011, o município produziu 380 toneladas de mel, aproveitando-se das grandes florestas artificiais do eucalipto. O salto de produção de Itamarandiba, em 7 anos, foi de aumento em 1.900 %, gerando mais de mil empregos no município. Saltou de 20,3 toneladas, em 2004, para 380, em 2011.
 

Avalie este item
(0 votos)
Biblioteca Municipal Paulo Pavie

Inaugurada em 09 de março de 2007 a Biblioteca Municipal Paulo Pavie, recebeu este nome em homenagem ao grande escritor/historiador Paulo Pavie, sendo que já contava com a sala de leitura “Paulo Mendes Campos” doação feita pela fundação Acesita. Situada a Rua Tabelião Andrade, 205 no centro da cidade, a biblioteca funciona de segunda a sexta de 08h00min ás 17h00min. A biblioteca possui um grande acervo com média de 6.000 livros de literatura brasileira, estrangeira, infanto-juvenil e infantil, obras de referência, livros informativos, poesia, contos, história, romances etc. Os livros são organizados por assunto e faixa-etária. As obras são doações feitas pela Fundação Acesita, Biblioteca Nacional, Superintendência da Biblioteca Pública de Minas Gerais e pessoas voluntárias, além dos livros dos escritores regionais. A média mensal de empréstimos é de 1.200 livros e de 20 a 30 pesquisas e trabalhos escolares, sendo mais freqüentes as crianças e o público feminino.

Pagina 35 de 35

 

{{galo}} {{face}} {{zero}}
HomeBelezas da Terra